Jump to content
Notícias do ACBr

click.png

click.png

click.png

click.png

click.png

click.png

logo_acbr_paygo.png

TEF ACBr PayGo
Seja um revendedor e ofereça uma solução completa para seu cliente.


Saiba mais

beneficios.png

click.png

click.png

click.png

Exemplos de ent.txt (Pedido)


  • Este tópico foi criado há 1587 dias atrás.
  • Talvez seja melhor você criar um NOVO TÓPICO do que postar uma resposta aqui

Recommended Posts

Oi pessoal, vi vários exemplos de entrada.txt mas ainda assim não consegui chegar em uma sintaxe correta na hora de inserir os produtos, entendi a ideia das tributações, estou com uma grande dificuldade com relação a sintaxe dos arquivos txt

supondo que o produto seja:

[Produto001]
                          cProd = 13
                          infAdProd = 
                          cEAN = 7896261013490
                          xProd = Sprite Lata 350ml
                          NCM = 04072100
                          CFOP = 5102
                          uCom = Un
                          Combustivel = 0
                          qCom = 1
                          vUnCom = 1.0000
                          indRegra = A
                          vDesc = 0
                          vOutro = 0
                          vItem12741 = 2,50
                            [ObsFiscoDet001]
                          xCampoDet = "
                          xTextoDet = "

 

Gostaria de pedir à vocês um exemplo de entrada(de produto) para os seguintes casos

caso 1:

sprite com

Regime tributario: simples nacional

icms 18%

pis = 1,65%

confins 7,60%

MEI

 

 

 

caso 2

sprite com

Regime tributario: simples nacional

icms 14%

pis = 0,65%

confins 3,00%

MEPP

 

e o ultimo caso de substituição de tributação 

sprite com

Regime tributario: simples nacional

icms 13,5%

pis = 1,87%

confins 1,50%

MicroEmpresa 

 

alguém poderia anexar esses 3 arquivos txt?

 

Muito obrigado!!!!!

ENT VENDA.txt

Edited by diogoboa
Link to comment
Share on other sites

  • Moderadores

Com as informações passadas não dá pra montar o arquivo corretamente. Verifique os campos abaixo e preencha os necessários pra cada situação, não é necessário preencher todos.

[ICMSXXX]
orig=
CST=
CSOSN=
modBC=
pRedBC=
vBC=
pICMS=
vICMS=
modBCST=
pMVAST=
pRedBCST=
vBCST=
pICMSST=
vICMSST=
UFST=
pBCOp=
vBCSTRet=
vICMSSTRet=
motDesICMS=
pCredSN=
vCredICMSSN=
vBCSTDest=
vICMSSTDest=
vICMSDeson=
vICMSOp=
pDif=
vICMSDif=

[PISXXX]
CST=
vBC=
pPIS=
qBCProd=
vAliqProd=
vPIS=

[COFINSXXX]
CST=
vBC=
pCOFINS=
qBCProd=
vAliqProd=
vCOFINS=

djsystem-logo.png
 youtube.png facebook.png instagram.png linkedin.png
André Ferreira de Moraes | Analista de Sistemas
www.djsystem.com.br | www.djpdv.com.br
www.tefhouse.com.br | www.lambretinha.com.br
Link to comment
Share on other sites

Obrigado André!

Tenho me dedicado muito nos últimos dias para começar minha carreira de desenvolvedor, essa parte de legislação é um pouco complicada(quando se é novato), questões de tributações etc. Hoje mesmo tomei conhecimento sobre a pagina de olho no imposto(através do site do regys), baixei uma versão da tabela de alíquotas vinculadas as ncm's. Tomei a iniciativa e já transformei as informações em dados para meu banco de dados, e também em pdf para mostrar ao meu futuro contador(que desconhece a existência deste site), acredito que você já tenha trabalhado com essa ferramenta. Não gostaria de ser inconveniente contigo, mas abusando um pouco mais da sua boa vontade, (Amanha estarei indo ao escritório abrir meu cnpj), eu gostaria de fazer as seguintes perguntas:

 

1- É REALMENTE valido ao fisco aplicar as alíquotas que estão na tabela IBPTax.csv (no regime simples/para um consumidor final)?

2- Qual argumento convincente eu poderia dar à meu futuro contador para que eu possa utilizar essa tabela?

3- Como seria o preenchimento do arquivo ent.txt? como ficaria o preenchimento dos campos pins/confins e icms??? A tabela IBPT pode substituir os valores do icms/pins/confins no arquivo texto?

 

 

Muito obrigado, vocês aqui do fórum tem me ajudado bastante nessa nova caminhada!

17092461_1467833633228214_292658722_n.thumb.jpg.7e9708a9e7cbb17e5d710548be6237db.jpg

Link to comment
Share on other sites

  • Moderadores
Em 14/03/2017 at 03:28, diogoboa disse:

1- É REALMENTE valido ao fisco aplicar as alíquotas que estão na tabela IBPTax.csv (no regime simples/para um consumidor final)?

2- Qual argumento convincente eu poderia dar à meu futuro contador para que eu possa utilizar essa tabela?

3- Como seria o preenchimento do arquivo ent.txt? como ficaria o preenchimento dos campos pins/confins e icms??? A tabela IBPT pode substituir os valores do icms/pins/confins no arquivo texto?

Boa tarde!

Resposta  1 -  Link: https://deolhonoimposto.ibpt.org.br/Site/Faq   Item de número 4 e item número 1
Seção - Dúvidas quanto ao Cálculo.

 

Citar

4 - Quando a empresa está no Simples Nacional, mesmo pagando um percentual reduzido, hipoteticamente 10%, ainda assim deve destacar uma carga tributária maior, quando informado na NCM, por exemplo 35%?

Sim, deve informar a alíquota que está na Tabela IBPT do IBPT. 
Embora as empresas do SIMPLES Nacional paguem percentual reduzido de tributo sobre a venda, elas não fazem jus ao crédito tributário de etapas anteriores. Desta forma, se a empresa do SIMPLES pagou na etapa anterior 18% de ICMS + 15% de IPI, 1,65% de PIS e 7,6% de COFINS, este imposto da etapa anterior pago pelas mercadorias fica embutida no preço. 
Adicionalmente a esta carga tributária que já foi paga, ainda é acrescido, o imposto do Simples Nacional, que neste exemplo, representa mais 10% sobre a venda ao consumidor. 
O IBPT já leva em conta diversos fatores de ponderação para obter os percentuais que oferece. Por exemplo, em relação ao IPI é descontado o valor agregado da indústria ao consumidor. Deste modo, o usuário da Tabela IBPT não precisa se preocupar com os cálculos. Basta que relacione a tabela com o seu cadastro de produtos ou serviços, conforme demonstrado no item “7 – Padrão Técnico” deste manual e a tributação do optante do SIMPLES será visualizada automaticamente através do software de automação comercial, desde que a NCM esteja adequadamente parametrizada para o produto, e, serviços de acordo com a NBS.

 

1 - As alíquotas apresentadas no cupom fiscal são diferentes para o regime Simples Nacional, MEI, Lucro Presumido, Lucro Real ou Lucro Arbitrado?

Nos cálculos oferecidos pelo IBPT em atendimento ao art. 2º da lei 12.741/2012 as alíquotas são as mesmas para todos os regimes tributários, sendo diferenciadas em relação a cada NCM – Nomenclatura Comum do Mercosul e NBS – Nomenclatura Brasileira de Serviços. 
O IBPT, dentro de sua metodologia, levou em conta a alíquota média de todos os regimes tributários, com diversos fatores de ponderação, chegando ao valor aproximado para ser utilizado por Estado.


Resposta 2 - Item de número 5  - Mesmo link
Seção: Dúvidas Gerais
 

Citar

Por que devo usar a solução do IBPT?

Uma das vantagens de se utilizar a tabela ou cartaz IBPT é que a responsabilidade pelo cálculo é da entidade IBPT e não da empresa. Caso sua empresa opte por usar a tabela do IBPT é importante citar a fonte para configurar a isenção de responsabilidade da empresa.


Resposta n. 3
Não entendi a pergunta. :(


logoacbr.pngConheça o Portal do Projeto ACBr

Ajude o Projeto ACBr crescer - Assine o SAC ACBr
Assine um dos planos de longa duração do SAC ACBr, obtenha Descontos Especiais, Parcele no Cartão e ainda ganhe Brindes Exclusivos. Saiba mais aqui

Conheça o ACBrLib, o ACBr de forma nativa para qualquer linguagem de programação. Saiba mais aqui

 

 

 

 

Link to comment
Share on other sites

×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.