Ir para conteúdo
RodrigoJunqueira

Homologação ACBr impressora não fiscal Elgin i9

Recommended Posts

Através dos exemplos do ACBr efetivamos testes utilizando as impressoras térmicas não fiscais Elgin i9 e Elgin i7, e com bases nos resultados obtidos irei detalhar todo procedimento realizado.

Todos os procedimentos de testes tomaram como foco a impressora Elgin i9, onde que a i7 foi utilizada para fins comparativos entre ambos modelos.

*OBS: Manuais, Drivers, aplicativos e outros utilitários da impressora devem ser baixados através no site do fabricante acessando o link:

http://www.elgin.com.br/institucional/produto.php?prod=NjEy&sessao=auto

1.jpg

(imagem 1)

 

Sobre a instalação:

Os testes foram realizados utilizando o sistema operacional Windows 8.1 Pro com interface 64bits, onde este após a conexão como o cabo USB da impressora já ligada e com bobina, instalou seus drivers deixando a impressora pronta para o uso.

De acordo com o fabricante, a impressora é disponibilizada com a interface de comunicação USB habilitada.

É possível alterar a interface de comunicação para “Porta Serial Virtual”, seguindo os passos no aplicativo Utility: (Ver imagem 2)

  1. Selecionar a impressora na “Lista de Impressoras”;

  2. Ir em "Configurações Avançadas...";

  3. Ir em "Configurações Porta USB";

  4. Selecionar agora qual interface será utilizada e clicar em "Configurações".2.jpg

    (imagem 2)
     

  5. Após isso foi necessário reiniciar a impressora, para assim instalar o driver de acordo com a comunicação selecionada.

Concluída a instalação, podemos verificar o driver da impressora no gerenciador de dispositivos do Windows.

A emulação da porta serial virtual trabalha com uma baud rate em 115200.

Com o objetivo de outras interfaces de comunicação (USB, COM, LPT ou TCP/IP), é necessário instalar o driver disponibilizado no site do fabricante.

Para utilização com o SAT Teste, é necessário que a impressora esteja instalada no Windows.

Para utilização da impressora no PosPrinterTestes, é necessário que esta esteja com sua porta Virtual Serial emulada, ou caso sua comunicação seja por USB ou TCP/IP, a mesma precisa ser instalada e compartilhada no Windows. A comunicação TCP/IP também pode ser realizada através da porta TCP:IP:Porta.

Nos testes utilizando o cabo Ethernet, foi necessário utilizar a versão 1.0.5.2 do driver (esta versão foi adquirida através do contato com o suporte técnico Elgin). Antes da instalação, é necessário fixar a configuração de rede na impressora, tal procedimento pode ser feito em duas maneiras distintas, sendo estas:

  1. A primeira forma de configurar a rede é através de um navegador de internet, seguindo os passos: (Ver imagem 3)

  • O IP de fábrica da impressora utilizada é o 192.168.0.31, portanto, acessar o painel de configurações informando este IP em um navegador de internet;

  • Em "Configuration" > "TCP/IP" colocar o IP e o Gateway na mesma faixa da rede interna utilizada;

  • Após isso clicar em "Submit" e depois em "Reset". 

3.jpg

(imagem 3)
 

  1. Outra forma de configurar a rede é através do aplicativo Utility, indo em: (Ver imagem 4)

  • Configurações Avançadas;

  • Configurações Ethernet;

  • Informar os dados necessários conforme sua rede interna e clicar em Escrever.

4.jpg

(imagem 4)

A instalação foi realizada seguindo os seguintes passos: (Ver imagem 5)

  1. Executar o driver;

  2. Selecionar o "Nome do Driver";

  3. Clicar em "Criar porta ...";

  4. Informar o IP fixado na impressora  eclicar em "ESTÁ BEM";

5.jpg

(imagem 5)

 

A instalação do modelo i7, que utiliza apenas comunicação via USB ou Serial Virtual, foi semelhante à instalação do modelo i9, utilizando assim o mesmo driver.

 

Para a configuração do logotipo na impressora, seguir os passos:

  1. Utilizando o aplicativo Utility, selecionar a impressora na Lista de Impressoras e clicar em “Gerenciar Imagens”; 

  2. Clicar em “Download”. (Ver imagem 6)

6.jpg

(imagem 6)

  1. Clicar em “Adicionar” e localizar a imagem que será utilizada;

  2. Clicar em “Modo download de G”. (Ver imagem 7) 

7.jpg

(imagem 7)

  1. Após a confirmação do download, a imagem será exibida em “Lista de imagens”, sendo os dois números exibidos o KeyCode1 e KeyCode2. (Ver imagem 8)

8.jpg

(imagem 8)

 

Sobre a utilização:

  • ACBrPosPrinter

Os resultados informados abaixo foram adquiridos, em testes, utilizando o componente ACBrPosPrinter e o seu Demo PosPrinterTestes.exe.

As configurações utilizadas foram:

  • Modelo: ppEscPosEpson (o protocolo ppEscElgin não deve ser utilizado para esta impressora, pois ele é específico para o modelo Elgin VOX).

  • Porta:

    • Informar a COMxx emulada, ou

    • Compartilhamento do Windows (ex: \\localhost\elgin), ou

    • Para comunicação TCP/IP, informar TCP:IP:Porta. (ex: TCP:192.168.93.31:9100).

  • Ajustar a Baud Rate em 38400 ou 115200. (Padrão de fábrica 115200, porém de acordo com o fabricante, ao utilizar a porta 38400, automaticamente é convertido para 115200, sendo assim funcional com ambas)

  • Colunas: 48.

  • Espaços: A tag 0 deixou o espaçamento entre as linhas adequado, porém foi possível aumentar o mesmo sem verificar problemas, deixando o espaçamento menor e, consequentemente, diminuindo o tamanho da impressão.

  • Linhas a Pular: 2 (ao deixar com 0 a guilhotina foi acionada antes do término da impressão).

  • Pag.Codigo: pc850 (a impressora é compatível com as páginas de códigos pc437, pc850, pc852, pc860, pc1252, dentre outras que podem ser verificadas no manual do usuário).

  • Cod.Barras: Largura - 0, Altura - 0, tag Exibe Numero ativa.

  • Logotipo: KC1 - 48, KC2 - 48 (o keycode do logotipo configurado é o 0 0, assim informar seu valor corresponde de acordo com a tabela ASCII), Fator x - 1 para logotipo reduzido ou 2 para expandido na largura, Fator y é semelhante ao Fator x, porém utilizado regular a altura.

  • Gaveta: Gaveta - 1, On - 50, Off - 200.

 

Resultados apresentados nas Tags de impressão:

  • Tags de Formatação de Caracter: A impressão funcionou corretamente, com exceção da fonte itálico (não encontrado nenhuma especificação informando os tipos de fontes utilizados). (Ver imagem 9)

9.jpg

(imagem 9)

  • Tags de Alinhamento: Todos os três alinhamentos (esquerda, centralizado e direita) foram impressos corretamente. (Ver imagem 10)

10.jpg

(imagem 10)

  • Teste de Código de Barras: Os códigos EAN 8, EAN 13, CODE 39, CODE 93, CODE 128 e UPC-A foram impressos corretamente, conforme informados no manual, os códigos INT 25 e CODABAR também foram impressos, porém estes não se encontram no manual, os códigos STD 25, CODE 11 e MSI não foram impressos pois não são compatíveis. (Ver imagem 11)

11.jpg

(imagem 11)

  • Tags de QRCode: A impressão dos QRCodes funcionou corretamente, ajustando os alinhamentos e tamanhos. A leitura é funcional. (Ver imagem 12)

12.jpg

(imagem 12)

  • Tags de Logotipo: O logotipo foi impresso corretamente. (Ver imagem 13)

13.jpg

(imagem 13)

  • Tag de Gaveta: A comunicação com a gaveta foi efetuada corretamente.

  • Leitura de Status: Retornos apresentados (utilizando as três formas distintas de configuração de porta):

    • Impressora pronta para o uso, retornou a mensagem: “Nenhum Erro encontrado”.

    • Impressora com tampa aberta, retornou a mensagem: “stOffLine, stTampaAberta”.

    • Impressora com a bobina perto do fim, retornou a mensagem: “stPoucoPapel”.

    • Impressora sem bobina, retornou a mensagem: “stPoucoPapel, stSemPapel, stOffLine”.

 

  • SAT Teste

Os resultados relatados abaixo foram levantados através do componente Fortes Report, utilizando o SATTeste.exe.

As configurações de impressão utilizadas foram as seguintes:

  • Largura: 280.

  • Topo: 5.

  • Fundo: 400.

  • Esquerda: 0.

  • Direita: 2.

Resultados apresentados após as impressões:

  • Durante os testes foram impressos extratos e extratos resumidos de cupons fiscais eletrônicos, contendo as seguintes informações descriminadas:

    • Logotipo;

    • Dados do consumidor;

    • 6 itens distintos;

    • Totalizadores;

    • Dados para entrega;

    • Observações do contribuinte;

    • Valor aproximado dos tributos dos itens;

    • Numeração do SAT;

    • Código de barras;

    • QRCode.

  • Todos os campos saíram corretamente seguindo as tags de formatação de caracteres, o logotipo saiu centralizado, as quebras de linha foram acionadas no momento certo como também a guilhotina.

  • As impressões dos extratos de vendas do SAT foram realizadas com uma média de, aproximadamente, 250 milissegundos.

  • Os extratos resumidos de vendas do SAT foram impressos com uma média de, aproximadamente, 220 milissegundos.

14.jpg

(imagem 14)

 

Comparativo i9 vs i7:

A impressora térmica i7 é um modelo mais simples do modelo i9, com alguns aspectos notáveis de diferença, sendo estes:

  • Em questões físicas, o modelo i7 é menor visando sua largura e altura.

  • O modelo i7 não possui guilhotina, BIPs informativos e nivelamento para o aviso de pouco papel. Sua comunicação é realizada apenas via USB ou Serial Virtual.

  • A impressora i7 imprimiu extratos de vendas com uma velocidade média de, aproximadamente, 250 milissegundos, e os extratos resumidos em, aproximadamente, 230 milissegundos, mostrando que, em questões de velocidade, ambas são semelhantes, porém o modelo i9 é alguns milésimos de segundo mais rápido.

  • Utilizando o PosPrinterTeste todas as tags obtiveram os mesmos resultados com ambas impressoras.

 

Conclusões:

A impressora térmica não fiscal Elgin i9 é uma ótima escolha, além de possuir uma boa apresentação física, os seus avisos sonoros auxiliam o usuário a se precaver, evitando transtornos durante a sua utilização. Em ambas impressoras, a troca de bobina é realizada de forma simples, possuindo uma imagem de auxílio.

O procedimento de instalação é simples de ser realizado, porém este pode se tornar um pouco complicado quando feito por usuários sem familiaridade no ramo, devido à necessidade em alterar o tipo de comunicação entre Virtual Serial ou USB (dependendo da forma de utilização), e caso a utilização seja feita via TCP/IP, o driver utilizado para instalação direta deve ser solicitado junto ao suporte técnico de automação Elgin, não sendo disponibilizado para download no site (em testes, foi possível realizar a comunicação adicionando a porta TCP/IP diretamente pelo Windows, porém tal procedimento requer um conhecimento básico sobre como manusear as impressoras instaladas).

Foi atualizado o Firmware de ambas as impressoras sem encontrar problemas durante o procedimento. No modelo i7, a atualização foi necessária para impressão do QRCode “Exemplo de QRCode para SAT” (imagem 12), o procedimento realizado em ambas impressoras é descrito no anexo Atualização do Firmware no término deste tópico.

Ambos os modelo são rápidos e trabalham perfeitamente em ambientes de produção, porém a guilhotina existente na i9 é um diferencial notório, devido a grande agilidade pós impressão em um ambiente de grande movimentação.

 

 

*Anexo Atualização do Firmware.

  • Modelo i9:

Para atualização do firmware foi utilizado o aplicativo Elgin Utility na versão 1.2.2.10, e o arquivo DFU na versão 1.3.24. (Aplicativo e DFU disponíveis para download no site).

Os procedimentos executados durante a atualização foram realizados seguindo os passos descritos no arquivo “Procedimento gravação de Fw - i9_Ver 1.2.pdf”, localizado dentro do arquivo compactado “FW – i9_V1.3.24.rar”, que pode ser encontrado no site.

Todo procedimento foi realizado sem localizar problemas.

  • Modelo i7:

Para atualização do firmware foi utilizado o aplicativo Elgin Utility na versão 1.2.2.10, e o arquivo DFU na versão 1.00.08. (DFU coletado diretamente com o suporte automação Elgin).

A atualização procedeu seguindo os passos:

  1. Em lista de impressoras, selecionar o modelo que será atualizado (se necessário configurar o mesmo em “Adicionar Impressora”);

  2. Após a conexão ser funcional, clicar em “Atualizar FW. (Ver imagem 15)

15.jpg

(imagem 15)

  1. Clicar em “Selecione Arquivo DFU...”

  2. Após abrir o arquivo ELGIN_i7_V1.00.08.dfu clicar em “Update”;

  3. Ao confirmar a mensagem é necessário reiniciar a impressora. (Ver imagem 16)

16.jpg

(imagem 16)

 

impressora i9 pos 1.jpg

Elgin i9 x Elgin i7

 

  • Curtir 14

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Teste de desempenho – Elgin i9 e Elgin i7

 

A fim de testar o desempenho das impressoras, simulamos a impressão de vários extratos do SAT, e em todas as formas de impressão, consideramos um XML de venda já emitido e carregado no componente SATTeste, realizando a impressão através deste.

*Todos os valores de tempo demonstrados nesta postagem são em milissegundos.

 

  • Elgin i9

 

    • Fortes Report 

As configurações foram as seguintes:

  • Largura: 290

  • Topo: 0

  • Fundo: 400

  • Esquerda: 3

  • Direita: 2

 

Resultados apresentado:

fortes.jpg

 

    • Comandos ESC/POS

 

      • Serial Virtual (COM)

 

As configurações através da porta serial virtual emulada foram as seguintes:

  • Modelo: ppEscPosEpson

  • Porta: COMxx

    • Baud Rate: 115200

    • Buffer de Envio: 1000

  • Colunas: 48

  • Espaços Linhas: 40

  • Linhas Pular: 3

  • Pag.codigo: pc850

 

Resultados apresentado:

virtual.jpg

 

      • Comando RAW

 

As configurações através do comando RAW foram as seguintes:

  • Modelo: ppEscPosEpson

  • Porta: RAW:elgini9

    • Baud Rate: 115200

    • Buffer de Envio: 1000

  • Colunas: 48

  • Espaços Linhas: 40

  • Linhas Pular: 3

  • Pag.codigo: pc850

 

Resultados apresentado:

raw.jpg

 

      • Comunicação TCP:IP

 

As configurações TCP:IP foram as seguintes:

  • Modelo: ppEscPosEpson

  • Porta: TCP:192.168.93.31:9100

    • Baud Rate: 115200

    • Buffer de Envio: 1000

  • Colunas: 48

  • Espaços Linhas: 40

  • Linhas Pular: 3

  • Pag.codigo: pc850

 

Resultados apresentado:

tcp.jpg

 

  • Elgin i7

 

    • Fortes Report

 

As configurações foram as seguintes:

  • Largura: 290

  • Topo: 0

  • Fundo: 400

  • Esquerda: 3

  • Direita: 2

 

Resultados apresentado:

i7_spooler.jpg

 

    • Comandos ESC/POS

 

      • Serial Virtual (COM)

 

As configurações através da porta serial virtual emulada foram as seguintes:

  • Modelo: ppEscPosEpson

  • Porta: COMxx

    • Baud Rate: 115200

    • Buffer de Envio: 1000

  • Colunas: 48

  • Espaços Linhas: 40

  • Linhas Pular: 3

  • Pag.codigo: pc850

 

Resultados apresentado:

i7_com.jpg

 

      • Comando RAW

 

As configurações através do comando RAW foram as seguintes:

  • Modelo: ppEscPosEpson

  • Porta: RAW:elgini7

    • Baud Rate: 115200

    • Buffer de Envio: 1000

  • Colunas: 48

  • Espaços Linhas: 40

  • Linhas Pular: 3

  • Pag.codigo: pc850

 

Resultados apresentado:

i7_raw.jpg

 

Leitura do status da gaveta.

 

Através do PosPrinterTeste, complementamos o teste de leitura de status das impressoras, com a gaveta de dinheiro conectada à mesma. Em ambas, foi retornado o seguinte status:

stGavetaAberta,

A leitura de status só foi realizada utilizando as portas de comunicação “Serial Virtual (COM)” e “TCP:IP:Porta” (sendo a comunicação TCP exclusiva do modelo i9).

 

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

  • Atenção !!  Este tópico está sem resposta há mais de 120 dias.

×