Jump to content

Transforme seu banco de dados
em um app mobile!

botao_e_logo_plugmobile1.png

click.png  

 

 

 

 

 

Balança SM100 performance surpreendente

Tecnologia Japonesa   Teclado e Visor resistentes a água
Consumo inteligente de etiquetas   Baixo custo de manutenção
Comunicação Ethernet e WIFI independentes

Saiba Mais

Impressora de Etiquetas ELGIN - L42 PRO

Protocolos PPLA, PPLB, ZPL, EPL (automático)
Porta USB padrão Opcionais: Ethernet, Serial, Paralela
Sensor de Etiquetas Móvel Garantia de 18 meses

Saiba mais

Leaderboard


Popular Content

Showing content with the highest reputation since 12/29/2019 in all areas

  1. 5 points
    Reabri o tópico, pois creio que agora seja necessário ajustar os relatórios de DANFE do ACBr, para destacar o Frete no Item, conforme imagem abaixo, extraída do manual...
  2. 4 points
    24/01/2020 Ambiente de homologação de DF-e: Desativação dos protocolos SSL, TLS 1.0 e TLS 1.1 A Secretaria da Fazenda do Estado do Rio Grande do Sul comunica que, no ambiente de homologação de DF-e da Sefaz-Virtual do Rio Grande do Sul (SVRS), desativou os protocolos de comunicação mais antigos (SSL, TLS versões 1.0 e 1.1), mantendo apenas o protocolo TLS versão 1.2. Essa desativação em ambiente de homologação busca possibilitar que as empresas testem seus sistemas antes deste procedimento ser realizado no ambiente de produção, o que proporciona mais segurança na comunicação entre as empresas e a SVRS. A desativação nos ambientes de produção da SVRS das versões 1.0 e 1.1 do protocolo TLS será realizada em data oportunamente comunicada.
  3. 4 points
    ATENÇÃO – PARADA PROGRAMADA NOS AMBIENTES DE AUTORIZAÇÃO DE DF-e DA SVRS NO DIA 02-FEV-2020 Os ambientes de autorização de Nota Fiscal eletrônica (NF-e, mod. 55) da SEFAZ-Virtual do Rio Grande do Sul (SVRS) e de Nota Fiscal eletrônica a Consumidor (NFC-e, mod. 65) do RS (SEFAZ-RS) serão submetidos a manutenção programada na manhã do domingo dia 02/02/2020. A manutenção será executada entre as 07:00 e as 08:00 da manhã, horário durante o qual poderá haver indisponibilidades com duração máxima de 15 minutos.
  4. 4 points
    Eu achei aqui o erro o nome do arquivo de saida no linux estava com o mesmo nome tanto em x86 e x64. Já foi disponibilizada uma nova versão, favor baixar e testar.
  5. 4 points
    Bom dia Pessoal! Tive as seguintes respostas da SEFAZ: Sergio Pinetti por gmail.com 27 de dez. de 2019 15:13 (há 3 dias) para Thiago, Felipe, Ana Prezada Ana Paula, Em relação ao Erro 1003, identificamos que sua origem está na integração de alguns serviços do Sistema [email protected] com sistemas de responsabilidade da Secretaria da Receita Federal do Brasil. Um dos componentes do cadastro de contribuintes do ICMS de Santa Catarina acessa, para fim de validação, o sistema da SRFB que há alguns dias retorna erro devido a sua indisponibilidade. Observou-se ainda que esta intercorrência afeta outros serviços do Sistema [email protected], além dos componentes do Sistema SIV que recebem, validam e processam os arquivos eletrônicos XML do Bloco X. Durante esta tarde os técnicos responsáveis pela manutenção e suporte do Sistema [email protected] tentarão implementar solução de contorno a fim de remover essa validação de dados realizada com base nos sistemas de responsabilidade da Secretaria da Receita Federal do Brasil. Assim, em relação aos bloqueios previstos na legislação aplicável aos requisitos técnicos do Programa Aplicativo Fiscal PAF-ECF solicitamos não implementa-los nos pontos de venda em razão da rejeição dos arquivos do Bloco X estar ocorrendo indevidamente conforme descrito. Everton Telles <[email protected]> 27 de dez. de 2019 16:16 (há 3 dias) para Marcos, GUSTAVO, Sergio, Ana Prezados, foram realizadas devidas correções. Ana Paula, persistindo o problema por favor nos avise. Obrigado pela ajuda. Everton Telles Auditor Fiscal da Receita Estadual Secretaria de Estado da Fazenda de Santa Catarina Diretoria de Administração Tributária - DIAT Gerência de Sistemas e Informações Tributárias - GESIT Telefone: (48) 3664-5406 Voip 018-45406 Segundo eles já está resolvido.
  6. 3 points
    Chegou as ler as NT? isso faz tempo que tem é a distribuiçãodfe através da ciência de operação e no componente ACBrNFe tem já e no exemplo do svn também tem para saber como funciona. lembrando que não é para download total. é para eventualidades não podendo passar de 30% das NF-e emitidas
  7. 3 points
    Tópico movido para a área do SAC, para que o SLA de respostas seja considerado Bom dia, Enviei correção para o repositório, rev. 18885. Favor atualizar os fontes e testar novamente.
  8. 3 points
    Guilherme, Fiz uma alteração visando atender essa condição (Contribuinte = Simples Nacional) gera a tag Alíquota mesmo valendo zero. Já se encontra o repositório, favor atualizar os fontes e faça novos testes.
  9. 3 points
    Bom dia Guilherme, Com essa informação de sempre gerar a tag da Alíquota quanto se tratar de contribuinte do Simples Nacional, podemos incluir uma condição para essa tag.
  10. 2 points
    Pera tu programa em Delphi e está usando o Monitor? Use o componente você tem mais controle de tudo o que está fazendo !
  11. 2 points
    Como o @Juliomar Marchetti falou o ACBrFramework foi descontinuado os fontes ainda se encontram no SVN se quiser ajustar para seu uso.
  12. 2 points
    Problema resolvido apliquei essas configurações SSL.SSLType := LT_TLSv1_2 , consegui enviar as NFC-e./NF-e
  13. 2 points
    O PathNFe e o PathInu esta informado incorreto. Estão com path inválidos, informe vazio para os valores padrão ou informe um path completo
  14. 2 points
    [RESOLVIDO]. Recebi o link de uma nova imagem ISO pelo meu email, instalei e funcionou corretamente. Peço desculpas por não ter lido o log, aliás nunca tinha prestado atenção àquela mensagem ao final do instalador, sempre clicava em não e pronto. Total falta de atenção minha
  15. 2 points
    Anexe (não cole o conteúdo) o arquivo de remessa gerado.
  16. 2 points
    Como você está usando o ACBrMonitorPlus, pode anexar também o arquivo ini que usou para gerar esse xml? PS.: A propósito, a rejeição do valor é porque não estão indo os dados de endereço do destinatário mesmo. Mas notei que há outros erros no seu XML, como por exemplo um NCM inválido. Talvez você queira validar depois no site https://www.sefaz.rs.gov.br/NFE/NFE-VAL.aspx
  17. 2 points
    A partir desta postagem os fontes ACBr passaram por ajustes, ficando compatível com a versão 1.1.1 da lib OpenSSL. Sendo assim desconsidere as configurações acima, se a sua Distro Linux já utiliza a versão 1.1 da OpenSSL. Se a sua Distro utiliza a versão anterior da OpenSSL , vai funcionar da mesma forma, porém apenas a versão 1.1 será mantida atualizada pelo projeto OpenSSL, até mesmo por isso o ACBr atualizou-a no Projeto. Saiba mais detalhes no post abaixo:
  18. 2 points
    Bom dia a todos, Com os fontes disponibilizados pelo Guilherme a impressão do boleto ocorreu sem nenhum problema em uma impressora Epson TM-T20X. A impressão ficou um pouco falha, acredito que deva ser o papel que estou usando que é de má qualidade. Hoje em dia, são poucos que vão até ao banco pagar um boleto e quando vão realiza o pagamento nas maquinas de autoatendimento. Sendo assim hoje o que realmente o que interessa para efetuar o pagamento do boleto é o seu código de barras ou a linha digitavel e é claro o boleto estar registrado. Portanto se o boleto foi impresso em papel A4 ou Carta ou Bobina, pouco interessa. A única questão de imprimir o boleto em uma impressora térmica é o clareamento da imagem, na empresa que eu trabalhava o pessoal tinha o costume de tirar um fotocopia de todos os documentos impressos em impressora térmica. Gostaria de saber se mais alguém consegui ou esta com problemas de imprimir o boleto na impressora térmica usando o programa exemplo do componente ACBrBoleto.
  19. 2 points
    Não deveria não, pois não tem retorno, aqui funciona corretamente sem esta alteração. Outra coisa Sub os parâmetros não ficam entre Parenteses a forma correta de usar é assim. nfe.GravarXml 0, "Teste.xml", App.Path e não assim nfe.GravarXml(0, "Teste.xml", App.Path) isso é apenas para functions
  20. 2 points
    ja vi o erro aqui parceiro, burrice minha, na minha classe onde eu gero o ini com os dados da nfe, eu ja dou o comando direto para enviar o xml. e como eu quero gerar o ini somente para visualizar.
  21. 2 points
    Boa tarde a todos, Estamos com problemas idênticos em vários clientes, falta de comunicação, não envio de lote de cupons, estou com um cliente que deu bloqueio autônomo por falta de internet, sendo que ontem cedo ele conectou no sefaz, e extraindo o log, não está conseguindo acessar a retaguarda do sefaz, mesmo internet estando tudo ok. Abri chamado no https://portal.fazenda.sp.gov.br/Paginas/Correio-Eletronico.aspx, estou aguardando resposta. Recomendo aos amigos que façam o mesmo []'s
  22. 2 points
    Bom dia, experimente configurar a propriedade "AltLinhaComun" com valor 30
  23. 2 points
    Pelo erro é uma unit do seu projeto e não do ACBr. O que você precisa modificar nos fontes do ACBr?
  24. 2 points
    Bom dia. Temos relatos de que a SEFAZ-MA está resolvendo alguns problemas neste momento. Att.
  25. 1 point
    Prefeitura de Oliveira-MG. https://www.nfs-e.net/fiscalweb.php
  26. 1 point
    Boa tarde, Alterei a classe do bancoob para trabalhar com a negativação. Utilizei os mesmos moldes da classe do banco do brasil discutido no topico Negativação BB Segue em anexo a unit alterada, e print do manual na parte em que se refere à negativação. Não consegui enviar o manual devido a limitação do tamanho dos anexos. Negativacao Bancoob.zip
  27. 1 point
    Ola amigos, em relação as balanças pos e z. Depois de muito bater a cabeça descobri que os cabos que a urano fornece não se comunica direto com a porta nativa do comuputador por conta do conversor dentro do db9 não sei explicar o motivo parece ser protocolo, fiz inumeros testes com cabos e balanças diferentes sem sucesso até que ao inserir um cabo usb/ serial DB9 macho que instala um driver de porta serial que eu tinha em minha sucata imediatamente comunicou com as configuraçoes de velocidade 9600, stop bits 8 e s2... Obrigado esperonter ajudado...
  28. 1 point
    Movido para o fórum de "Notícias"... Obrigado @GILBERTO FARIA
  29. 1 point
    @Italo Jurisato Junior chefe, consegui contornar mudando o arquivo INI do provedor e mudando a propriedade SSLHttpLib pra httpIndy. Para WebIss funcionou tranquilo
  30. 1 point
    Desde a primeira versão do código no repositório o nosso número é formatado incluindo a carteira: function TACBrBancoUnicredRS.MontarCampoNossoNumero ( const ACBrTitulo: TACBrTitulo ) : String; begin Result := ACBrTitulo.Carteira + '/'+ ACBrTitulo.NossoNumero + '-'+ CalcularDigitoVerificador(ACBrTitulo); end; Então esse boleto não está compatível com qualquer versão do código do repositório. E a alteração do nosso número vai causar alteração do dígito do mesmo e também do dígito geral como destacado.
  31. 1 point
    Ola a todos; Problema dos retornos resolvido!!
  32. 1 point
    Diogo, Boa noite! Para responder as suas perguntas, preciso saber qual o modelo de balança seu cliente esta usando? Ou se esta querendo encontrar um hardware que tenhas as funcionalidades acima.
  33. 1 point
    Primeiro deve ser feita a anulação do CTe, de uma das seguintes formas: - O tomador contribuinte pra o qual o CTe foi emitido envia o evento de Prestação de Serviço em Desacordo, após isso a transportadora gera um CTe de anulação; - O tomador contribuinte gera uma NFe de anulação de valores referenciando o CTe; - O tomador não contribuinte gera uma declaração de anulação de valores mencionando o CTe, e a transportadora gera um CTe de anulação referenciando a declaração; - O tomador caso transportadora emite um CTe de anulação de valores. Após isso a transportadora emite um CTe de substituição, referenciando o CTe original e o documento de anulação gerado no primeiro passo, e informando a tag indAlteraToma = 1 para indicar que houve alteração do tomador.
  34. 1 point
    Complementando com o que achei no manual publicado em Dezembro de 2019 ( Manual de especificações técnicas do DANFE_NFC-e e Qr_Code Versão 5.1 ) onde ouve alteração justamente em relação ao frete: Possibilidade de inclusão no DANFE NFC-e de informações IDs: I15, I16, I17 e I17a, tags: vFrete, vSeg, vDesc e vOutro, a critério da UF, poderem estar descriminadas por item. (página 2) Acréscimos (frete, seguro e outras despesas) /Desconto R$: somatório dos valores dos itens dos acréscimos (frete, seguro e outras despesas) e dos descontos (deve ser impresso a linha apenas se existir acréscimo ou desconto) ) (IDs: W08, W09, W10 e W15, tags: vFrete, vSeg, vDesc e vOutro); OBS.: Estas informações, a critério da UF, podem estar descriminadas por item (IDs: I15, I16, I17 e I17a, tags: vFrete, vSeg, vDesc e vOutro). (página 10)
  35. 1 point
  36. 1 point
    Boa tarde, Apenas reforçando, também passei por esse problema em vários clientes com Kaperskay, foi so pausar o antivirus, sair e entrar no sistema e funcionou corretamente. Nos clientes Windows 10, desinstalei e deixei o Defender. Dercide Alvarez
  37. 1 point
    Bom dia Jair, O ambiente de homologação do provedor Infisc não funciona, em vez de retornar o resultado do envio, retorna o WSDL do webservice, por outro lado o ambiente de produção retorna o resultado do envio. Para esse provedor a única solução é enviar a nota para o ambiente de produção e depois cancelar pois trata-se de um teste.
  38. 1 point
    Olá, ao gerar alguns CTes cujo destinatário é do exterior, em alguns casos eu obtinha rejeição de validação do schema, pois o município e UF do endereço do destinatário estavam em branco. Após algumas pesquisas encontrei esse tópico aqui no fórum, e ele trata do mesmo problema que estou enfrentando: https://www.projetoacbr.com.br/forum/topic/38258-utilização-de-typed-constants-nos-componentes/?tab=comments#comment-251004 O tópico é antigo, de 2017 e não teve nenhum comentário. Apliquei a solução que foi proposta na época e funcionou corretamente. Declarar as constantes apenas com o nome e valor, sem a tipagem. Resolvi alterar os arquivos PCN dos documentos fiscais e colocar aqui, caso se ache a correção satisfatória eles podem ser mesclados no SVN. As constantes necessárias para determinação da cidade/uf do exterior eram desse modo: CMUN_EXTERIOR: Integer = 9999999; XMUN_EXTERIOR: String = 'EXTERIOR'; UF_EXTERIOR: String = 'EX'; Após a alteração ficaram desse modo: CMUN_EXTERIOR = 9999999; XMUN_EXTERIOR = 'EXTERIOR'; UF_EXTERIOR = 'EX'; pcnBPe.pas pcnNF3e.pas pcnNFe.pas pcteCTe.pas pmdfeMDFe.pas pnfsNFSe.pas
  39. 1 point
    Bom dia Italo, Infelizmente isso é bem verdade, é de longe o SEFAZ que mais dá problemas. Estamos com alguns chamados abertos lá sobre este assunto. Obrigado
  40. 1 point
  41. 1 point
    Beleza, Obrigado Daniel, vou alterar para pegar das tabelas do ibpt.
  42. 1 point
  43. 1 point
    Isso bem possível, é só fazer um loop e preencher as formas de pagamento. Uso aqui e nunca tive problemas.
  44. 1 point
    Bom dia. Na área do SAC temos um vídeo que pode lhe ajudar, faça a assinatura do Trial para ter acesso por 15 dias a este material e todas as vantagens de ser SAC ACBr. Att.
  45. 1 point
    Provavelmente são configurações que precisam ser realizadas no Monitor. Tente preencher os parâmetros dos recursos que vc pretende usar que deve resolver. Verifique a área de certificado digital.
  46. 1 point
    Tópico repetido. Por favor, acompanhe pelo tópico abaixo.
  47. 1 point
    Bom dia Paulo, Pela mensagem da SEFAZ-MS o que tudo indica o ambiente de homologação já esta gerando as tags <cMsg> e <xMsg> Você teria condições de realizar um teste e nos fornecer o XML de uma NF-e e NFC-e que contenha essas tags? Pois já estamos trabalhando na implementação da impressão dessa informação nos DANFE da NF-e e NFC-e. Desde já muito obrigado pela colaboração.
  48. 1 point
    Boa tarde. Criei esse nova classe para gerar boleto e Remessa (c400) Unicred/SC, onde aqui no estado usa como base o Bradesco, modificando em alguns pontos. Unit nova: ACBrBancoUnicredSC Modifiquei: ACBrBoleto.pas em alguns lugares. ACBrBancoUnicredSC.pas ACBrBoleto.pas Manual_CNAB_400_UniCred.pdf
  49. 1 point
    E quando terceiros prestam serviço de manutenção? Quem é o responsável técnico? Dúvidas assim podem surgir quando fixamos na mente mais a ideia de um "representante da classe de programação" perante a lei do que na ideia de um responsável pelo sistema. Talvez isso aconteça porque o termo usado é "responsável técnico". Logo nos vem a mente um engenheiro responsável pela obra e tal... Mas veja bem, a ideia do responsável técnico, é ter uma "pessoa" para quem a Sefaz vai mandar um e-mail quando quiser falar sobre o software emissor do DF-e. Como dito antes, suponha que o software emissor tentou retransmitir a mesma NF-e com erros no XML, por 70.000 vezes... ou seja, mesmo recebendo o erro de rejeição por XML inválido, a aplicação ficou em algum Loop, tentando retransmitir o mesmo XML que já sabia era rejeitado, isso por 70 mil vezes. Nesse caso, quem a SEFAZ deveria contatar? Pensar nesses termos, nos ajuda a entender o motivo das tags Responsável Técnico e assim saber como preencher. Vamos a dois exemplos, com base nas perguntas desse link: Imagine uma microempresa, distribuidora de produtos de limpeza, que para emitir a notas fiscais, paga a um programador fazer as alterações nos fontes de um sistema emissor. Esse programador é pessoa física. Como fica esta situação? Não se engane. A resposta depende mais do tipo do vínculo entre eles e menos de o programador ser uma pessoa física. A questão que deve ser respondida é: Quem é o responsável pelo software? Quem a SEFAZ deve contatar caso queira falar sobre o sistema? Isso vai depender de cada caso e talvez de cada UF. Responder algumas perguntas podem ajudar a resolver a questão: Atualmente, o sistema é da ME distribuidora de produtos de limpeza? O programador é chamado como um terceirizado ou mesmo como funcionário temporário da empresa, não tendo de fato vínculo com o sistema? Por exemplo, ele pode ser substituído por outro programador? (Note, não importa aqui o conhecimento interno do sistema...) Se a resposta a essas perguntas for sim então, a menos que algo diferente esteja em contrato, o responsável técnico é a empresa distribuidora de produtos de limpeza.  Ela contrata outra pessoa para dar manutenção mas, ainda assim, ela é responsável, porque o sistema é dela. No PAF-ECF, chamávamos isso de "sistema próprio". Quer dizer próprio da empresa. Não é um sistema que ela aluga. Caso alguma resposta para as perguntas for não, então, provavelmente, o responsável técnico é o programador. Será necessário verificar com a UF como ele deve ser informado já que ele não tem CNPJ. No caso da empresa ter uma pessoa que saiba programação e faça estas alterações mas não é programador registrado e sim diretor ou gerente ADM, como fica? Nesse caso, sem dúvida, o responsável técnico é a própria empresa. Ela tem um sistema próprio, desenvolvido internamente para emitir os DF-e. Não importa se quem faz as alterações é um programador ou o contínuo da empresa. O importante é quem é responsável perante a SEFAZ e, nesse caso, é claro que a SEFAZ não vai querer saber quem deu manutenção no sistema. Quando ela precisar falar com um responsável, ela vai querer contatar diretamente a empresa. Afinal de contas, se a empresa não quisesse isso ela teria contratado um sistema de alguém ao invés de permitir um funcionário (ou sobrinho do dono) criar o sistema.
  50. 1 point
    Boa tarde Juliomar, acabei de resolver o problema, vou deixar aqui postado como consegui resolver para aqueles que se depararem novamente com este mesmo problema que eu perdi 2 dias para achar o mesmo rsrs. 1) Apagar todas as referencias do acbr com o apagarAcbr.bat 2) Excluir e baixar novamente do repositório 3) Instalar manualmente os pacotes dos componentes de acordo com as orientações do LEIA-ME.TXT 4) No meu casos para Relatórios do Fortes Report precisei substituir nos pacotes caso precise RLibWinDXE7.bpl pela atual FortesReportCE_Win32_DXE7_vcl.bpl 5) Alguns pacotes que não reconhecem as uses Forms. Graphics... principalmente os de relatorios.... então fiz o seguinte clique botão direito em cima do projeto e vá em ->Options..->Delphi Compiler->Unit scope names e adicione a palavra VCL; em um pacote que usa a uses jpeg necessitei adicionar também a palavra Vcl.Images Feito isto consegui instalar os componentes perfeitamente. Juliomar não mexi em nenhum path do delphi, para desencargo de duvida, até desinstalei e instalei novamente o delphi e os componentes e persistiu o problema. Agradeço pela atenção Juliomar, não sei se é problema com o delphi ou se esta faltando em alguns pacotes estes detalhes, mas espero ter ajudado. abs
×
×
  • Create New...