Jump to content

Promoção 25 Anos de Delphi
25% de desconto em todas as versões

Saiba mais

Ganhe o curso Tributação NF-e para Desenvolvedores

Assinando o SAC Anual este mês
botao.png

 

Balança SM100 performance surpreendente

Tecnologia Japonesa   Teclado e Visor resistentes a água
Consumo inteligente de etiquetas   Baixo custo de manutenção
Comunicação Ethernet e WIFI independentes

Saiba Mais

Impressora de Etiquetas ELGIN - L42 PRO

Protocolos PPLA, PPLB, ZPL, EPL (automático)
Porta USB padrão Opcionais: Ethernet, Serial, Paralela
Sensor de Etiquetas Móvel Garantia de 18 meses

Saiba mais

Leaderboard


Popular Content

Showing content with the highest reputation on 02/18/2020 in Posts

  1. 4 points
    Bom dia, Depois de muita lida e ajuda de todos, ao que tudo indica, o problema está resolvido. Para registro vou explicar o que estava fazendo e, segundo a dica passada pelo @Daniel Simoes, não era a forma ideal. Vamos lá: O que preciso é que sejam alimentadas duas variáveis (VCNPJCert e VVctoCert) para uso em outras rotinas. Isso precisa ser feito antes de qualquer outra operação relacionada a documentos fiscais. Logicamente que primeiro são alimentadas todas as propriedades SSL do componente ACBrNFe1 e que não precisa detalhar aqui. Forma que eu estava (errada) - ACBrNFe1.SSL.NumeroSerie := SerieDoCertGravadaEmIni; - VVctoCert := ACBrNFe1.SSL.CertDataVenc; //esta linha e a próxima, disparavam a rotina ACBrNFe1.SSL.SelecionarCertificado, a qual, além de ser mais lenta, gerava o problema depois quando a aplicação era encerrada e destruía o componente ACBrNFe1, que foi o problema inicial deste post. - VCNPJCert := ACBrNFe1.SSL.CertCNPJ; Forma ideal (correta) - ACBrNFe1.SSL.LerCertificadosStore; - for I := 0 to ACBrNFe1.SSL.ListaCertificados.Count-1 do With ACBrNFe1.SSL.ListaCertificados do begin if NumeroSerie = SerieDoCertGravadaEmIni then //se é o certificado que o usuário selecionou no módulo de parametrização begin VVctoCert := DataVenc; VCNPJCert := CNPJ; end; end; Obrigado a todos.
  2. 3 points
    Olá pessoal, Foi removido dos componentes ACBrBPe, ACBrCTe, ACBrMDFe, ACBrNFe e ACBrNF3e das units que geram o XML a propriedade AjustarTagNro. Essa propriedade foi acrescentada porque ao usar o OpenSSL, os campos string com menos de 3 caracteres geravam erros de validação. A motivação para a remoção dessa propriedade foi: Os componentes listados acima ao gerar o XML se o conteúdo do campo “nro” tiver apenas 1 ou 2 dígitos eram ajustados para 3 dígitos, consequentemente causando problemas na cidade de Barretos/SP, pois nessa cidade existem imóveis diferentes com numeração 10 e 010 (zero a esquerda) na mesma rua. Por incrível que pareça é zero mesmo e não a letra "O". Caso alguém venha ter problemas de validação com o campo nro, favor tratar da seguinte forma: ao alimentar o campo nro: nro := ExecutarAjusteTagNro(True, cNumero); Onde: cNumero é uma variável da sua aplicação que contem o numero do imóvel situado no logradouro. Devemos incluir em uses a unit pcnAuxiliar. A função ExecutarAjusteTagNro vai realizar o ajuste necessário para que o campo nro fique com no mínimo 3 dígitos.
  3. 2 points
    Use a força, leia os fontes... veja: procedure NotaFiscal.Assinar; var XMLStr: String; XMLUTF8: AnsiString; Leitor: TLeitor; begin with TACBrNFe(TNotasFiscais(Collection).ACBrNFe) do begin if not Assigned(SSL.AntesDeAssinar) then SSL.ValidarCNPJCertificado( NFe.Emit.CNPJCPF ); end; // Gera novamente, para processar propriedades que podem ter sido modificadas <==== AQUI XMLStr := GerarXML; .....
  4. 2 points
    No caso seu software de compactação deve de estar achando que é um arquivo zip mas pega e abre ele assim mesmo no bloco de notas pra tu ver
  5. 1 point
    Usa o TOpenDialog para ele selecionar o arquivo. Tem como definir filtros para listar somente as extensões desejadas. if OpenDialog1.Execute then FilenameFocusEdit1.Text := OpenDialog1.FileName; E para salvar, utiliza o TSaveDialog, assim permite ao "utilizador" escolher o nome do novo arquivo. if SaveDialog1.Execute then FilenameFocusEdit1.Text := SaveDialog1.FileName; Usei no código o componente visual do seu exemplo o FilenameFocusEdit1.Text Seria isso talvez?
  6. 1 point
    Bom dia A recomendação é que realize os testes e homologação com o demo SATTest, conforme exemplificado neste tópico: A integração de pagamento é realizada diretamente com o Integrador, por isso não foi disponibilizado no ACBrMonitor, note que precisa gerar um XML simples com os dados do pagamento e vai obter a Retorno no diretório do Integrador. Para pagamento POS veja no tópico que é necessário utilizar o simulador POS do Ceará para homologar, isso não é funcional em Produção no CE.
  7. 1 point
    Complementando a resposta do nosso amigo Daniel Simoes, a função que insere ou não o texto enviado para o MicroTerminal se chama "echoMode". Estuda os tipos de tratativas que essa funçao tem e adequa na sua tratativa que resolverá seu problema. Att.
  8. 1 point
    Sobre os TimeOuts... veja os tempos da Sefaz Virtual RS, nesse site: http://www.nfce.se.gov.br/portal/painelMonitor.jsp Nesses casos, você deve chavear sua aplicação para modo off-line
  9. 1 point
    Podemos fazer alguns ajustes, para evitar o erro... mas sem carregar o evento, o componente não saberá imprimir o Cancelamento... Estranho... olhando os fontes... o Layout de impressão quando o Flag "Cancelada" está ligado, não seria esse... veja em procedure TACBrNFeDANFCeFortes.ImprimirInterno if Cancelado then RLLayout := rlCancelamento else RLLayout := rlVenda;
  10. 1 point
    Você precisa preencher o xCampoDet com o Código Produto ANP Veja esse tópico:
  11. 1 point
    Acho que o próprio Terminal, responde com "OnLine", quando o KeepAlive é executado... Veja no Log, em qual evento ela chega... creio que você possa fazer um tratamento na sua aplicação, para isso...
  12. 1 point
    Obrigado por reportar. Fechando. Para novas dúvidas, criar um novo tópico.
  13. 1 point
  14. 1 point
    Você consegue testar em outra máquina ? Minha teoria, é que algo (algo outro software) nessa máquina, está carregando a OpenSSL antiga, e por algum motivo o ACBrMonitorPLUS, faz uso dela, a não da versão que ele distribui... @José M. S. Junior, por favor insira um botão para exibir a versão da biblioteca de criptografia... Basta exibir o resultado de: ACBrNFe1.SSL.SSLCryptClass.Versao;
  15. 1 point
    Uma vez que você ficar em modo off-line, evite tentar consultar o SEFAZ, até N minutos (10 minutos, por exemplo)... Ou seja, faça tudo em off-line...
  16. 1 point
    Veja esse tópico na Base de Conhecimentos...
  17. 1 point
    Por ser código aberto, na verdade não é um segredo... Essa criptografia penas serve para evitar usuários finais bisbilhoteiros.... Veja esse tópico:
  18. 1 point
    Sim. Agradecemos você ter relatado.
  19. 1 point
    Em alguns tamanhos de fonte deu certo em outros não.. Mas já resolveu meu problema. Obrigado pela dica @Daniel Simoes
  20. 1 point
    Obrigado José. Assim que meu gerente me liberar vou tentar implementar essa versão de layout 030. Se quiser pode fechar o tópico, pois não sei quando poderei fazer a implementação, pois não depende só de mim Muito obrigado pela atenção!
  21. 1 point
    Blza, somente setei o FcomponenteBoleto.Banco.TipoCobranca para cobUnicredES somente para criar mas as funções do CNAB 240 deixei tudo no UnicredRS, funcionou certinho. Vou fazer a homologação agora. Quando estiver ok vou postar aqui para vocês analisarem e postarem no SVN se possível. Blz?
  22. 1 point
    Olá Valdir, Essa mensagem não é levantada pelo componente em si. Note que a mensagem é do Windows. Na barra de título está escrito "Segurança do Windows". Como você deve saber, os certificados A3 usando WinCrypt são acessados via Windows. Não sou especialista em certificados, mas pelo que você descreveu imagino que o Windows está detectando que o usuário removeu o certificado enquanto ainda em uso. Seria algo semelhante a remover o pendrive enquanto está rodando o chkdsk nele. Daí o Windows percebe que está errado e avisa o único que pode corrigir a situação - o usuário. Se o cenário for realmente esse, talvez exista alguma maneira de dizer ao Windows que não se está mais usando o certificado. Digamos que isso seja possível, não posso afirmar que seria viável ao componente.
  23. 1 point
    Boa tarde.. Sabe o estranho , e que estava como teContigencia, ai estava dando erro , mudei para teOffline e ai funcionou ... Agradeço a todos ai...
  24. 1 point
    Obrigado pela sugestão @Italo Jurisato Junior , mas não ajuda muito. Eu também penso assim, ou seja, que o usuário deve usar certificado A1. Mas não posso obrigar centenas de usuários a comprar o hardware que EU quero. O que podemos fazer é sempre orientamos a usar A1, mas nossos clientes são livres para fazer como acharem melhor. Se fosse tão simples, o próprio Acbr já poderia ter esse bloqueio e não aceitar A3, que tal? Não seria viável, pois, apesar do A3 ser essa porcaria, temos que aceitar que existe. Nosso papel como desenvolvedor é orientar, mas o usuário também pode ter seus critérios de escolha, segurança, etc. Nosso papel é tentar facilitar o processo, sempre que possível. Isso é o que penso! Abraços.
  25. 1 point
    O GerarNFe / GerarXML vai gerar o XML internamente no componente. Para gravar em arquivo é preciso o componente estar configurado pra isso e a chamada ao método Assinar. O GravarXML vai apenas gravar em arquivo o XML no estado atual.
  26. 1 point
    Ah, uma imagem vale por mil palavras... ou vídeo... rs
  27. 1 point
    Olá pessoal, Foi publica a NT 2020/001 do MDF-e e ela já se encontra em nossa biblioteca. Resumo: O projeto MDF-e Integrado tem como objetivo a disponibilização, pelas Secretarias de Fazenda, de uma infraestrutura digital de documentos, legislações e processos voltados para a simplificação da emissão de documentos fiscais eletrônicos de transporte e integração, dentro de um ecossistema digital, que permite às Empresas Transportadoras de Cargas (ETC), Transportadores Autônomos de Cargas (TAC), ANTT, Administradores de Meios de Pagamentos e as próprias Secretarias de Fazenda, o aperfeiçoamento dos seus processos e compartilhamento de informações entre todos estes atores, a partir de um único documento e infraestrutura já consolidada e em uso por todos os envolvidos. Diante desse desafio, as Secretarias de Fazenda e o ENCAT, vêm nos últimos meses e em parceria com os diversos atores intervenientes, adotando uma série de ações estruturantes voltadas para superação das dificuldades atuais enfrentadas pelos órgãos de controle e geração de um ambiente operacional mais eficiente e competitivo, a exemplo das ações descritas abaixo: Aprovação de legislação nacional que normatizou o compartilhamento dos MDF-e dos 27 estados com os órgãos reguladores de transportes; Aprovação de legislação nacional que normatizou a obrigatoriedade de emissão do MDF-e em todas as operações de transporte, sejam elas intermunicipais ou interestaduais; Implantação da plataforma digital e registro de eventos eletrônicos que permitem ao transportador confirmar a entrega da mercadoria ao destinatário, possibilitando assim, a redução do prazo para o recebimento do frete por parte do caminhoneiro; Aprovação de legislação criando a Nota Fiscal Fácil (NFF), que permitirá aos contribuintes que operam com vendas de mercadorias e transportadores autônomos emitirem seus respectivos documentos fiscais de forma simplificada e a partir do seu próprio smartphone, conforme legislação publicada no D.O.U. do dia 19/12/2019 (Ajuste SINIEF No. 37 de 13 de dezembro de 2019); Publicação dessa NT, que estrutura o MDF-e de forma a possibilitar, entre outros benefícios: Geração automática do CIOT, pelo Sistema MDF-e, tanto para as modalidades TAC-Independente como TAC-Agregado; Automação do processo de fiscalização do Piso Mínimo do Frete (Tabela do Frete), nos termos da Resolução ANTT nº 5.849 de 16 de julho de 2019. Geração de informações para facilitar a negociação de direitos de recebimentos de fretes, por parte do TAC, junto a instituição financeira onde possui conta corrente, sem a interferência de atravessadores. Com essa NT temos: - Alterações de schema e regras de validação do MDF-e - Alterações no schema do modal rodoviário no grupo infANTT - Criação do evento de Pagamento da operação de transporte Portanto teremos um evento novo, criação do grupo Produto Predominante <prodPred> na parte geral do MDF-e, alteração no grupo informações do contratante, inclusão dos campos <xNome> e do <idEstrangeiro>, no modal rodoviário foi criado o grupo informações do pagamento do frete <infPag>. Novas Regras de Validação: Se modal rodoviário e indicador de pagamento for a prazo (tag:indPag=1): O grupo de informações a prazo deve ser informado (grupo:infPrazo). Implementação Obrigatória. Gera a Rejeição: 724. Se modal rodoviário, o grupo produto predominante deve estar informado (grupo: prodPred). Implementação Obrigatória. Gera a Rejeição: 725. Se modal rodoviário e MDF-e possuir apenas um DF-e transportado no grupo infDoc: O grupo de informações da carga lotação (infLotacao) deve estar informado. Implementação Facultativa. Gera a Rejeição: 726. Se modal rodoviário e informado grupo de pagamento, rejeitar se CNPJ/CPF do responsável pelo pagamento estiver inválido. Implementação Obrigatória. Gera a Rejeição: 727. Se moda rodoviário e informado grupo de pagamento, rejeitar se CNPJ do IPEF estiver inválido. Implementação Obrigatória. Gera a Rejeição: 728. Vai ocorrer alterações no componente? Sim Vai ocorrer alterações nos schemas? Sim Vou ter que adequar a minha aplicação? Sim Prazos: Ambiente de Homologação: 09/03/2020 Ambiente de Produção: 06/04/2020
  28. 1 point
    Olá, recebi um telefonema da área jurídica da embarcadero alegando que eu instalei um trial do rad studio e que a licença não retornou e estou entrando com uma ação judicial contra mim. Eu aleguei que tenho sim, o delphi community e que tenho interesso do professional. Posso ter instalado esse trial, mas nunca compilei um programa nele. A pessoa não quis discussão e retornou um email que irá prosseguir com a ação judicial. Já liguei na área de vendas e não podem ajudar. Alguém ja passou por isso aqui? Como resolveu? Obg.
×
×
  • Create New...