Jump to content

Seja-Profissional-Saiba-mais.png Beneficios_banner.png

 

click.png

click.png

click.png

click.png

click.png

click.png

click.png click.png click.png

click.png

click.png

click.png

Leaderboard

Popular Content

Showing content with the highest reputation since 12/17/2021 in all areas

  1. Hoje ocorreu o lançamento da versão 2.2.0 do Lazarus, e com uma grande novidade, que é o FPC 3.2.2. O Lazarus é uma poderosa IDE muito semelhante ao Delphi, e o FPC (Free Pascal Compiler) é compilador da Linguagem Object Pascal... Ambos desenvolvidos em Código Aberto... https://www.lazarus-ide.org/ O anúncio oficial, pode ser lido nesse Link do Fórum oficial do Lazarus: Uma mudança no FPC, pode exigir mais testes de aplicações existentes... Nós do ACBr já estamos testando essa nova versão, e verificando a compatibilidade... Podemos dizer que o desenvolvimento em Lazarus/FPC é bastante compatível com Delphi... Mas se você usa os recursos mais novos das IDEs do Delphi, como Threads anônimas e o Framework FMX, a compatibilidade fica distante... Quando efetuar Download, observe a opção sugerida, provavelmente será de um Compilador para Windows 64... O que muitas vezes não é o desejado, para manter a compatibilidade com as diferentes versões de Windows e as DLLs existentes, use a versão 32 bits do Lazarus Se você quer realmente gerar aplicações 64 bits, ainda poderá fazer um Cross-compiling , baixando um instalador complementar em, Windows (32 Bits) Add ons O ACBr tem um ótimo suporte ao Lazarus/FPC, eu pessoalmente, uso o Lazarus como minha principal IDE para Desenvolvimento. Todos os nosso projetos, como: ACBrMonitorPLUS, e ACBrLib, são desenvolvidos em Lazarus/FPC. Abaixo segue um Screen Shot da minha IDE de trabalho (clique para aumentar)
    15 points
  2. A falha conhecida como “bug do milênio” teve como origem a configuração de datas em sistemas informatizados. A fim de economizar espaço na memória, um formato de dia / mês / ano foi usado no qual dois dígitos eram aplicados para cada seção. Desta forma, se fosse 26/03/98, o sistema entendia que se tratava do ano de 1998. Porém, o problema ocorria com a chegada do ano 2000, já que os computadores interpretariam o “00” do final da data como o ano de 1900. Portanto, os sistemas computacionais, em vez de continuar com uma linha de tempo progressiva, voltariam 100 anos no tempo, gerando um efeito cascata que levaria a falhas nos sistemas de equipamentos primários. Agora em 2022 alguns serviços também foram afetados com o problema de data, como por exemplo o Microsoft Exchange, que é o serviço de emails, apresentou um problema que paralisou toda a sua plataforma de mensagens, o detalhe curioso não é questão de vulnerabilidade, e sim, uma incompatibilidade no sistema de antivirus que utilizava como valor máximo uma sequencia numérica int32 (2.147.483.648), o dia 01/01/2022 representa (2.201.010.001) sendo um valor maior que o suportado, nesse caso necessário um int64 (9.223.372.036.854.775.807); Outras aplicações também poderão apresentar problemas com valores baseados em datas que utilizarem variáveis do tipo integer / int32 Boletim Microsoft : Email Stuck in Exchange On-premises Transport Queues - Microsoft Tech Community
    12 points
  3. Com o avanço do comércio eletrônico, surgiu a necessidade de simplificar o processo de impressão do Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica. A impressão do DANFE Simplificado – Etiqueta, possível de ser utilizado pelos contribuintes nas operações de venda a varejo para consumidor final em comércio eletrônico, venda por telemarketing ou processos semelhantes, ocorrerá seguindo os padrões técnicos estabelecidos nesta Nota Técnica, atendendo ao disposto no §5º-A da cláusula nona do Ajuste SINIEF 07/05 Tipo e Tamanho do Papel Para a impressão do DANFE Simplificado poderá ser utilizado qualquer tipo de papel com largura mínima de 55 milímetros, com exceção de papel jornal, desde que seja garantido o contraste necessário para assegurar leitura do código de barras nos equipamentos normais do mercado Fonte : AJUSTE SINIEF 7/05 — Conselho Nacional de Política Fazendária CONFAZ (fazenda.gov.br) Fonte : http://www.nfe.fazenda.gov.br/portal/exibirArquivo.aspx?conteudo=eYbbUUApSQI=
    8 points
  4. Windows 11 e Lazarus 2.2.0 fpc 3.2.2
    6 points
  5. SVRS - 21/12/2021 Gerador do Evento Prestação de Serviço em Desacordo O evento de prestação de serviço em desacordo pode ser gerado neste portal no menu serviços, utilizando o certificado digital eCNPJ para tomadores de serviço dos CT-e que são autorizados pela SEFAZ Virtual RS. A Novidade é que o serviço agora permite gerar o evento para qualquer Unidade Federada, mesmo as que tem autorização própria. O procedimento é o mesmo, o tomador deverá acessar a transação com seu certificado digital (ter a chave privada instalada no computador), ele será enviado a uma transação onde instala um assinador (instruções na página) e informa uma chave de acesso de CT-e que receberá o evento de Prestação de Serviço em Desacordo. Fonte: https://dfe-portal.svrs.rs.gov.br/Cte/Noticias/2719 Link direto: https://dfe-portal.svrs.rs.gov.br/CTESSL/PrestacaoServicoDesacordo
    6 points
  6. Estamos recebendo o erro "O valor do campo 'numeroRecibo' está inválido. O valor deve possuir 10 caracteres numéricos!". Isso acontece porque, durante a leitura do retorno, o ACBr interpreta o número do recibo como inteiro. Aparentemente nessa virada de ano o n° recibo ficou tão grande que não consegue ser mais interpretado como inteiro. Segue em anexo a correção. Foi somente a troca de Leitor.rCampo(tcInt, 'ns1:numero'); para Leitor.rCampo(tcStr, 'ns1:numero'); pgnreRetEnvLoteGNRE.pas
    5 points
  7. Nos fontes do ACBr, aplicamos ampla revisão, para que todas as propriedades idLote, agora sejam Int64... Mas compreenda que se você usa a mascara FormatDateTime('yymmddhhnn', NOW), para gerar um Sequencial dinâmico, vários outros pontos do seu Software, precisarão ser revistos...
    5 points
  8. DECRETO Nº 10.923, DE 30 DE DEZEMBRO DE 2021 Aprova a Tabela de Incidência do Imposto sobre Produtos Industrializados - TIPI. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 84,caput, inciso IV, da Constituição, e tendo em vista o disposto no art. 4º,caput, incisos I e II, do Decreto-Lei nº 1.199, de 27 de dezembro de 1971, D E C R E T A : Art. 1º Fica aprovada a Tabela de Incidência do Imposto sobre Produtos Industrializados - TIPI, anexa a este Decreto. Art. 2º A TIPI tem por base a Nomenclatura Comum do Mercosul - NCM. Art. 3º A NCM constitui a Nomenclatura Brasileira de Mercadorias - NBM, baseada no Sistema Harmonizado - SH, para todos os efeitos previstos no art. 2º do Decreto-Lei nº 1.154, de 1º de março de 1971. Art. 4º Fica a Secretaria Especial da Receita Federal do Brasil do Ministério da Economia autorizada a adequar a TIPI sempre que não implicar alteração de alíquota, em decorrência de alterações promovidas na NCM pelo Comitê-Executivo de Gestão da Câmara de Comércio Exterior - Camex do Ministério da Economia. Parágrafo único. Aplica-se ao ato de adequação editado pela Secretaria Especial da Receita Federal do Brasil do Ministério da Economia o disposto no inciso I docaputdo art. 106 da Lei nº 5.172, de 25 de outubro de 1966. Art. 5º Ficam revogados, a partir de 1º de abril de 2022: I - o Decreto nº 8.950, de 29 de dezembro de 2016; II - o Decreto nº 9.020, de 31 de março de 2017; III - o Decreto nº 9.442, de 5 de julho de 2018; IV - o Decreto nº 9.514, de 27 de setembro de 2018; V - o Decreto nº 9.897, de 1º de julho de 2019; VI - o Decreto nº 9.971, de 14 de agosto de 2019; VII - o Decreto nº 10.254, de 20 de fevereiro de 2020; VIII - o Decreto nº 10.285, de 20 de março de 2020; IX - o Decreto nº 10.302, de 1º de abril de 2020; X - o Decreto nº 10.352, de 19 de maio de 2020; XI - os art. 1º, art. 2º e art. 4º do Decreto nº 10.503, de 2 de outubro de 2020; XII - o Decreto nº 10.523, de 19 de outubro de 2020; XIII - o Decreto nº 10.532, de 26 de outubro de 2020; XIV - o Decreto nº 10.765, de 11 de agosto de 2021; XV - o Decreto nº 10.771, de 20 de agosto de 2021; e XVI - o Decreto nº 10.910, de 22 de dezembro de 2021. Art. 6º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação e produz efeitos a partir de 1º de abril de 2022. Brasília, 30 de dezembro de 2021; 200º da Independência e 133º da República. Fonte : DECRETO Nº 10.923, DE 30 DE DEZEMBRO DE 2021 - DECRETO Nº 10.923, DE 30 DE DEZEMBRO DE 2021 - DOU - Imprensa Nacional (in.gov.br) PDF em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2019-2022/2021/Decreto/Anexo/ANDEC10923.pdf
    5 points
  9. Boa noite amigos, Já utilizo o Banco Inter a alguns meses. Fiz a modificação nos fontes de acordo com o manual e no padrão do ACBr. Estou postando em anexo e caso precisem de mais arquivos (tenho a ficah de compensação, remessa e retorno gerados aqui em produção já) é só me solicitar. Grato, ACBrBoleto.pas ACBrBancoInter.pas Manual_CNAB_400_Inter.pdf
    4 points
  10. Bom dia, Alterado os recursos do componente para ambiente de produção no commit 24191 em 10/01/2022 - 08:10
    4 points
  11. Ambiente de produção da NFCe passou por indisponibilidade / instabilidade na presente data 23/12/2021 desde aproximadamente das 11:00 até as 21:00
    4 points
  12. Este tópico lhe ajudará na resolução desse problema... Se após atualizar o ACBr, você está tendo problemas de exibição das Mensagens do Operador/Cliente, isso se deve devido a uma mudança na API, que agora tem um parâmetro novo, com a indicação que a Mensagem deve ser exibida em Todas as telas... Para ajustar os seus fontes, é bem simples, basta adicionar uma condição para Terminal = tmTodas Exemplo para aplicações que usam o componente ACBrTEFD procedure TFormPrincipal.PayGoWebExibeMensagem(Mensagem: String; Terminal: TACBrTEFPGWebAPITerminalMensagem; MilissegundosExibicao: Integer); var FormExibeMensagem: TFormExibeMensagem; begin if (Mensagem = '') then begin if (Terminal in [tmCliente, tmTodas]) then // <--------- AQUI ---------- MensagemTEF('',' ') ; if (Terminal in [tmOperador, tmTodas]) then MensagemTEF(' ','') ; end else if MilissegundosExibicao >= 0 then begin FormExibeMensagem := TFormExibeMensagem.Create(Self); try FormExibeMensagem.Mensagem := Mensagem; FormExibeMensagem.TempoEspera := MilissegundosExibicao; FormExibeMensagem.ShowModal; finally FormExibeMensagem.Free; end; end else begin if (Terminal in [tmCliente, tmTodas]) then // <--------- AQUI ---------- MensagemTEF('',Mensagem) ; if (Terminal in [tmOperador, tmTodas]) then MensagemTEF(Mensagem,'') ; end; end; Exemplo para aplicações que usam o componente ACBrTEFAPI procedure TFormPrincipal.ACBrTEFAPI1QuandoExibirMensagem( const Mensagem: String; Terminal: TACBrTEFAPITela; MilissegundosExibicao: Integer); var FormExibeMensagem: TFormExibeMensagem; begin if (Mensagem = '') then begin if (Terminal in [telaCliente, telaTodas]) then // <--------- AQUI ----------- MensagemTEF('',' '); if (Terminal in [telaOperador, telaTodas]) then MensagemTEF(' ',''); end else if (MilissegundosExibicao >= 0) then begin FormExibeMensagem := TFormExibeMensagem.Create(Self); try FormExibeMensagem.Mensagem := Mensagem; FormExibeMensagem.TempoEspera := MilissegundosExibicao; FormExibeMensagem.ShowModal; finally FormExibeMensagem.Free; end; end else begin if (Terminal in [telaCliente, telaTodas]) then // <--------- AQUI ----------- MensagemTEF('',Mensagem); if (Terminal in [telaOperador, telaTodas]) then MensagemTEF(Mensagem,''); end; end;
    4 points
  13. Para aqueles que emitem a NFCe para MG, devem ficar atentos a indisponibilidade do ambiente de homologação até 21/12/2021. Infelizmente a SEFAZ-MG não forneceu maiores detalhes sobre o motivo desta indisponibilidade. Fonte: http://www.sped.fazenda.mg.gov.br/spedmg/nfce/
    4 points
  14. Comparando os itens, o [Produto007] está sem cprod e imagino que tenha gerado um erro não tratado, parando a geração dos demais. Confirma se preenchê-lo resolve todos.
    4 points
  15. Segue novas atualizações referente à montagem do Nosso Número, já que o mesmo é fornecido somente no retorno e já vem com o DV. ACBrBancoInter.pasACBrBoleto.pas
    3 points
  16. ATO COTEPE/ICMS Nº 99, DE 30 DE DEZEMBRO DE 2021 Publicado no DOU de 31.12.2021 Altera o Ato COTEPE/ICMS 33/11, que dispõe sobre o leiaute do Cupom Fiscal Eletrônico - SAT (CF-e-SAT) e sobre as especificações técnicas para fabricação e desenvolvimento do Sistema de Autenticação e Transmissão de Cupom Fiscal Eletrônico (SAT), conforme previsto no § 4º da cláusula segunda do Ajuste SINIEF 11/10, de 24 de setembro de 2010. O Diretor da Secretaria-Executiva do Conselho Nacional de Política Fazendária - CONFAZ, no uso das atribuições que lhe confere o inciso XIII do art. 12 e o art. 35 do Regimento da Comissão Técnica Permanente do ICMS - COTEPE/ICMS, de 12 de dezembro de 1997, por este ato, com base no § 4º da cláusula segunda do Ajuste SINIEF nº 11, de 24 de setembro de 2010, CONSIDERANDO o encaminhamento para publicação dado pelo GT44.8 - Especificações Técnicas do Equipamento SAT, em sua reunião realizada no dia 16 de dezembro de 2021, torna público: Art. 1º O parágrafo único do art. 1º do Ato COTEPE/ICMS nº 33, de 14 de setembro de 2011, passa a vigorar com a seguinte redação: “Parágrafo único. A referida especificação estará disponível no site do CONFAZ, endereço eletrônico www.confaz.fazenda.gov.br, identificada como Especificacao_SAT_v_ER_2_29_04.pdf e terá como chave de codificação digital a sequência 26F188526E47BDEBFADAD273A575BA4F obtida com a aplicação do algoritmo MD5 - "Message Digest" 5.”. Art. 2º Este ato entra em vigor na data da sua publicação no Diário Oficial da União. CARLOS HENRIQUE DE AZEVEDO OLIVEIRA Diretor da Secretaria-Executiva do CONFAZ Fonte : ATO COTEPE/ICMS 99/21 — Conselho Nacional de Política Fazendária CONFAZ (fazenda.gov.br) Anexo 7 – Controle de modificações do documento Leiaute UF Observações 0.09 CE Facultativo a partir de 01/06/2022 0.09 SP A definir implementação. Comando Nova Redação Solicitar Atualização do Software Básico do SAT a.7.2 manter a nova versão de software básico e realizar as tentativas seguintes das chamadas aos WebServices CFeParametrizacao e CFeConsultaGestao nas inicializações(boot) seguintes do equipamento e desde que atendido 2.3.1.a.8 Enquanto as tentativas não forem executadas com sucesso, o SAT deve aceitar os dados de venda dos layout 0.09, 0.08 e 0.07, aceitar os dados de MP, aceitar dados de Credenciadora, aceitar dados de CST, e tratar as validações dos códigos ANP como se a tabela estivesse desativada; Atualização do software – COMANDO_004 g.2 manter a nova versão de software básico e realizar as tentativas seguintes das chamadas aos WebServices CFeParametrizacao e CFeConsultaGestao nas inicializações(boot) seguintes do equipamento e desde que atendido 2.3.1.a.8. Enquanto as tentativas não forem executadas com sucesso, o SAT deve aceitar os dados de venda dos layout 0.09, 0.08 e 0.07, aceitar os dados de MP, aceitar dados de Credenciadora, aceitar dados de CST, e tratar as validações dos códigos ANP como se a tabela estivesse desativada; Atualização do software (2) – COMANDO_010 e.2 Manter a nova versão de software básico e realizar as tentativas seguintes das chamadas aos WebServices CFeParametrizacao e CFeConsultaGestao nas inicializações(boot) seguintes do equipamento e desde que atendido 2.3.1.a.8. Enquanto as tentativas não forem executadas com sucesso, o SAT deve aceitar os dados de venda dos layout 0.09, 0.08 e 0.07, aceitar os dados de MP, aceitar dados de Credenciadora, aceitar dados de CST, e tratar as validações dos códigos ANP como se a tabela estivesse desativada; Bloqueio das funções fiscais do Equipamento SAT pelo Contribuinte d. Caso os passos c.3 ou c.4 não sejam executados com sucesso, o SAT deverá manter a parametrização de uso. Caso o passo c6 não seja executado com sucesso, o SAT deverá reverter para a parametrização de uso apenas se o campo “cessacao” da parametrização estiver com valor 0. Bloqueio das funções fiscais do Equipamento SAT pela SEFAZ d. Caso o passo c.3 não seja executado com sucesso, o SAT deverá reverter para a parametrização de uso. Caso o passo c4 não seja executado com sucesso, o SAT deverá reverter para a parametrização de uso apenas se o campo “cessacao” da parametrização estiver com valor 0. Se retornada a parametrização de uso em c.3 ou c.4, informar em c.5 o resultado NOK para a execução do comando_006. Origem Descrição Conteúdo AC Grupo do ICMS da Operação própria e ST Até 01.09.2022 Grupo de Tributação do ICMS= 00, 20, 90 A partir de 01.09.2022 Grupo de Tributação do ICMS= 00, 01,12,13,14,20, 21,72,73,74,90 Informar apenas um dos grupos N02, N03, N04, N05 com base no conteúdo informado na TAG Tributação do ICMS. Até 01.09.2022 Tributação do ICMS: 00 – Tributada integralmente 20 - Com redução de base de cálculo 90 - Outros A partir de 01.09.2022 00 -Tributada integralmente 01 -Tributada pelo Simples Nacional sem permissão de crédito 12 -Tributada com ICMS devido por substituição tributária relativo às operações e prestações antecedentes 13 -Tributada com ICMS devido por substituição tributária relativo às operações e prestações concomitantes 14 -Tributada pelo Simples Nacional sem permissão de crédito e com ICMS devido por substituição tributária relativo às operações e prestações concomitantes 20 -Tributada com redução de base de cálculo ou redução do imposto 21 -Tributada pelo Simples Nacional com redução do imposto e sem permissão de crédito 72 -Tributada com redução de base de cálculo ou com redução do imposto e com ICMS devido por substituição tributária relativo às operações e prestações antecedentes 73 -Tributada pelo Simples Nacional com redução do imposto, sem permissão de crédito e com ICMS devido por substituição tributária relativo às operações e prestações antecedentes 74 -Tributada com redução de base de cálculo ou com redução do imposto e com ICMS devido por substituição tributária relativo às operações e prestações concomitantes 75 -Tributada pelo Simples Nacional com redução do imposto, sem permissão de crédito e com ICMS devido por substituição tributária relativo às operações e prestações concomitantes 90 – Outros A partir do leiaute 0.09: Validar Códigos de Situação Tributária utilizando a tabelaCST, conforme no Anexo 4. AC Até 01.09.2022 Grupo de Tributação do ICMS = 40, 41, 60 A partir de 01.09.2022 Grupo de Tributação do ICMS = 30,40, 41, 60 Até 01.09.2022 Tributação do ICMS – 40 - Isenta 41 - Não tributada 60 - ICMS cobrado anteriormente por substituição tributária A partir de 01.09.2022 30-Isenta ou não tributada com ICMS devido por substituição tributária 40-Isenta 41-Não tributada 60-ICMS cobrado anteriormente por substituição tributária ou por antecipação com encerramento de tributação A partir do leiaute 0.09: Validar Códigos de Situação Tributária utilizando a tabelaCST, conforme no Anexo 4 AC Número de autorização da operação cartão de crédito e/ou Débito A Partir do leiaute 0.09 Número de autorização gerado pela operação cartão de crédito e/ou Débito Web Services : Efeitos até 31.07.22 O protocolo de transporte utilizado para acesso aos Web services será o HTTPS com autenticação mútua através do protocolo SSL versão 3.0 ou TLS versões 1.0, 1.1 ou 1.2(devendo a autenticação sempre ser tentada primeiramente nos protocolos mais atuais suportados), ou seja, o servidor do fisco autentica o SAT baseado em seu certificado e o SAT autentica o servidor baseado em certificado(s) disponível(is) na Tag de grupo “ do(s) Arquivo(s) de Parametrização (vide Anexo 1), com exceção dos Web Services de Serviço Nacional, Ativação e Certificação. Nesses, a autenticação será somente pelo SAT; Efeitos até 31.07.22 O protocolo de transporte utilizado para acesso aos Web services será o HTTPS com autenticação mútua através do protocolo TLS versão 1.2, ou seja, o servidor do fisco autentica o SAT baseado em seu certificado e o SAT autentica o servidor baseado em certificado(s) disponível(is) na Tag de grupo “ do(s) Arquivo(s) de Parametrização (vide Anexo 1), com exceção dos Web Services de Serviço Nacional, Ativação e Certificação. Nesses, a autenticação será somente pelo SAT; Validação de regras de negócio do CF-e-SAT : Código Regra Descrição 472 Tributação do ICMS inválida (diferente de 00, 20, 90) A partir de 01.09.2022 Tributação do ICMS inválida (diferente de 00, 01,12,13,14,20,21,72,73,74,90). A partir do leiaute 0.09: Tributação do ICMS inválida (Código informado não consta na tabelaCST) Rejeição: CST do Item (N) inválido (diferente de 00, 20, 90) A partir de 01.09.2022 Rejeição:CST do Item (N) inválido (diferente de 00, 01,12,13,14,20,21,72,73,74,90). A partir do leiaute 0.09: Rejeição:CST do Item (N) inválido (Código informado não consta na tabelaCST) 475 Tributação do ICMS inválida(diferente de 40 e 41 e 60) A partir de 01.09.2022 Tributação do ICMS inválida(diferente de 30,40, 41, 60) A partir do leiaute 0.09: Tributação do ICMS inválida (Código informado não consta na tabelaCST) Rejeição: CST do Item (N) inválido (diferente de 40 e 41 e 60) A partir de 01.09.2022 Rejeição: CST do Item (N) inválido (diferente de 30,40, 41, 60) A partir do leiaute 0.09: Rejeição:CST do Item (N) inválido (Código informado não consta na tabelaCST) Tabela de erros e alertas – CF-e-SAT Venda : Código Descrição Observação 1472 Tributação do ICMS inválida (diferente de 00, 20, 90) A partir de 01.09.2022 Tributação do ICMS inválida (diferente de 00, 01,12,13,14,20, 21,72,73,74,90) A partir do leiaute 0.09: Tributação do ICMS inválida (Código informado não consta na tabelaCST) Rejeição:CST do Item (N) inválido (diferente de 00, 20, 90) A partir de 01.09.2022 Tributação do ICMS inválida Rejeição:CST do Item (N) inválido (diferente de 00, 01,12,13,14,20, 21,72,73,74,90) A partir do leiaute 0.09: Rejeição:CST do Item (N) inválido (Código informado não consta na tabelaCST) 1475 Tributação do ICMS inválida (diferente de 00, 20, 90) A partir de 01.09.2022 Tributação do ICMS inválida (diferente de 00, 01,12,13,14,20, 21,72,73,74,90) A partir do leiaute 0.09: Tributação do ICMS inválida (Código informado não consta na tabelaCST) Rejeição:CST do Item (N) inválido (diferente de 40 e 41 e 60) A partir de 01.09.2022 Rejeição:CST do Item (N) inválido (diferente de 30,40, 41, 60) A partir do leiaute 0.09: Rejeição:CST do Item (N) inválido (Código informado não consta na tabelaCST) 1535 Código da credenciadora de cartão de débito ou crédito diferente dos previstos no Anexo 3 A partir do leiaute 0.09: Código da credenciadora de cartão de débito ou crédito diferente dos previstos (Código informado não consta na tabelaCredCartao) Rejeição: código da credenciadora de cartão de débito ou crédito inválido 1601 Até 01.09.2022 Código de regime tributário é incompatível com o grupo de ICMS00. Até 01.09.2022 Alerta: Código de regime tributário é incompatível com o grupo de ICMS00. 1602 Até 01.09.2022 Código de regime tributário é incompatível com o grupo de ICMS40. Até 01.09.2022 Alerta: Código de regime tributário é incompatível com o grupo de ICMS40: Fonte : PROJETO [email protected] (fazenda.sp.gov.br)
    3 points
  17. 28/12/2021 - ATENÇÃO! Suspensão de regra de validação referente a DIFAL: A partir de 01/01/2022 a Regra de Validação NA01-20, implementada a partir da NT2015/003, será suspensa. Assinado por: Coordenação Técnica do ENCAT Campo Modelo Regra de Validação Aplic. Msg Efeito Descrição Erro NA01-20 55 Não informado grupo de ICMS para a UF de Destino (tag:ICMSUFDest): - Operação Interestadual (idDest=2) e - Operação com Consumidor Final (indFinal=1) e - Operação com Não Contribuinte (indIEDest=9) e - Não é operação de prestação de serviços (não existe tag “ISSQN”). Exceção 1: Esse grupo não deve ser exigido se o Grupo de Partilha do ICMS (campo ICMSPart) estiver preenchido. Exceção 2: A regra de validação não se aplica, em produção, para Nota Fiscal com data de emissão anterior a 01/07/2016. Exceção 3: A regra de validação não se aplica para Devolução de Mercadoria (finNFe=4) que referencie Nota Fiscal com chave de acesso anterior a 2016. Exceção 4: A regra de validação acima não se aplica para as operações com CFOP de Retorno de Mercadorias (Anexo XIII.04). Exceção 5: A regra de validação acima não se aplica nas NF-e de entrada (tpNF=0). Exceção 6: A regra de validação acima não se aplica nas operações com combustíveis (tag:comb) derivados de petróleo: código ANP diferente de: 820101001, 820101010, 810102001, 810102004, 810102002, 810102003, 810101002, 810101001, 810101003, 220101003, 220101004, 220101002, 220101001, 220101005, 220101006, 560101001. Exceção 7: A regra de validação acima não se aplica se informada UF do local de entrega (tag: entrega/UF) igual à UF do emitente (tag: emit/enderEmit/UF). Exceção 8: A regra de validação acima não se aplica para as operações com CFOP de Remessa de Mercadoria (Anexo XIII.06). Exceção 9: A regra de validação acima não se aplica para os CFOP: - 6.552 - Transferência de bem do ativo imobilizado; - 6.922 - Lançamento efetuado a título de simples faturamento decorrente de venda p/ entrega futura; - 6.929 - Lançamento relativo a Cupom Fiscal. Exceção 10: Esta regra de validação não se aplica nas operações isentas (CST=40-Isenta ou CSOSN=103-Isento), imunes ou não tributadas (CST=41-Não tributada, ou CSOSN=300-Imune, ou CSOSN=400-Não tributada pelo Simples Nacional). Exceção 11: A regra de validação acima não se aplica nas NF-e complementares (finNFe=2) nem nas de ajuste (finNFe=3). Exceção 12: A regra de validação acima não se aplica para emitentes optantes pelo Simples Nacional (CRT=1). Obrig. 694 Rej. Rejeição: Não informado o grupo de ICMS para a UF de destino [nItem:999] Fonte : Portal da Nota Fiscal Eletrônica (fazenda.gov.br)
    3 points
  18. Boa tarde, Segue correção de Access Violation no Bloco_C. Revisadas e adicionadas todas referências necessárias conforme os demais blocos. ACBrSpedContabil.pas
    3 points
  19. Bom dia a todos, Para corrigir o problema. Adotamos a seguinte estratégia aqui na empresa. Antes usavamos a seguinte formatação: yymmddhhmm. Esse formatação gerava um número de 10 posições que começou a apresentar o problema em questão pelo estouro do inteiro. Então fizemos a substituição mmdd (mês e dia) que ocupava 4 posições, pelo número do dia real no ano, que irá variar de 001 a 365, tendo somente 3 posições. Sendo assim não irá mais atingir a casa do bilhão. Pegando como exemplo hoje 04/01/2022 às 09:44: Antes: 2201040944 Depois: 220040944 Att,
    3 points
  20. Já verificou o manual? Lá tem informações importantes. https://www.gov.br/esocial/pt-br/documentacao-tecnica/manuais/mos-s-1-0-consolidada-ate-a-no-s-1-0-09-2021.pdf
    3 points
  21. ICMS: Difal de não contribuinte não poderá ser cobrado em 2022 Conforme decisão do STF não poderá ser cobrado o Difal nas saídas interestaduais para não contribuinte em 2022, em razão do Poder Executivo não ter sancionada a Lei Complementar decorrente do PLP nº 32, até 31.12.2021. Desta forma, em regra, essa cobrança somente poderá ser feita a partir de 2023, caso haja publicação de Lei Complementar em 2022, respeitando o princípio constitucional da anterioridade anual a que se sujeita o ICMS. Fonte: Editorial IOB Fonte : IOB
    3 points
  22. Institui o Portal Nacional da diferença entre as alíquotas interna da unidade federada de destino e interestadual nas operações e prestações destinadas a não contribuinte do ICMS localizado em outra unidade federada e sua operacionalização. O Conselho Nacional de Política Fazendária – CONFAZ, na sua 343ª Reunião Extraordinária, realizada em Brasília, DF, no dia 27 de dezembro de 2021, tendo em vista o disposto nos arts. 102 e 199 no Código Tributário Nacional (Lei nº 5.172, de 25 de outubro de 1966) resolve celebrar o seguinte CONVÊNIO Cláusula primeira O Portal Nacional da diferença entre as alíquotas interna da unidade federada de destino e interestadual nas operações e prestações destinadas a consumidor final não contribuinte do Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação - ICMS - localizado em outra unidade federada - Portal Nacional da DIFAL – fica instituído e será disponibilizado em endereço eletrônico mantido pela Sefaz Virtual do Rio Grande do Sul - SVRS (difal.svrs.rs.gov.br) destinado a prestar as informações necessárias ao cumprimento das obrigações tributárias, principal e acessórias. Cláusula segunda O Portal deverá conter: I - a legislação aplicável à operação ou prestação específica, incluídas soluções de consulta e decisões em processo administrativo fiscal de caráter vinculante; II - as alíquotas interestadual e interna aplicáveis à operação ou prestação; III - as informações sobre benefícios fiscais ou financeiros e regimes especiais que possam alterar o valor a ser recolhido do imposto; IV - as obrigações acessórias a serem cumpridas em razão da operação ou prestação realizada. Cláusula terceira O Portal conterá ferramenta que permita a apuração centralizada do imposto correspondente à diferença entre as alíquotas interna da unidade federada de destino e interestadual da operação ou prestação pelo contribuinte e a emissão das guias de recolhimento, para cada unidade federada. § 1º Desde a sua disponibilização, o Portal conterá direcionamento específico para emissão das guias de recolhimento do imposto correspondente à diferença entre as alíquotas interna da unidade federada de destino e interestadual. § 2º O Estado de São Paulo fica autorizado a disponibilizar ferramenta de apuração e as guias de recolhimento no seu sítio eletrônico, por meio de direcionamento no Portal. Cláusula quarta A disponibilização das informações constantes nos incisos I a IV da cláusula segunda será por meio de planilha eletrônica a ser enviada por cada unidade federada para a Secretaria-Executiva do Conselho Nacional de Política Fazendária – SE/CONFAZ, contendo os dados relativos às respectivas legislações estaduais. § 1º As informações de que trata esta cláusula possuem caráter meramente informativo, não dispensando a análise da legislação da unidade federada de destino. § 2º Alternativamente ao disposto no “caput”, as unidades federadas ficam autorizadas a disponibilizar as informações constantes nos incisos I a IV da cláusula segunda no seu sítio eletrônico, por meio de direcionamento no Portal. Cláusula quinta A operacionalização do Portal se dará por meio de Ato COTEPE/ICMS. Cláusula sexta Acordo de Cooperação Técnica disporá sobre a forma de ressarcimento das despesas do Portal entre as unidades federadas participantes. Cláusula sétima Este convênio entra em vigor na data da sua publicação no Diário Oficial da União, produzindo efeitos a partir de 1º de janeiro de 2022. Presidente do CONFAZ – Esteves Pedro Colnago Junior, em exercício; Acre – Breno Geovane Azevedo Caetano, Alagoas – Luiz Dias Alencar Neto, Amapá – Benedito Paulo de Souza, Amazonas – Alex Del Giglio, Bahia – João Batista Aslan Ribeiro, Ceará – Fernanda Mara de Oliveira Macedo Carneiro Pacobahyba, Distrito Federal – Marcelo Ribeiro Alvim, Espírito Santo – Marcelo Martins Altoé, Goias – Elder Souto Silva Pinto, Maranhão – Marcellus Ribeiro Alves, Mato Grosso – Fabio Fernandes Pimenta, Mato Grosso do Sul – Lauri Luiz Kener, Minas Gerais – Luiz Claudio Fernandes Lourenço Gomes, Pará – René de Oliveira e Sousa Júnior, Paraíba – Bruno de Sousa Frade, Paraná – Renê de Oliveira Garcia Junior, Pernambuco – Décio Padilha da Cruz, Piauí – Maria das Graças Moreira Ramos, Rio de Janeiro – Celino Cesario Moura, Rio Grande do Norte – Álvaro Luiz Bezerra, Rio Grande do Sul – Ricardo Neves Pereira, Rondônia – Luis Fernando Pereira da Silva, Roraima – Marcos Jorge de Lima, Santa Catarina – Paulo Eli, São Paulo – Tomás Bruginski de Paula , Sergipe – Marco Antônio Queiroz, Tocantins – Donizeth Aparecido Silva. Fonte : CONVÊNIO ICMS 235/21 — Conselho Nacional de Política Fazendária CONFAZ (fazenda.gov.br) Portal da Difal : Portal da Difal (svrs.rs.gov.br)
    3 points
  23. Boa tarde, na área da comunidade as respostas são feitas pela própria comunidade, ela se ajuda, na área da ACBrPro que são os assinantes esse sim, existe monitoramento dos consultores e equipe técnica da ACBr e uma SLA para resposta, tanto no Discord como no Fórum. Referente a ACBrLib é um produto que não será descontinuado e está em continua atualização e implementação pela equipe e utilizado por diversas empresas em produção. Referente sua dúvida, olhe no manual como fazer o preenchimento das tags de IPI: https://acbr.sourceforge.io/ACBrLib/ModeloNFeINI.html Forte abraço.
    3 points
  24. Mais detalhes sobre a difal : DIFAL-EC 87/2015 – Regulamentação aprovada no Senado segue para sanção - Siga o Fisco
    3 points
  25. Com o crescimento do comércio eletrônico no Brasil, o Fisco tende a intensificar, cada vez mais, suas ações sobre o setor. Nesse sentido, algumas mudanças já previstas incluem a corresponsabilização dos marketplaces e possíveis intermediários financeiros pela inadimplência fiscal das marcas associadas. Na Bahia, Ceará e Mato Grosso, por exemplo, já foram sancionadas leis que atribuem aos marketplaces e possíveis intermediários financeiros a responsabilidade solidária por pendências fiscais e tributárias de seus sellers. Além disso, duas outras alterações aplicadas também aos e-commerces, marketplaces e serviços logísticos referem-se ainda ao fim da obrigatoriedade da impressão do DANFE em operações para o consumidor final e a implantação do MDF-e, que consiste em um documento fiscal digital que reúne informações contidas em NF-e (Nota Fiscal Eletrônica), modelo 55, e CT-e (Conhecimentos de Transporte Eletrônico), modelo 57, relacionadas a mercadorias transportadas por um veículo de carga. Fonte : Sovos indica 5 tendências na área fiscal para empresas em 2022
    3 points
  26. No dia 28/12/2021, entre 1h e 5h, serão executados procedimentos de manutenção no Ambiente Nacional da NF-e que tornarão indisponíveis os serviços prestados no Portal Nacional da NF-e, na Manifestação do Destinatário (Web Service NFeRecepcaoEvento4), na distribuição de NF-e regulada pela NT 2014.002 (Web Service NFeDistribuicaoDFe), etc. Assinado por: Receita Federal do Brasil Fonte : Portal da Nota Fiscal Eletrônica (fazenda.gov.br)
    3 points
  27. 22/12/2021 Projeto usa recebíveis para dar crédito a caminhoneiro A registradora Central de Recebíveis (Cerc) participa de um projeto para ampliar o acesso a crédito no segmento de transportes. A empresa ajudará financiadores a avaliar e registrar recebíveis de transportadoras e caminhoneiros, que serão utilizados como garantia de empréstimos. Para Marcelo Maziero, sócio-fundador da Cerc, o projeto ajuda a democratizar o acesso ao crédito para o setor de transportes, que é essencial para o país e tem grande necessidade de capital de giro. “Enquanto infraestrutura do mercado financeiro, a Cerc vai viabilizar essa democratização, registrando os recebíveis de transportes, o que dará muita segurança para os agentes financeiros que forneçam crédito para transportadoras e caminhoneiros autônomos.” A base de todo o projeto, ainda em piloto, é o Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais (MDF-e), que é vinculado à Nota Fiscal Eletrônica. Para realizar um frete, as secretarias de Fazenda estaduais exigem há cerca de dez anos que transportadoras e caminhoneiros autônomos emitam esse documento. O MDF-e é emitido toda vez que é contratado um transportador. A Cerc, após a solicitação feita pelo financiador, com autorização da empresa de transporte ou do caminhoneiro autônomo, consulta o serviço disponibilizado pelas secretarias para verificar o lastro dos recebíveis e realizar o registro daquele recebível e da respectiva operação de crédito. Segundo Maziero, existem quase 2 milhões de caminhoneiros no Brasil e o frete geralmente é pago dias após a entrega da mercadoria, muitas vezes mais de 30 dias após a contratação. Nesse momento, é gerada uma espécie de duplicata. “Eles prestam serviço para as transportadoras, que são empresas, então têm um recebível em mãos. Deveriam poder ir em um banco, uma fintech e antecipar esse recebível”, afirma. O executivo diz que a secretaria de Fazenda da Bahia já possuía um sistema de consultas de notas fiscais e o adaptou para os MDF-e. Atualmente, quase todos os outros Estados estão conectados nesse sistema, com exceção de São Paulo e Minas Gerais. “Eles estão fora por uma questão tecnológica, mas devem entrar em breve”, avalia. O projeto geral é resultado da cooperação entre o Ministério da Economia e as secretarias da Fazenda de todos os Estados e do Distrito Federal. O período de experiência levará cerca de dois meses. Depois disso, serão incorporadas novas funcionalidades, relativas à liquidação financeira dos recebíveis, para seguir para a fase definitiva do projeto. “O sistema de troca de informações sobre notas fiscais entre os Estados já existe há muitos anos, é seguro, robusto, sofisticado e estável”, diz Maziero, afirmando que os volumes consultados ali são muito grandes e o risco de fraude é praticamente nulo. “Atualmente, vários transportadores autônomos ainda se utilizam de mecanismos informais, como o desconto de ‘carta-frete’, para pagamento de despesas ao longo do trajeto do transporte da carga. Isso acaba reduzindo significativamente a sua renda líquida ao fim do serviço. Com a nova estrutura de antecipação de recebíveis, essas despesas no trajeto poderão ser pagas com recursos adiantados junto a instituições financeiras com taxas mais baixas”, explicam, por meio de nota, as subsecretarias de Direito Econômico e de Política Microeconômica e Financiamento de Infraestrutura, que ficam sob a Secretaria de Política Econômica, do Ministério de Economia. A Caixa já manifestou interesse em participar do projeto e outros bancos privados e mesmo fintechs devem se juntar em breve. Quem dá o consentimento para o financiador ver as duplicatas é a transportadora, que é quem emite o documento, e então o banco pode analisar para quem oferecer a antecipação dos recebíveis. O sistema vai monitorar todo o trajeto da carga, verificando por exemplo se passou por pedágios, por postos fiscais, já que se a mercadoria não for entregue o caminhoneiro não recebe o frete e o banco que financiou a antecipação perde o recebível que servia de lastro para a operação. A ideia é que haja várias modalidades e pode ser que alguns bancos escolham antecipar somente recebíveis de cargas já entregues, por exemplo. Na fase piloto haverá quatro transportadoras, incluindo a Coopercarga. “Estamos sempre acompanhando as evoluções tecnológicas e por isso temos participado ativamente deste projeto, queremos ser pioneiros em todas essas mudanças visando melhorar o setor de transporte, as operações logísticas e principalmente os benefícios que podem ser gerados a nossos parceiros transportadores, como taxas de desconto mais razoáveis ofertadas pelo mercado financeiro”, afirma Teofilo João Secco, contador da Coopercarga. Fonte: Jornal Valor Econômico, 22/12/2021 Portal do Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais - SVRS
    3 points
  28. 3 points
  29. Boa tarde, Primeiramente obrigado pela contribuição de todos. A TK-1723 foi comitado do branch principal na revisão 24284 as implementações referente ao Banco Inter CNAB400. Importante : - para o calculo do campo livre necessário para a construção do código de barras e linha digitavel, é necessário na propriedade ACBrBoleto.Cedente.CodigoCedente informar o Número da Operação informado pelo banco Inter (Conta Digital > Emissão via CNAB > Retorno) - necessário registrar primeiro a remessa para obter o nosso número - de posse do nosso número é possível realizar a impressão da ficha de compensação No SVN possui o manual baseado a implementação, eu não tenho acesso a fichas bancárias ou dados de contas para fazer teste de mesa, portanto, solicito que vocês verifiquem se está tudo em conformidade por favor, qualquer situação relatem neste tópico por favor! Obrigado
    2 points
  30. Publicado a NT 2021.004 v.1.10 em 12/01/2022 Alterado os Prazos de toda a NT 2021.004 Ambiente Data Homologação 14/03/2022 Produção 16/05/2022 Fonte : http://www.nfe.fazenda.gov.br/portal/exibirArquivo.aspx?conteudo=aSBQN 4e wY=
    2 points
  31. Ficou perfeito agora com o ajuste para aceitar valor maior que 9.999,99 ... Obrigado a Equipe ACBr.
    2 points
  32. Pessoal boa tarde! Desculpe a demora no retorno. Depois de muito bater cabeça, o cliente concluiu que o problema, pelo menos por enquanto, era na bobina. Ele tinha uma com 80mm e umas estão com 79mm o que causou o problema. Obrigado pela força.
    2 points
  33. Para GMail encontrei uma solução melhor "Senhas de app": https://support.google.com/accounts/answer/185833?hl=pt-BR&authuser=1#zippy=%2Csenhas-de-app-revogadas-após-a-mudança-da-senha Basta solicitar uma senha para aplicações que não são compatíveis com o OAUTH2, e assim uma senha de 16 dígitos será disponibilizada, sendo possível revogar a qualquer momento, a mesma pode ser usada no ACBrMail, não será necessário desativar o acesso de 2 passos ou ativar esse recurso de acesso a aplicações menos seguras do Gmail.
    2 points
  34. Boa tarde. Desculpa a demora, mas só esta semana o cliente passou o login. Testei direto pelo meu sistema e está funcionando ok. Inclusive o envio, cancelamento e as consultas. Obrigado. PS.: Eu liguei para a IPM que, segundo o atendente, todos os municípios irão migrar aos poucos para o novo layout. Cachoeirinha/RS não tem nem previsão ainda. O município de Gravataí/RS está previsto para março/2022. Pensei em fazer esta observação para caso, alguém tenha clientes neste município, ficarem atentos, pois poderá haver mudanças no mes de março/2022.
    2 points
  35. Boa tarde apenas para fechar o tópico e compartilhar, mesmo não sendo uso do ACBR. Percebi que o ambiente de testes no processo síncrono é bem instável quando realizado testes em massa. No ambiente de produção ficou tudo 100%.
    2 points
  36. tente usar RETURNING no insert, assim vc não precisa fazer outro SELECT para gravar a venda ex: INSERT INTO DETVENDA ... RETURNING VLRTOTALCUSTO, DESCRICAO, QUANTIDADE, VLRDESCONTO, TOTALPESOLIQUIDO, TOTALPESOBRUTO, VLRALIQ_NAC, VALORTOTAL, SUBTOTAL e trocque: IBQueryDetVenda.ExecSQL; por: IBQueryDetVenda.Open; IBQueryDetVenda.First; While Not IBQueryDetVenda.EOF Do Begin ... //faz a soma aki IBQueryDetVenda.Next; end;
    2 points
  37. Tivemos alguns relatos de usuários com problema semelhante.. Ocorre que se tentar usar a Data completa, em um Int32 ocorrerá o problema... Exemplo: NumeroLote := StrToInt(FormatDateTime('yymmddhhnn', NOW)); https://wiki.freepascal.org/Variables_and_Data_Types
    2 points
  38. Esse outro Pull Request, parece resolver o problema de geração do PDF desconfigurado, quando a resolução das Fontes do Monitor é diferente da padrão https://github.com/fortesinformatica/fortesreport-ce/pull/297
    2 points
  39. ACBr TEF: https://projetoacbr.com.br/tef/ ACBr Pro: https://projetoacbr.com.br/pro/ Ambiente teste NFCe AM: http://portalnfce.sefaz.am.gov.br/desenvolvedor/ambiente-de-homologacao-para-desenvolvedores/ Papo Pro ACBr: https://anchor.fm/projeto-acbr/ Discord do ACBr: https://projetoacbr.com.br/discord
    2 points
  40. @BigWings muito obrigado !!!! Na lata.... Foi compartilhar a pasta que imprimiu na hora... Perfeito... Muito obrigado mesmo.. Feliz Natal a todos ! Por favor, pode fechar o tópico.
    2 points
  41. um mudança pesada assim tem que sair schemas, e varias outras questões, e geralmente tem uma janela de pelo menos 180 dias . Mas isso foi adiado, e já conversamos no papo pro a respeito disto. Essas mudanças estão previstas para 2023, mas as vezes nem em 2023 será mudado, será adiado novamente, visto que 2022 é ano de eleição então tudo é complexo.
    2 points
  42. Boa tarde Marcelo, Favor atualizar os fontes, reinstale o ACBr e faça novos testes.
    2 points
  43. Olá Italo, Muito obrigado pelo seu breve retorno, competente como sempre. Vou atualizar aqui e tentar no ambiente de produção. Muito obrigado mais uma vez. Michel Abrão.
    2 points
  44. SiM.. roda cartões de alimentação .. Você pode falar com o Time de TEF do ACBr, sobre isso.. @José Tamizou Jr, pode apoiar nesse caso ?
    2 points
  45. ACBrNFSeX ACBrNFSeX, O componente do Projeto ACBr para emissão de NFSe para mais de XX cidades. SUMÁRIO Se deseja encontrar algo específico, use os links abaixo: Sobre o ACBrNFSeX | Iniciando a Utilização do componente ACBrNFSeX | | Provedores com Particularidades | | Relação de Cidades Atendidas pelo Componente | Sobre o ACBrNFSeX Com o componente ACBrNFSeX você poderá facilmente adicionar a emissão da NFSe para mais de x cidades brasileiras em sua aplicação, expandindo ainda mais sua área de atuação. O ACBrNFSeX é uma versão otimizada e organizada de nosso antigo componente ACBrNFSe, se você ainda não migrou para ele, siga nosso manual de migração para realizar este processo com sucesso. Iniciando a utilização do componente ACBrNFSeX em 4 Passos 1. Realize o Download do componente via svn. 2. Instale o componente em sua IDE 3. Analise a aplicação demo disponibilizada no svn 4. Observe a sessão Provedores com Particularidade para garantir que sua implementação atenda a eles também Provedores atendidos pelo ACBrNFSeX Provedores Suportados Abaco Coplan FISSLex Lexsom Siat Tinus Abase DataSmart Futurize MegaSoft SigCorp Tiplan AcessorPublico DBSeller GeisWeb ModernizacaoPublica Sigep Tributus Actcon DeISS Giap NEAInformatica SigISS VersaTecnologia ADM Desenvolve GovBR NFSeBrasil SilTecnologia WebFisco ADPM Digifred GovDigital NotaInteligente Simple WebISS AEG DSF Governa Prodata SimplISS Agili eGoverneISS iiBrasil Pronim Sintese Asten EL Infisc Publica Sistemas4R Bauhaus Elotech IPM RLZ SmarAPD Betha Equiplano ISSDigital Saatri SpeedGov BHISS eReceita ISSDSF Safeweb Sudoeste Centi FGMaiss ISSe SH3 SystemPro CIGA fintelISS ISSIntel SiapNet TcheInfo Citta Fiorilli ISSLencois SiapSistemas Tecnos Conam Fisco ISSNet Siam Thema Provedores criados no Componente devido a variação dos provedores para determinadas cidades Provedor Cidade DSFSJC São José dos Campos ISSCuritiba Curitiba ISSFortaleza Fortaleza ISSGoiania Goiânia ISSJoinville Joinville ISSNatal Natal ISSPortoVelho Porto Velho ISSRecife Recife ISSRio Rio de Janeiro ISSSalvador Salvador ISSSaoPaulo São Paulo ISSSJP São José dos Pinhais Particularidades Configurações necessárias para TODOS os provedores suportados Configuracoes.Geral.Emitente.CNPJ Configuracoes.Geral.Emitente.InscMun As demais propriedades de Configuração em Configuracoes.Geral.Emitente.DadosEmitente.xxxx (xxxx = propriedades) são de preenchimento opcional com exceção das que estão descritas na tabela abaixo Particularidades de Configurações Provedor RazSocial WSUser WSSenha WSFraseSecreta WSChaveAcesso WSChaveAutoriz Email ADM X X X AEG X X Agili X AcessorPublico X X Asten X Centi X X Conam X X DataSmart X X eGoverneISS X X EL X EloTech X Fiorilli X X Giap X Governa X IPM X X ISSDigital X X ISSDSF X ISSLencois X NFSeBrasil X RLZ X Saatri X X SafeWeb X Sigep X X X SigISS X X Simple X X SimplISS X X SmarAPD X X TcheInfo X X Tecnos X WebFisco X X Particularidades de Emissão da NFSe (e demais processos) Cidades com emissão em Produção utilizando o ACBrNFSeX O componente ACBrNFSeX atende atualmente mais de 1300 cidades, porém a impossibilidade de realizarmos testes completos em cada uma delas, contamos com o apoio* da comunidade para atualizar a lista a seguir com o status atual de cada município. Cidade Provedor Atualizado Araucária IPM 22/12/2021 Curitiba ISSCuritiba 22/12/2021 Indaiatuba DeISS 22/12/2021 Pato Branco Pronim 22/12/2021 Pinhais IPM 22/12/2021 São José dos Pinhais ISSSJP 22/12/2021 São Paulo ISSSaoPaulo 12/12/2021 Telemaco Borba IPM 12/12/2021 Para apoiar basta preencher o formulário de pesquisa que será publicado em breve.
    2 points
  46. Obrigado por reportar. Fechando. Para novas dúvidas, criar um novo tópico.
    2 points
  47. No Lazarus, sim. Como é um projeto de mais de 3 anos, e já tinha tomado essa má decisão, acabei não migrando para o componente. Mas aos poucos vou fazendo as mudanças, na medida do possível. Já uso o componente para o TEF, para balança e para NFSe. Agora falta migrar de vez a emissão de NF-e.
    2 points
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.