Painel de líderes


Conteúdo popular

Mostrando conteúdo mais curtido desde 23-07-2017 em todas as áreas

  1. 5 pontos
    Boa noticia pessoal! Entrei em contato com algumas certificadoras e papo vai papo vem dizendo que é meu o erro e não deles até que cheguei ao contato da Oberthur, empresa Francesa que desenvolve e fornece certificados A3 para as certificadoras brasileiras. Em conversa com Rafael Alba, contato deles no Brasil, expliquei o problema de exclusão dos certificados e ele se prontificou a ajudar e descobrir o problema, outro nivel né, não ficaram empurrando o problema para agente. Bom, forneci um sistema com os fontes abertos e o acbr para eles verificarem, conversei com a equipe de desenvolvimento da frança e eles conseguiram causar o problema e trataram a exclusão nos certificados deles. O Rafael pediu para avisar: "Oberthur resolveu o report e está disposta a ajudar quando for necessário." Segue abaixo o últimos contatos que tive com ele: Via Skype dia 10/07 Daniel,bom dia! tudo bem?tentei te ligar, mas vc não estava na sua mesa. Queria te avisar temos um realese do AWP Manager que resolve o exclusão do certificado, está semana devo disponibilizar para o pessoal da Certisign. Realizei todos os testes e o certificado não foi deletado do cartão. Via E-mail no dia 18/07 Daniel, bom dia! Estarei disponibilizando o novo realese (5.1.8) para as certificadoras, assim todos os cliente já poderam baixar e utilizar o AWP Manager.Está semana estou trabalhando nisso. Obrigado pela ajuda, pois graças ao seu suporte e seu ferramenta conseguimos verificar e solucionar. Rafael Alba Technical Support | Citizen & Identity Oberthur TechnologiesAv. Brigadeiro Faria LIma, 1.336 - 01451.001 - São Paulo | Brazil
  2. 3 pontos
  3. 3 pontos
    Olá, A cada 10 unidades alteradas no posicionamento (horizontal/vertical) equivale a aproximadamente 1mm. No seu caso onde há 3 etiquetas, você precisará "desenhar" a mesma etiqueta 3 vezes. Por exemplo: ImprimirTexto(orNormal, 3, 1, 1, 110, 10 , 'ETIQUETA1'); ImprimirTexto(orNormal, 3, 1, 1, 110, 360, 'ETIQUETA2'); ImprimirTexto(orNormal, 3, 1, 1, 110, 720, 'ETIQUETA3'); Imprimir(1, 600); (PS: Verifique se a bobina está instalada corretamente na impressora, pois a etiqueta da foto está de 'ponta-cabeça'. O sensor da Argox PPLA é do lado esquerdo)
  4. 3 pontos
    Substitua o arquivo anexo, recompile o ACBr e tente novamente. pcnNFeW.pas
  5. 3 pontos
    Então Sérgio, entrei em contato com o suporte da Elgin e instalamos uma terceira versão do Driver e finalmente foi possível ativar o SAT. Vale salientar que a versão baixada direto do site da Elgin não funcionou.
  6. 2 pontos
    Me desculpem pela falha... esqueci de subir essa nova Unit para o SVN... já está corrigido..
  7. 2 pontos
    Bom dia, foi disponibilizado no SVN os fontes atualizados (estavam em testes), atendendo a DACTe 3.0 e CT-e OS. Favor atualizar os fontes para realização dos testes...
  8. 2 pontos
    Bom dia amigos. Parabéns pelo trabalho. Fiz essa pequena API para emissão de boletos, usando o ACBR Monitor Plus. Gostaria de compartilhar com vocês aqui: Toda a comunicação é feita pela rede usando JSON. Essa é a API. Aqui o aplicativo de teste que se comunica com o servidor. Abraços!
  9. 2 pontos
    Caro Giovanne. Pelo exposto, o PROCOM notificou teu cliente para que seja inserido no cabeçalho do DANFE NFC-e o número da inscrição Estadual. Você poderia descrever qual a fundamentação legal da notificação? Foi com base em alguma lei? Se sim, eles informaram? Caso não, você tem duas alternativas: i) No caso do DANFE NFC-e atual, não há previsão para que a IE do emitente seja impressa, segundo o que dispõe o Manual de Orientações técnicas, p.7 item 3.1, divisão I, não faz nenhuma referência à exigência do referido órgão. ii) Caso queira inserir a IE no respectivo DANFE-NFC-e, poderá fazê-lo sem nenhum prejuízo ou possibilidade de sanção, uma vez que, no arquivo .xml, que é o documento com validade jurídica, há a tag <emit><IE>. Ou seja, se o PROCON está solicitando esta informação é possível que seja inserida. Por outro lado, a função primordial do PROCON não é essa, fiscalizar “ausência” de inscrição estadual em DANFE NFC-e. Sua principal função é a de auxiliar o consumidor nas relações de consumo, como fiscalizar abusos praticados por fornecedores de produtos e serviços tanto pela via administrativa quanto pela via judicial. Não parece que a ausência do número de inscrição estadual no DANFE NFC-e, cause alguma lesão ao direito do consumidor, pelo contrário, trata-se apenas de uma representação em papel dos dados básicos do fornecedor. Assim sendo, cabe a você tomar uma decisão do que fazer. Comunicar o órgão do PROCON sobre a orientação extraída dos respectivos manuais técnicos disponibilizados pelo ENCAT.
  10. 2 pontos
    Olá @eduardolapa, Normalmente quando isso acontece, é erro na configuração da velocidade. Verifique se está como especificado pelo fabricante. NOTA: Isso não é incomum (com várias marcas) inclusive quando se instala usando drive fornecido pelo fabricante.
  11. 2 pontos
  12. 2 pontos

    Version 1.1.0.32

    2.376 downloads

    ACBrMonitorPLUS - Última versão disponível apenas a usuários do SAC. - Versão oficial compilada pela equipe do ACBr. Assinada digitalmente com o certificado da DJSystem.
  13. 2 pontos
    Da uma lida nesse tópico...
  14. 2 pontos
    Boa tarde, Aproveitando o tópico, há alguns dias estou trabalhando em verificar alterações que impactaram na versão do layout 2.3 e também gerando com dados reais pra já poder pegar algumas situações principalmente de validações.. Dessa forma, fiz alguns ajustes nos fontes.. Por favor @Juliomar Marchetti, avalie as alterações e se possível subir para o svn.. Um abraço.. ACBreSocialGerador.pas eSocial_Common.pas eSocial_Conversao.pas eSocial_S1020.pas uExemploEsocial.pas
  15. 2 pontos
    Recebi a informação de um fabricante que o prazo foi prorrogado até 08/10/2017. Essa informação não consta no portal da fazenda, porém é uma informação oficial.
  16. 2 pontos
    Tem muitos tópicos sobre esse assunto aqui no fórum. O Lazarus é confiável. O IBExpert, famoso programa para administração de banco de dados Interbase e Firebird é feito no Lazarus. Na minha opinião, o pior do Lazarus é o debug. O debug não é tão prático como o do Delphi.
  17. 2 pontos
    //------------------------------------------------------------------------------ // Conectando em um host de internet na porta 80 // 200.221.64.46 - Bol // 200.198.128.51 - Sefaz RS // Uses IdTCPClient; //------------------------------------------------------------------------------ function SA_HTTP_Ativo(host:string = '200.198.128.51'):boolean; // Sefaz RS var IdTCPClient : TIdTCPClient; begin IdTCPClient := TIdTCPClient.Create(nil); IdTCPClient.Host := host; IdTCPClient.Port := 80; IdTCPClient.ConnectTimeout := 200; IdTCPClient.ReadTimeout := 200; try IdTCPClient.Connect; IdTCPClient.Disconnect; Result := true; except Result := false; end; end; //------------------------------------------------------------------------------ Uso esta função para testar a comunicação com a SEFAZ, sempre antes de tentar enviar, diminuiu significativamente meus problemas de tratamento. Apenas uma sugestão de girico, mas eu e um outro colega de profissão chamamos de POG - Programação Orientado a Gambiarra, mas funciona.
  18. 2 pontos
    Boa noite Recebemos para testes o SAT da Epson modelo A10, e vou tentar expor tudo o que foi necessário para habilitar o funcionamento/ativação do SAT da Epson modelo A10. Caso algum moderador ache que deve ser movido para área específica, sinta-se a vontade. Bom vamos lá: O resultado de nossos testes com esse equipamento, utilizando o exemplo do ACBr, SATTeste.exe (compilado com as fontes do dia 12/07/2017), e o programa de Ativação do Fabricante, em um computador com windows 7 profissional. Os procedimentos foram bem tranquilos, visto que ele é um SAT da GERTEC como ja foi exposto pelo colega @André Ferreira de Moraes. Instalação e ativação do SAT Epson A10: O manual com os processos pode ser obtido no endereço: https://goo.gl/a2Kkqz. O driver atualizado do produto está disponível no link: https://goo.gl/NCZDEg. Recomendamos efetuar o download do driver atualizado no link acima, pois tivemos dificuldade na ativação do mesmo, até que o suporte técnico nos informou que a versão que estava dentro do SAT era incompatível com o mesmo. Para a ativação foi utilizado o programa contido dentro da pasta Ativador dentro do SAT (Ativador SAT Setup.exe). Segue o ícone do programa após instalado no computador: Não irei detalhar passo a passo pois os mesmos estão descritos no manual do link acima. Aqui estão os dados para o SAT de Homologação: CNPJ Contribuinte: 03.654.119/0001-76 Código de Ativação SAT: “00000000”(8 digitos 0). IE: 000052619494 (Utilizado para emissão de CFe.xml) CNPJ Software House: 16.716.114/0001-72 Código de Ativação SAT: “00000000”(8 digitos 0) padrão de fábrica. Assinatura AC: SGR-SAT SISTEMA DE GESTAO E RETAGUARDA DO SAT *Importante: todos os SATs de Homologação Epson usarão estes dados. Configuração do ACBr SATTeste.exe Para a comunicação foi utilizado a DLL contida dentro do SAT na pasta DllSAT, copiada para dentro do computador. Segue abaixo outras configurações utilizadas: Para associar assinatura: Clicar em Ativação > Associar Assinatura Configurações de rede utilizadas: Sobre a utilização do SAT Não tivemos dificuldade no uso. O tempo de envio de uma venda com três itens foi de 1,15 segundos, uma venda com trinta itens 1,16 segundos, foi cronometrado as venda com a conexão ETHE e não houve diferença em tempo significativa. Isso já era esperado, pois nenhum SAT faz o envio das vendas para Sefaz, de forma concomitante. Segue os comprovantes obtidos durante a comunicação: Tentei detalhar ao máximo a nossa experiência com esse equipamento para uso com o ACBr. Caso algum colega necessite que seja executado mais algum teste que nao foi detalhado entre em contato.
  19. 2 pontos
    Boa tarde Senhores. Fui realizar um teste no componente no IBPTTax hoje porém o caminho do webservice difere do caminho apresentado na documentação. Realizei o ajuste. Segue em anexo a unit. Grato ACBrIBPTax.pas
  20. 2 pontos
    no final das contas e mais um requisito que so gera depesas para nos desenvolvedores, e que nunca vai ser usado. temos aqui mais de 1000 empresas com sistema rodando, em mais de 5 anos de paf, posso contar nos dedos de uma baleia, quantas vezes o menu fiscal foi acessado por um fiscal da receita. clientes como lojas de sapato tem muito mais que isso, pq praticamente todo produto adquirido e um novo cadastro, supermercado nem se fala entao, passa facil dos 100 mil.
  21. 2 pontos
    Parece que o Bradesco já disponibilizou os links para teste, tal como o Italo falou. Segue PDF. Acredito que esta seja uma tendência dos bancos, uma vez que torna prático o processo e mantém segura a transação das informações. Manual_Registro_de_Boleto_Bancario_Online_Jun17.pdf
  22. 2 pontos
    Olá pessoal.... Vários dos desenvolvedores do ACBr, (eu incluso) estarão presentes no 14o Firebird Developers Day que ocorrerá no dia 29 de Julho de 2017, em Piracicaba-SP Penso que é um ótimo local para nos conhecermos e trocarmos algumas ideias, sobre Object Pascal, Lazarus, Delphi, ACBr, (as invenções cabeludas do SEFAZ), e é claro... sobre Firebird... Mais alguém pretende ir ?
  23. 2 pontos
    @Paulo H Veja o anúncio do @Isaque Pinheiro (lembrando que esse módulo só irá funcionar com o certificado digital)
  24. 2 pontos
  25. 2 pontos
    Juliomar, Obrigado pela resposta. De fato, troquei o componente pelo DANFEFR e configurei com o caminho do FastFile e funcionou. A Danfe está sendo impressa. Mais uma vez obrigado, Airton
  26. 2 pontos
    Problema era no exemplo, removi o codigo do evento e coloquei denovo.
  27. 2 pontos
    Bom dia, Seguem mais dois ajustes (Um deles é no ECD): 1. ECF Y640, mesma situação dos itens do post anterior procedure TBloco_Y.WriteRegistroY640; LFill(COND_DECL, 1) 2. ECD K001 O validador acusa que o registro K001 é inválido para o tipo de escrituração quando Registro0000.IND_ESC_CONS = "N". Adicionado tratamento para gerá-lo apenas quando Registro0000.IND_ESC_CONS também estiver preenchido com "S". Abraççç, Renato Rubinho Analista de Sistemas http://linkedin.com.br/in/renatorubinho ACBr002.rar
  28. 2 pontos
    Conforme comentado anteriormente, na 165ª Reunião do Confaz de 14/07/2017, agora Minas Gerais tambem está na lista da Sefaz Virtual de SC para poder emitir NFC-e, segundo Publicado no DOU de 20.07.2017 o CONVÊNIO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA, DE 14 DE JULHO DE 2017: https://www.confaz.fazenda.gov.br/legislacao/copy_of_convenios-diversos/convenio-coop-forum-14-07.2017
  29. 2 pontos
    @gutembergscosta Use a função de conversão: CST_IPI := CstIpiToStr(stipiEntradaIsenta) . foi acrecentado o prefixo "st" e agora se tornou um enumerador em vez de uma constante. faça isso para as demais que dará certo.
  30. 2 pontos
    Estarei com duas palestras lá, rsrs
  31. 2 pontos
    Olá pessoal, Acabei de enviar para o SVN, modificações para que o ACBrDFe e ACBrDFeOpenSSL suportem comunicação segura usando TLS 1.2 O componente ACBrNFe, já irá tentar ajustar a comunicação para TLS 1.2, se detectar que a versão é superior a 3.1 Atualizando o OpenSSL Para usar TLS 1.2, é necessário ter a versão do OpenSSL superior a 1.0.1, normalmente a versão usada é a 0.9.8.14, e portanto ela precisa ser substituída. Se você tentar utilizar uma versão inferior, o ACBrDFeOpenSSL acusará o seguinte erro: Porém não basta apenas baixar e copiar uma nova versão das DLLs do OpenSSL (libeay32.dll e ssleay32.dll). O problema, é que a libxmlsec, que se encontra na pasta: "ACBr\DLLs\XMLSec", não é compatível com OpenSSL superior a 0.9.8... e se você simplesmente atualizar as Libs do OpenSSL no seu sistema, provavelmente o ACBrNFe, passará a acusar Exceptions no momento de assinar o XML A solução, é utilizar um novo conjunto de DLLs, da OpenSSL e libXmlSec, libXML, e demais... você pode achar essas DLLs em: ftp://ftp.zlatkovic.com/libxml/ Essas DLLs foram compiladas com "MinGW", e portanto elas precisarão das DLLs de RunTime, da MinGW. Para sua conveniência, copiamos todas as DLLs necessárias para a pasta: \ACBr\\DLLs\XMLSec\MinGW. Observe que temos a versão 32 e 64 bits dessas DLLs... quais eu devo usar ? Em resumo, use 32 se o seu Compilador é 32 bits, e 64 apenas se você estiver usando um Compilador que gere .EXE em 64 bits... Leia esse tópico, para compreender melhor: Copie TODAS as DLLs (e não somente algumas) da pasta "\ACBr\DLLs\XMLSec\MinGW\32" ou "\ACBr\trunk2\DLLs\XMLSec\MinGW\64" (conforme o seu compilador), para o seu diretório de DLLs... (se não tem certeza para onde você deve copiar as DLLS, leia com atenção o Post indicado anteriormente) Outro problema, é que a MinGW, gera as DLLs com uma nomenclatura ligeiramente diferente do VisualC, exemplo: libxmlsec1.dll com MinGW, e "libxmlsec.dll" com VisualC. Portanto, o ACBr teria dificuldades em encontrar essas DLLs e carrega-las de forma dinâmica. Precisamos portanto, informar ao ACBr, que usaremos o conjunto de DLLs no formato da MinGW... Isso é feito, editando o arquivo: ACBr.inc. Repare que lá no final do ACBr.inc, temos a seguinte linha: {.$DEFINE USE_MINGW} Apenas remova o ".", alterando para: {$DEFINE USE_MINGW} Pronto... com isso você estará pronto para usar o ACBr com OpenSSL e TLS 1.2, seja em 32 ou 64 bits... Obrigado... e considere nos ajudar, contratando o SAC ocasionalmente: http://www.projetoacbr.com.br/forum/sacv2/sobre/ http://www.projetoacbr.com.br/forum/sacv2/questoes_importantes/ http://www.projetoacbr.com.br/forum/sacv2/cadastro/
  32. 1 ponto
    É verdade. Encontrei o erro. Meu sistema estava deixando passar CRT=3 com produtos em CSON, quando deveria ser CST. Essa diferença aí corre por conta do Estado que mudou o CRT do cliente que era enquadrado no Simples, e retornou ao regime normal. Neste caso meu sistema deveria ter emitido um aviso para alterar o CST dos produtos. Foi uma situação que eu não previ, de descredenciamento do contribuinte do Simples para o Regime Normal. O AcbrMonitor tentava corrigir para o cst 00 mas como não tinha informação pra trabalhar ele colocava os valores todos zerados do Icms. É muito grande a probabilidade de ser esse o problema. Mas ainda estou perplexo com a validação e autorização de uso do XML da NFe. Sinal de que nem os caras lá em cima podem prever tudo...rsrsrsrs Estou efetuando as correções e volto aqui pra relatar. Por enquanto muito obrigado aos amigos. Um abraço,
  33. 1 ponto
    Olá Pessoal, Também tentando entender como seria o cupom complementar, tenho ainda dúvida no seguinte: Campo vOutro (ID: I13) - informar o valor de forma a gerar o valor correto do ICMS complementar. Na minha interpretação, nesse campo deverá ser informado o valor da base de cálculo de forma que com a alíquota normal do ICMS possa gerar o valor complementar, já que: Campo vICMS (ID: N09) – Informar o valor correto da alíquota do imposto. Aqui entendo o valor complementar será com a alíquota correta sobre o valor em vOutro. Por isso o campo valor é que se altera, será isso? Exemplo: Um produto com ICMS de 18% com CST 00, vendido ao preço de R$ 100,00. Se correto: Base de cálculo: 100,00 Aliquota ICMS: 18% Valor do ICMS = R$ 18,00. Então houve um erro e a alíquota ficou 9%: Imposto a menor de R$ 9,00, ou seja, 50% a menos (para facilitar os cálculos). No cupom complementar seria: vOutro = 50,00 vICMS = 9,00 No grupo ICMS00 então ficaria: <Orig>0</Orig> <CST>00</CST> <pICMS>18.00</pICMS> <vICMS>9.00</vICMS> Ou seja, apenas o valor do imposto complementar calculado com a alíquota correta. Será que seria isso?
  34. 1 ponto
    Note que na mesma nota técnica tem uma citação que não pode haver lacunas. Considerando que o Ambiente Nacional gera NSU sem lacunas, o processo de distribuição de conjunto de DF-e a partir do NSU informado (tag:distNSU) disponibiliza para o interessado uma sequência de numeração ordenada de forma ascendente. A identificação de alguma lacuna na base de dados do interessado indica que houve alguma falha no processo de distribuição dos documentos. Eu já abri um chamado no CSS do Serpro, mas seria interessante quem notar o problema fazer o mesmo pra dar peso lá.... O endereço é: http://serpro.gov.br/menu/suporte1/especificos/sped
  35. 1 ponto
    Bom dia. Não é muito complexo, veja: 020 é para transportador cadastrado com contribuinte do ICMS. 090 no caso de transportador autônomo O problema é a questão da substituição tributária 060. Veja: Qualquer que for o regime de recolhimento do transportador, o remetente deduzirá 20% do imposto a ser recolhido. Caso o transportador utilize o regime débito e crédito se for o caso, deverá estornar os créditos oriundos desta prestação no referido período. Portanto, o problema maior trata-se justamente da substituição tributária.
  36. 1 ponto
    Bom dia a todos, fiz algumas melhorias na impressão da DANFE NFe e NFCe, utilizava anteriormente o trunk e migrei recentemente para o trunk2 1) alterei para que ao invés de utilizar o evento frxReportBeforePrint seja utilizado o evento frxReportBeginDoc, que só é chamado ao inicio da impressão, o evento BeforePrint é chamado antes da impressão de cada um dos componentes colocados na impressão, causando uma certa lentidão. no trunk já havia realizado a alteração em meus fontes locais, porém agora decidi compartilhar as minhas alterações com os demais utilizadores do ACBr porque dessa mudança: além de ficar mais rápida a geração da impressão, consigo atribuir o evento frxReportBeforePrint na minha aplicação, podendo customizar vários pontos, já que trabalho com a versão do FastReports Embarcadero Edition, que não oferece o recurso de scripts no report. ACBrNFeDANFEFRDM.pas
  37. 1 ponto
    Boa noite a todos, Esses estagiários da SEFAZ são uma piada.
  38. 1 ponto
    Boa tarde Heto, Feito, bastava alterar o arquivo Cidades.ini, favor atualizar todos os fontes de todas as pastas. Inicie os testes com o programa exemplo.
  39. 1 ponto
    Tive que fazer algumas alterações para que seu comando fosse aceito. Verifique principalmente a parte de pagamentos. exemplo-sat.txt
  40. 1 ponto
    Boa tarde, descobri o problema das dlls, era isso ao ativar o sat o monitor ficava aguardando o sat que nao era encontrado fazendo com que parasse de responder. Um outro problema era de conflitos de portas com a impressora e o sat, desinstalando os drivers e instalando novamente resolveu, quanto as dlls so foi copiar a bemaSat32.dll para mesma pasta do monitor que funcionou...
  41. 1 ponto
    Bom dia pessoal do ACBr, Estava com o problema e aparentemente não tinha solução.. Porém, ontem ao fazer uma nova atualização dos fontes do ACBr e compilar novamente o projeto ACBrMail, funcionou perfeitamente o envio pelo servidor próprio. O engraçado foi que não mexi em nada nem nos fontes atualizados, nem nas configurações de acesso. Isso me faz crer que era alguma coisa nos fontes que foi corrigida. Agora, está tudo funcionando perfeitamente. Achei pertinente avisar, para podermos colocar o tópico como resolvido! Obrigado a todos que colaboraram. Um abraço!
  42. 1 ponto
  43. 1 ponto
    Bom dia Ronaldo, Acredito que os estagiários da SEFAZ-SP fizeram uma cópia dos WSDL e esqueceram de alterar as URLs de serviço e SoapAction. Desculpe a culpa é sempre do estagiário.
  44. 1 ponto
    Muito obrigado!, Italo Uma beleza. Era um problema de entender a documentação, com o nosso Português limitado. Tivemos que converter caracteres MensagemXML o formato correspondente.
  45. 1 ponto
    O relocate só deve ser usado quando o mesmo repositório está em outro endereço. Caso você tenha fonte diferente pode ter problemas. Melhor baixar novamente, do zero. O endereço para o trunk2 é svn://svn.code.sf.net/p/acbr/code/trunk2
  46. 1 ponto
    NT 2016.002 v1.20 https://www.nfe.fazenda.gov.br/portal/exibirArquivo.aspx?conteudo=20k0jfiSgtk=
  47. 1 ponto
    Boa tarde Atualizado no SVN o ajustes referente ao ACBrBancoSafraBradesco.pas
  48. 1 ponto
    Seu post parece uma acusação... se você não confia no ACBRSAT... Então não use...
  49. 1 ponto
    Boa noite Ronei, Eu não implementei e acredito que ninguém deve ter implementado. Eu em particular não vou implementar, pois existe um projeto piloto visando criar a NFS-e a nível Nacional como foi feito com a NF-e, CT-e, MDF-e. A intensão é esse projeto expandir para todas as cidades brasileiras a partir de janeiro/2018.
  50. 1 ponto