Ir para conteúdo

Painel de líderes


Conteúdo popular

Mostrando conteúdo mais curtido desde 17-11-2017 em todas as áreas

  1. 10 pontos
  2. 6 pontos
    @Filipe Natividade estamos em fase final de implementação para liberação, a liberação deve ocorrer até o final da próxima semana, se tudo der certo.
  3. 5 pontos
    Agora é oficial Reinf para "empresas com faturamento superior a 78 milhões passarão a enviar os eventos pela EFD-Reinf a partir de 1º de maio de 2018. Os do segundo grupo, a partir de 1º de novembro de 2018 e os do terceiro grupo, a partir de 1º de maio de 2019." http://portal.esocial.gov.br/noticias/receita-federal/novas-datas-de-implementacao-da-efd-reinf-a-partir-de-2018
  4. 4 pontos
    Boa tarde! Também identificamos este problema, e de fato só acontece na tentativa de gerar Carta de Correção Eletrônica de CT-e's emitidos na versão 2.0, e temos certeza absoluta que é problema lá na SEFAZ (nosso caso também foi em SP). Não sabemos como é o processo interno lá, então só podemos supor quando nós enviamos o conteúdo da CC-e com as tags modificadas, eles carregam o XML original da versão 2.0, fazem a substituição pelas modificações e fazem a validação em cima dos schemas, mas o erro está acontecendo porque estão usando os schemas da versão 3.0 ao invés da 2.0. Já abrimos 2 chamados lá, um ontem, respondido ridiculamente por eles, e outro hoje cedo... mas até agora não recebemos uma resposta. Quando tivermos uma nova resposta deles, avisaremos aqui para todos.
  5. 3 pontos
    Discordo totalmente da sua visão, acho bem importante que este tipo de informação seja compartilhada, eliminando possíveis dúvidas que o problema seja culpa do próprio código, tanto do ACBr ou do sistema de cada um. Para os demais interessados no assunto: o problema ainda persiste (testado em ambiente de Produção há poucos minutos), já abrimos vários chamados na SEFAZ de SP desde a semana passada, mas até agora não obtivemos nenhum retorno.
  6. 3 pontos
    Bom dia, gostaria de apontar uma pequena correção no código do evento onClick de 3 botões (sbLogoMarca1, sbLogoMarcaNFCeSAT e sbLogoMarca, respectivamente localizados na aba Boleto/Relatorio Retorno e na aba DFe/Impressão/Dados Empresa) no ACBrMonitorPLUS. Estes permitem selecionar a imagem (PNG, JPG ou BMP ) para ser usada como logotipo. O problema está abaixo no preenchimento incorreto da propriedade Filter, que não permite filtrar corretamente os tipos de arquivos pela extensão: OpenDialog1.Filter := 'Arquivos PNG (*.png)|Arquivos JPG (*.jpg)|Arquivos BMP (*.bmp)|*.bmp|Todos os Arquivos (*.*)|*.*'; Abaixo o preenchimento correto da propriedade: OpenDialog1.Filter := 'Arquivos PNG (*.png)|*.png|Arquivos JPG (*.jpg)|*.jpg|Arquivos BMP (*.bmp)|*.bmp|Todos os Arquivos (*.*)|*.*'; Att Ricardo
  7. 3 pontos
    Muito legal a iniciativa do Felipe! Trabalho no site Calendario.com.br e gostaria de saber como podemos trabalhar juntos nisto. Gostaríamos de prover um calendário confiável e fácil de usar, para todos os desenvolvedores brasileiros. Me coloco à disposição para trabalharmos nisso.
  8. 3 pontos
    Me parece que você tem PCs com problema de amperagem na USB... isso pode ocorrer, quando você liga muitos dispositivos na USB (a amperagem será dividida entre os equipamentos) .. As soluções seriam: - Usar um cabo com duas entradas na USB - Remover alguns dispositivos da USB do PC - Usar um SAT que permita fonte externa (Ex: Gertec) - Usar um SAT que tenha pouca exigência de amperagem (Ex: Tanca)
  9. 3 pontos
    Sugestão somente: Uma maneira de atrair contribuintes e usar GitHub, porque? Eu contribuo somente com o objetivo de melhorar o currículo e o github da uma forma muito legal de empresas visualizarem isso. Ex: https://github.com/ZeusAutomacao/DFe.NET Comecei a contribuir ai somente com o objetivo de não depender da comunidade em si, sempre procurei isso mas logicamente visando currículo também afinal sou trabalhador né, hoje to na empresa que estou amanhã não estou mais, quero algo registrado como currículo algo destacado, o processo hoje do ACBR não permite isso. Agora se existir alguma maneira sem github porque temos resistência de uso do mesmo pela comunidade do acbr, criar uma maneira de disponibilizar isso, digo uma pagina em algum lugar com medidas quem contribuiu com oque no código fonte? Quem realmente fez algo? enfim.. cada um tem uma maneira de ser eu sou assim, contribuo sempre mas nada e de graça no mundo não adianta dizer que vou fazer algo realmente 0800 isso não existe, no repositório que contribuo ganho um diferencial na hora de achar emprego. Se pesquisar no forum de ACBRFramework.net já fiz algo para o TEF aqui mas foi uma necessidade minha de apenas aprender como funciona, nunca mais contribui motivo? (logico algo bem simples que fiz.. mas com o objetivo de aprender como funcionava a DLL para outras linguagens somente isso) Registros somente, esse projeto de DLL contribuiria com o maior prazer do mundo desde que eu tenha tudo registrado de alguma forma, se não tiver não tem negocio (tem negocio no seguinte sentido acho um bug preciso pra ontem vou lá e arrumo no ato) Roberto existe uma maneira de ver quem contribui com o projeto ACBR? Ok não sabia hehe, mas e algo que todas empresas saibam e sempre procuram ver antes? Algo fácil de ver, intuitivo? enfim.. Obs: não sou programador delphi também mas linguagem e apenas linguagem, sempre que preciso aprendo e pronto, nunca tive dificuldades enquanto a isso.
  10. 3 pontos
    Segue em anexo a unit modificada para compilar no Delphi 7. ACBrConsultaCPF.pas
  11. 3 pontos
    Sempre que se fala sobre o que precisa melhorar algo vem uma pedrada, respostas mandando a "gente trabalhar" no projeto... eu entendo que o projeto precisa de mais contribuições mas se alguem se compromete a colaborar nao tem pq fica cobrando o mesmo dos outros ou pelo menos usar uma estrategia pra envolver as pessoas e nao afastar, a pessoa posta algo e a resposta que recebe é vem fazer tambem, pesquisa, etc... melhor não responder pois parece que tem algo util pra solucionar o problema e no fim das contas a pessoa fica na mesma ou pior, até mesmo quem pesquisa no forum acha que tem a solucão pra um topico e a resposta não é util. Eu sempre achei que isso fere as regras do forum pq nao fala sobre o assunto do topico. Muitas vezes falta conhecimento ou recursos (pra quem programa em outra linguagem) pra conseguir fazer a correção e recorrem ao forum... se nao for possivel pedir la no forum vai pedir onde?. sou grato pelo acbr, tenho muita coisa do ACBr na minha aplicação e certamente teria muito mais trabalho sem a existencia do mesmo.. mas eu desencantei com o SAC no dia que que recebi uma resposta TLDR.
  12. 3 pontos
    Boas Novas: Consegui assinar usando a MScrypto sem MSXML e LibXMLSec. Amanhã vou refatorar e testar se não causa nenhum problema no certificado.
  13. 2 pontos
    Daniel Acho que encontrei a solução que queria a muito tempo kkk veja esse link http://labelary.com/viewer.html Fantastico, ajuda bastante, não é perfeito mas dá uma puta noção da etiqueta ONLINE
  14. 2 pontos
    Bom dia, Esse erro geralmente ocorre quando se tenta acessar um índice que não existe, por exemplo, ao chamar ACBrNFe1.NotasFiscais.Items[0] e não houver nenhuma NFe carregada pode gerar o erro. Não é possível ver pelo seu print se todo o processo está sendo feito, por exemplo, você chegou a carregar o XML da NFCe para o componente, ou apenas o XML de evento de cancelamento? Faça o teste usando o demo do ACBrNFe, na opção Imprimir Evento e veja se o mesmo erro acontece. Se desejar, poste também o XML da NFCe para testarmos.
  15. 2 pontos
    Havia um erro na cadeia de caracteres do exemplo de teste o correto é ACBrBoleto := CreateOleObject('AcbrBoletoDll.ContaCorrente'); no evento FormCreate do formulario de teste. AcbrBoletoDll.rar
  16. 2 pontos
    Sim conforme os tópicos onde já informei estou terminando de mexer para ser subido ao svn no trunk2 então de oficial não tem nada. tanto ele quando o ACBreSocial
  17. 2 pontos
    Recebemos há pouco a seguinte resposta da SEFAZ de SP para cada um dos 6 protocolos que abrimos na quinta-feira: Prezado Contribuinte, O erro descrito em sua mensagem já foi detectado e encontra-se em correção pelas áreas técnicas responsáveis, sendo corrigido em uma nova NT a ser publicada brevemente. Pedimos a gentileza de aguardar as correções do Sistema para que seja possível solucionar o problema. Agradecemos seu contato no "Fale Conosco" da Secretaria da Fazenda. Fizemos um novo teste em produção e ainda está apresentando o mesmo erro, mas o fato da SEFAZ dar uma simples satisfação reconhecendo o problema já é um avanço.
  18. 2 pontos
    Ítalo, pelo menos 4 desses desenvolvedores que postaram aqui (eu incluso) afirmaram que já abriram um chamado na SEFAZ de SP relatando este problema. E nos chamados que abri hoje, incluí um link para este tópico, com a esperança de que isso abra o olho deles de que é um problema grave e que está afetando diversos contribuintes do Estado de SP. Além disso, há detalhes que foram expostos neste tópico sobre este problema (por exemplo: só acontece com CT-e's emitidos na versão 2.00, acontece apenas em SP, em MG, se aconteceu, já está resolvido), com certeza deve ter ajudado muito mais gente do que apenas os que se manifestaram aqui de alguma forma. Entendo que um dos principais benefícios de um fórum é a troca de ideias e informações, e é isso que estamos fazendo aqui. Se ninguém tivesse se manifestado e apenas seguissem esta "recomendação" de guardar para si os problemas e entrar em contato individualmente com a SEFAZ, quantos estariam perdendo tempo olhando código, fazendo testes, apenas para descobrir o que nós já constatamos aqui?
  19. 2 pontos
    Introdução: Recebemos gentilmente da Bematech, a impressora não fiscal MP-4200 TH, para testes. Utilizando os exemplos do ACBr, PosPrinterTeste.exe e SATTeste.exe. Ambiente: Computador Desktop Sistema Operacional Windows 10 64Bit atualizado (09/11/2017) Processador Intel Core I3 4ª Geração Memória 4 GB USB 3.0 Instalação da Impressora MP-4200 TH: O driver de instalação e manuais são disponibilizados no site do fabricante: https://www.bematech.com.br/suporte/equipamento/mp-4200-th USB/COM Emulada: Não houve a necessidade de realizar a instalação do driver no Windows 10. O dispositivo foi instalado automaticamente na COM3. USB/Spooler do Windows: Para realizar a instalação siga as etapas abaixo: Realize o download do driver bemasetupspooler_MP4K_64_bits.zip neste link: http://www.bematech.com.br/administrador/files/equipamento/suporte/17/1456949553-bemasetupspooler_MP4K_64_bits.zip Conecte a impressora no USB; Extraia o arquivo zip do driver e com o usuário administrador, execute o driver BematechSpoolerDrivers_x64_v4.3.1.0.exe Siga com a instalação até aparecer a seleção do modelo da impressora. Selecione o modelo MP-4200 TH(1), clique em Avançado(2), selecione 80mm(3) e depois clique em Continuar(4): Selecione USB(1), defina a porta COM(2) igual ao encontrado no Gerenciador de Tarefas e clique em Instalar impressora(3): Após a instalação do driver, aparecerá uma nova impressora com o nome MP-4200 TH Verificamos que a impressora corta o cupom de forma incompleta quando há muitos itens nele. Para solucionar este problema, siga os passos abaixo: • Clique em Menu Iniciar(1) ==> Configurações(2) ==> Dispositivos(3) ==> Dispositivos e impressoras(4); • Selecione a impressora MP-4200 TH(5) e clique em Propriedades do servidor de impressão(6): • Ao abrir a janela Propriedades do servidor de impressão, clique em Alterar as configurações do formulário(7); • Selecione Criar um novo formulário(8); • Digite MP-4200 TH em Nome do Formulário(9); • Preencha 7,36cm em Largura e 95,00cm em Altura(10); • Depois Salve as alterações(11); • Clique com o botão direito na impressora MP-4200 TH(12) ==> Propriedades da impressora(13); • Selecione a aba Configurações do dispositivo(14); • Selecione MP-4200 TH como formulário da bandeja(15); • Defina Full cut at dot end(16) e depois clique em OK(17); • Clique novamente com o botão direito na impressora MP-4200 TH(18) ==> Preferencias de impressão(19) ==> Avançado(20); • Defina MP-4200 TH em Tamanho do papel(21) e para finalizar, clique em OK(22): Impressão do Autoteste: Caso queira imprimir o Autoteste, siga os passos abaixo: Desligue a impressora; Ligue a impressora mantendo o botão Avanço(1) pressionado até começar a imprimir o Menu(2) (Leva cerca de 15 segundos para começar a imprimir): Conforme informado no Menu, basta aguardar para a impressão do auto-teste; O GIF animado abaixo exemplifica o procedimento descrito acima: Para maiores detalhes, consulte o manual do equipamento disponível neste link:https://www.bematech.com.br/administrador/files/equipamento/suporte/17/1482243640-MAN QSG MP-4200 TH R1.8 WEB.pdf Testes usando os componentes e Demos do ACBr Utilizamos o PosPrinterTeste.exe, demo do ACBrPosPrinter, parte do projeto ACBr, para efetuar testes na impressora. O PosPrinterTestes.exe está disponível neste link: https://www.projetoacbr.com.br/forum/files/file/364-posprintertesteexe/ Configurações: Deixamos as configurações desta forma: Modelo: ppEscPosBematech; Porta: COM3; Colunas: 50; Pag. codigo: pcUTF-8; Fator X: 2 (Logotipo); Fator Y: 2 (Logotipo); Demais configurações não alteramos; Testes de comunicação: Testamos os 3 tipos de comunicação com a impressora (Campo Porta): USB/COMxx – Para comunicação virtual serial. No nosso ambiente reconheceu COM3; RAW:nome da instalação da impressora (USB)– Para enviar a impressão ao Spool do Windows em modo RAW. (exemplo: RAW:MP-4200 TH) \\computador\nome_impressora – Enviar impressões via rede para o Spool do Windows. (Exemplo: \\192.168.15.112\mp-4200 th) Resultados: As imagens abaixo exemplificam os resultados dos testes padrões do ACBrPosPrinter. Observe que o equipamento se saiu muito bem, efetuando corretamente a impressão de acordo com os comandos suportados pelo protocolo Bematech Esc/Pos: Formatação de Carácter; Alinhamento; Código de Barras; QRCode; Logotipo; Leitura de Informações; Teste de acentuação: Para realizarmos os testes de acentuação com diferentes páginas de código, procedemos da seguinte forma: Inserimos um pantograma da língua portuguesa, contendo todas as letras e acentos(1); No cabeçalho foi colocado a tag </zera>(2) para limpar as configurações a cada teste; Foi realizada uma impressão por página de código disponível na impressora(3); Nas impressões abaixo, descrevemos o comportamento de cada teste realizado: pc473: Alguns acentos agudos, circunflexos e til foram ignorados; pc850: Todos os acentos foram impressos corretamente; pc860: Todos os acentos foram impressos corretamente; pcUTF8: Todos os acentos foram impressos corretamente; Leitura de Status: A leitura de Status é funcional através da porta serial (USB/COM). Abaixo alguns status retornados pela impressora: Pronta para uso: “Nennhum Erro encontrado”; Tampa aberta: “stSemPapel, stOffLine, stTampaAberta,”; Pouco papel: “stPoucoPapel,”; Sem papel: “stPoucoPapel, stSemPapel, stOffLine,”; Gaveta aberta: “stGavetaAberta,”; Demais testes: Gulhotina: Cortou no local esperado. Suportou corte completo e destacável; Abertura de gaveta: Funcionou de forma esperada; Impressão de extratos do SAT com SATTeste: O SATTeste é um demo do ACBrSAT, parte do projeto ACBr. Realize o download neste link: Configurações: Testamos a impressão usando o Spool do Windows através do Gerador de Relatórios Fortes Report, e também usando a impressão em ESC/POS. As configurações utilizadas foram as seguintes: Fortes EscPOS Largura: 281 Topo: 0 Fundo: 0 Esquerda: 0 Direita: 0 Colunas: 50 Espaço Linhas: 1 Linhas Pular: 0 Pag.codigo: pcUTF8 Modelo: ppEscBematech Porta: COM3 Chave em 1 linha Exemplo de um cupom fiscal impresso pela MP-4200 TH, usando comandos EscPOS(Direita) e Fortes (Esquerda): Obs.: Na impressão usando Esc/POS, foi necessário forçar a impressão do código de barras da chave do SAT em apenas uma linha. Para tal, usamos a seguinte configuração: ACBrSATExtratoESCPOS1.ImprimeChaveEmUmaLinha := rSim Sobre a Chave do SAT em duas linhas: A MP-4200 TH imprimiu o código de barras da chave do SAT, do em duas linhas. Notamos pelos fontes do ACBrEscBematech.pas que a MP4200 TH não tem suporte ao código CODE128-C, e quando o mesmo é comandado, o ACBr irá substituí-lo pelo CODE128. Também notamos que em ACBrSATExtratoESCPOS.pas, que a impressão da chave do SAT em duas linhas é forçada, quando a Impressora não suporta CODE128-C. Entretanto, quando testamos no ACBrPosPrinter.exe a impressão da Chave do SAT composta de 44 caracteres, usando o CODE128, em apenas uma linha, para nossa surpresa a Impressora o imprimiu o código corretamente. Exemplo: <code128c>35150711111111111111591234567890001135408700</code128c> Gerou a seguinte Impressão: O código impresso, foi lido corretamente com um leitor de código de barras, para PC. Portanto, a MP4200 TH consegue imprimir um Cod.Barras do Tipo CODE128 de 44 caracteres, em apenas uma linha, com sucesso. Provavelmente isso ocorre porque esse modelo de impressora tem uma área de impressão de 50 colunas, que é um pouco maior do que os demais modelos. Teste de desempenho: Através de comandos EscPOS, realizamos a impressão de vários extratos de SAT com diversas quantidades de itens, coletando os tempos de impressão. Todas as formas de comunicação disponibilizada pela MP-4200 TH foram testadas: USB/Spooler do Windows: As configurações foram as seguintes: Modelo: ppEscBematech Porta: RAW:MP-4200 TH Colunas: 50 Espaços Linhas: 0 Linhas Pular: 0 Pag. codigo: pcUTF-8 Resultados: USB/COM: As configurações foram as seguintes: Modelo: ppEscBematech Porta: COM3 Colunas: 50 Espaços Linhas: 1 Linhas Pular: 0 Pag. codigo: pcUTF-8 Resultados: Sobre o equipamento: Feito de plastico ABS, a impressora Bematech MP-4200 TH tem um gabinete bem resistente e acabado. Os botões avanço e guilhotina são do tipo “push botton” e acompanham o desenho do gabinete. Na tampa da baia da bobina de papel há uma alavanca para ajudar em sua abertura, facilitando a troca do refil. Dentro da baia para a bobina de papel, há um espaçador que permite regular o tamanho da bobina, possibilitando o uso de 3 tamanhos diferentes: 58mm, 76mm e 80mm. Na traseira, há conexões para porta USB, gaveta e energia. Através do USB são permitidos impressões pelo Spooler do Windows ou Porta Serial Virtual. Ambos usam um porta COM emulada para se comunicar com a impressora contudo, não é possível usá-las ao mesmo tempo. Sobre a utilização do equipamento: Bastou conectá-la no computador para a MP-4200 TH ser reconhecida usando a COM3. O próprio Windows 10 instalou o driver do dispositivo, assim permitiu de imediato comandos usando o protocolo Esc/Bema. Foi ao estilo Plug’n’Play (conecte e use). A instalação do driver de Spooler foi tranquila. Apenas a criação de um novo formulário para impressões com muitos itens é um pouco trabalhosa, e essa tarefa poderia ser feita pelo Instalador do Spooler, assim como ocorre com outras impressoras do mercado. Um ponto curioso que a cabeça de impressão da MP-4200 TH tem uma área de impressão maior que o comum. Conseguimos realizar impressões com 50 colunas usando comandos no protocolo Esc/Bema, onde comumente se usaria 48 colunas, havendo um ganho de 2 colunas na impressão por linha. A MP-4200 TH não suporta a codificação cod128c para código de barras, como resultado imprimiu a chave do SAT em duas linhas no extrato do SAT, quando deveria imprimir em apenas uma. Contudo, em um teste feito no PosPrinterTeste, ela imprimiu o código de barras em uma linha usando o Code128 com 44 caracteres. Ficha técnica fornecida pelo fabricante: Acessórios Itens 1 Fonte de alimentação 1 Cabo de Força 1 Cabo de comunicação 1 Bobina de papel 1 Guia de uso rápido Características Físicas Altura: 146 mm Largura: 150 mm Profundidade: 218 mm Massa: 1,2 Kg Cor: Preta Condições Ambientais Temperatura de operação: 0 a 40ºC Umidade de operação: 10 a 90% Dimensões do Papel Largura: 58 a 82,5 mm Diâmetro externo: 102 mm Espessura: 56 a 107 µm Especificações Técnicas Velocidade de impressão: 250 mm/s Velocidade de avanço de papel: 52 lps Nº de caracteres por linha: 24, 32, 48 ,64, ou 21,28, 42, 56 Guilhotina: vida útil: 2 milhões de cortes Interface de comunicação: Interface Padrão: USB Segunda interface opcional e modular: Serial RS-232, Ethernet ou Wi-Fi Alimentação: 100 a 240 VAC (externa) @ 50 a 60 Hz Tabela de caracteres: CODE 437, CODE 850, CODE 858, CODE 860, CODE 862, CODE 864, CODE 866, QR Code Método de impressão: Térmico Modo de impressão: Normal, expandido na horizontal, expandido na vertical, expandido na vertical e horizontal, enfatizado, itálico, invertido, negrito, sublinhado, sobrescrito, subscrito. Drivers e softwares: Windows 95 / 98 / ME™, NT 4.0™, Windows2000™, Windows XP / Vista / 7, JAVAPOS, OPOS, DLL (Windows) / SO (Linux) / Driver de Spooler Sensores: Fim de papel, próximo do fim de papel, tampa aberta, Temperatura da Cabeça de Impressão Vida útil do mecanismo de impressão: 200Km Acionamento de gaveta: 1 conector RJ-12 com capacidade de conexão de 2 gavetas Troca de Bobina: Easy load Diferenciais: Conta com o sistema ERS (Easy Recovery System), onde problemas de atolamento de papel são resolvidos apenas com a abertura da tampa do equipamento. Possui exclusivo sistema de modularidade, com mecanismo impressor independente do módulo eletrônico, permitindo a troca de forma individual, sem precisar retirar o equipamento do local.
  20. 2 pontos
    eu estou usando conforme o link abaixo
  21. 2 pontos
    Olá, Atendendo a pedidos (entre eles do Felipe, criador do componente ACBrFeriados), implementamos a possibilidade de utilizar a API com o código IBGE das cidades. ex: http://www.calendario.com.br/api/api_feriados.php?token=[seu-token]&ano=2017&ibge=3550308 Seria bem legal se alguém conseguisse atualizar o componente para aceitar também os códigos do IBGE. Nós também colocamos um link para o site ACBr e para esta página do fórum na página da API de Feriados http://www.calendario.com.br/dev/api_feriados_municipais_estaduais_nacionais.php Qualquer dúvida ou sugestão, estamos à disposição. Abraços,
  22. 2 pontos
    @RenatoE o ACBrESocial ainda não esta finalizado e como o Renato Rubinho falou o Reinf esta funcionando e o eSocial usa o mesmo metodo de assinatura então vamos esperar a finalização do componente para ver se o erro ainda vai persistir.
  23. 2 pontos
    Gostaria de Solicitar aos moderadores que avaliem a inclusão das funções de conversão abaixo no arquivo Fontes: \ACBrTXT\ACBrSPED\ACBrSPEDFiscal.pas. Arquivo completo em anexo {Fabiano Cunha - 26/11/2017} function IndTipoTituloToStr(AValue: TACBrTipoTitulo): string; begin case AValue of tcDuplicata: Result:= '00'; tcCheque: Result:= '01'; tcPromissoria: Result:= '02'; tcRecibo: Result:= '03'; tcOutros: Result:= '99'; else Result:= EmptyStr; end; end; {Fabiano Cunha - 26/11/2017} function StrToIndTipoTitulo(AValue: string): TACBrTipoTitulo; begin if AValue = '00' then Result:= tcDuplicata else if AValue = '01' then Result:= tcCheque else if AValue = '02' then Result:= tcPromissoria else if AValue = '03' then Result:= tcRecibo else if AValue = '99' then Result:= tcOutros else raise Exception.Create(format('Valor informado [%s] deve estar (00,01,02,03,99)',[AValue])); end; ACBrEFDBlocos.pas
  24. 2 pontos
    Bom dia a todos, A ACBr monta o layout dos DA (Documentos Auxiliares) com base nos manuais. Se no manual escrito pelo ENCAT e publicado no Portal Nacional da SEFAZ diz que temos que imprimir as informações: A, B e C, ninguém pode exigir que seja impresso a informação D, a não ser que naquele Estado exista uma legislação que obrigue a impressão dessa informação. Mas os fontes estão ai disponíveis para todos, o ACBr não é uma caixa preta, logo qual quer um pode fazer as alterações que necessita. Essas alterações estão previstas no Manual do MDF-e versão 3.00 página 86 item 9: 9. Documento Auxiliar de MDF-e - DAMDFe É uma representação gráfica resumida do MDF-e, impressa em papel comum, para acompanhar o transporte da carga, permitindo o acesso ao arquivo do MDF-e pela Fiscalização de Mercadorias em Trânsito. O DAMDFe poderá ter tantas folhas quantas forem necessárias para discriminação da documentação fiscal eletrônica, conforme leiaute descrito no Anexo II deste manual. O número do Protocolo de Autorização de Uso recebido da SEFAZ, juntamente com a data e hora, com minutos e segundos, deverão ser impresso no DAMDFe. Havendo necessidade e interesse por parte do emitente do MDF-e, poderá acrescentar campos no leiaute do DAMDFE, desde que sejam colocados abaixo do leiaute padrão, constante deste manual. Ainda, até 50% do verso de qualquer folha do DAMDFE poderá ser utilizado para continuação destes novos campos ou exclusivamente para outras informações de interesse da empresa. O restante do verso deverá ser deixado sem nenhum tipo de impressão. Sempre que o verso do DAMDFE for utilizado, a informação “CONTINUA NO VERSO” deverá constar no anverso, ao final do quadro “Observação”. Johnlenon, verifique se no Estado desse fiscal existe alguma lei que obrigue a impressão do valor ou se é uma mera frescura dele. Essas pessoas precisão entender que não é pelo fato da informação existir no XML que tem que ser impressa no DAMDFE, pois daqui a pouco vai aparecer um fiscal que andou bebendo gasolina e quer por que quer que seja impresso a assinatura digital. Outra coisa, se começarmos a querer imprimir tudo que esta no XML teremos que usar uma folha A0 pois a A4 será pequena.
  25. 2 pontos
    Boa tarde. Erro 21 é falta de memória do pinpad para carregar toda a carga de tabelas. Se você utiliza a solução de TEF da Softwareexpress, tem algums procedimentos para resolver este problema, como por exemplo: - No configurador geral sitef, na Cielo, tem o configurador de produtos, onde você seleciona quais os cartões que você quer rotear pela cielo, e desmarca os que não precisam, depois é só fazer uma carga de tabelas da Cielo (talvez tenha que pedir liberação para a Cielo). - Atualizar as Dll´s da softwareexpress que você utiliza na sua aplicação para uma versão mais nova. Mais uma observação: Erro 31 -> Comunicação / Erro 21 -> Falta de memória
  26. 2 pontos
    Boa noite sugestão está no svn. vlw
  27. 2 pontos
    Boa tarde Pessoal, Consegui integrar e autorizar com a prefeitura de Erechim RS, provedor SystemPro. - Precisei fazer a solicitação da liberação no site da prefeitura para utilizar o ambiente de homologação. - Série do RPS deve ser "RPP", enviei e-mail para a prefeitura e me retornaram para sempre usar esta série. - No ACBR estou com os fontes atualizados e utilizando o Método Gerar Estarei na sequência fazendo testes de cancelamento e retorno qualquer situação. Obrigado a todos pelo auxilo.
  28. 2 pontos
    Boa tarde, @Felipe l. O site https://www.ixml.com.br possui uma API para consulta de NF-e, NFC-e, CT-e, CNPJ e Simples Nacional, sem a necessidade de digitação do Captcha. A consulta é extremamente rápida e retorna o XML pronto pra uso, conforme sua necessidade. O serviço é pago, porém o custo é baixo se comparado com as demais soluções que temos no mercado. Além disso existe um plano gratuito com limite de 15 consultas mensais.
  29. 2 pontos
    Creio que o Tópico foi para uma direção que o Daniel não esperava, mas vamos à minha visão: 1) Quanto à postura do Sr. Marchetti: Também sou de Santa Catarina, um estado que trabalha, que produz, de gente orgulhosa e promissora, que não está acostumado a pedir ajuda sem dar nada em troca. e também não está acostumado a dar ajuda para pessoas ingratas. Isso é cultural para nṍs. Se você quer ajuda, nós ajudaremos, mas se quiser criticar nossa ajuda difamando o nosso trabalho ou achando que a ajuda que fornecemos é uma obrigação e não um favor, culturalmente entenderemos que você não é mais merecedor dos nossos esforços. O que o Sr. Marchetti fez é apenas um reflexo da nossa cultura (e de outros estados, alguns inclusive do norte, como por exemplo Rondônia, que teve muitos imigrantes gaúchos). Somos diretos, objetivos, não usamos pronomes de tratamento, (segunda pessoa e TU ), mas isso não significa que somos agressivos, apenas que possuímos culturas diferentes. Tenho certeza que muitos vão achar meu texto agressivo ou chamá-lo de "textão" ou achar que também estou dando "patadas" mas não... quero apenas mostrar as diferenças culturais e se você não é programador delphi e acha que por isso não pode contribuir com o projeto, você provavelmente está errado. 2) Quanto ao "que eu uso", citado pelo Sr. douglaswf : Eu não uso nada por enquanto. Estou na fase de estudar os códigos. Apaixonei-me pelos códigos e pela organização usada pelo ACBr. Não sou programador Delphi, uso Object-pascal. Muito similar, porém diferentes. meus códigos são sempre cheios de helper types que são incompatíveis com a proposta do ACBr de manter a compatibilidade com o Delphi desde a versão 7 em diante, mas isso não me impede de querer entender e aprimorar cada vez mais. Minhas primeiras metas pessoais são: 2.1) Fazer com que o ACBr se torne compilável por cross-compile (FPC) de linux para windows. Atualmente não é possível porque os os fontes não estão em UTF8 e os caracteres acentuados deverão estar para que funcione o crosscompile no FPC em linux (espero fazer isso colocando constantes do tipo TTranslateString em arquivos .inc com diretivas de compilação {$IFDEF FPC} ou similar) 2.2) Fazer com que os componentes ACBr possam ser traduzido por arquivos .po através dessas constantes dos arquivos UTF8. Mas para isso acontecer, preciso de estudo e tempo. Já até sugerido pelo Daniel Simoes que fosse feito um fork. Mas ainda estou estudando a possibilidade de fornecer alterações ao projeto ACBr ou fazer um refactoring do que realmente me interessei. segue o link da sugestão do Daniel. 3) Quanto ao tópico original. Vi que algumas opiniões são pontuais e querem resolver seus problemas pessoais. Esperava ver mais contribuições nos sentidos de: 3.1) Manter a longevidade do projeto; 3.2) Criar formas de arrecadação consistentes; 3.3) Viabilizar para o projeto economicamente e intelectualmente ; 3.4) Promover e divulgar o projeto profissionalmente e academicamente; 3.5) Agregar novos recursos. 4) Quanto à outras linguagens: Apesar de conhecer diversas linguagens, eu possuo preferências de desenvolvimento, exemplo, projetos comerciais que demandam manutenção, precisam de códigos organizados e de fácil manutenção. por isso opto por object pascal, mas para Android, apesar de já ser possível desenvolver por pascal, uso o java. A maior parte do código livre escrito no planeta são de linguagens c like, mas isso não significa que você precisa aprender apenas uma linguagem. Caso você seja especialista em outra linguagem, provavelmente poderá contribuir construindo cabeçalhos das bibliotecas descritas no vídeo do Daniel Simoes nas linguagens que você esteja familiarizado. opinião pessoal: Github melhor que SourceForge que é melhor que Launchpad, Google Code ou CodePlex.
  30. 2 pontos
    Bom dia, Precisei fazer uma alteração no componente, e gostaria que fosse analisado. Precisei capturar os dados do código 132 (Código de Bandeira Padrão SITEF). ACBrTEFDCliSiTef.pas ACBrTEFDClass.pas
  31. 2 pontos
  32. 2 pontos
    Boa noite João, Alguns provedores necessitam dessas duas informações, não sei lhe dizer se é o caso do WebISS.
  33. 2 pontos
    @Juliomar Marchetti não entenda como uma ofensa, estou criticando a sua postura no forum, não estou lhe ofendendo e nem te criticando como pessoa, afinal não o conheço. Posso reportar ao Sr. (de forma privada) alguns tópicos aonde você teve a mesma atitude que agora, da a impressão que não leu o que foi escrito ou não interpretou o contexto, fica uma resposta grosseira que não leva ninguém a nada e só afasta justamente quem tem menos conhecimento. Se o projeto tem planos de expansão, são justamente Srs. como o @HASA, @Janio e @dorivansousa o público alvo, quem vem de outra linguagem ou tem menos conhecimento técnico, ou seja, existe uma falha na estratégia aqui também.
  34. 2 pontos
    Boa tarde, Estão se perguntando pq ha poucas adesões ao SAC? eis aí alguns motivos. O moderador que me respondeu, no açodamento que lhe é peculiar, não leu (ou não entendeu) o que escrevi e nem percebeu que estamos num tópico que estão justamente pedindo sugestões de melhoria no projeto kkkk. O mortal aqui ousou dar sua opinião e recebeu logo uma pedrada, um coice. Ora, se eu não programo em Delphi, e deixei bem claro que uso o monitor, como vou "mandar contribuição todo dia"???? Talvez seja por essas respostas 'gentis' que quase ninguem aqui está comentando. Não sabe ele q fui assinante do SAC durante muitos meses, não nesse nickname 'janio', mas em outro. Contribuí pq preciso do monitor compilado semanalmente? NÃO. Aprendi a compilar sozinho. Contribuí por contribuir. Por achar que o projeto é muito importante pra mim. Por achar que o trabalho do pessoal do acbr precisa ser remunerado. Por dias pensei em expor minha opinião... que o monitor precisa de uma atenção mais especial por parte do projeto. Mas como o colega acima, protelei pq achei que iria receber uma resposta daquela. Num deu outra! Batata! Sendo assim... ficar calidinho mesmo kkkkkk Boodbye
  35. 2 pontos
    É incrível mas... tentarei deixar CLARO que quem usa o ACBRNFEMONITOR-PLUS não conhece NADA de Delhpi/Lazarus/C# ( Uni...), ou seja, só posso contribuir com $$$ e enchendo o SACO de vocês, compreendem. HASA
  36. 2 pontos
    Segue em anexo os fontes com as modificações do Bloco X referente as alterações disponibilizadas no layout (alterações realizadas com base na revisão 14175). Em anexo também segue um arquivo redução Z e um arquivo de estoque como exemplos que foram enviados e validados. Histórico das alterações: Alterações fonte ACBrBlocoX_Comum.pas: Grupo Estabelecimento: Removido os campos CNPJ e Nome Empresarial que foram removidos do layout. Grupo PafEcf: Removido os campos NomeComercial, Versao, CNPJDesenvolvedor e NomeEmpresarialDesenvolvedor que foram removidos do layout. Alterações fonte ACBrBlocoX_WebServices.pas: Alterado a montagem dos dados da mensagem: Removido as tags pCnpjEstabelecimento, pDataReferencia e pNumeroCredenciamentoEcf que foram removidas do layout. Alterado endereço do webservice que foi modificado. Alteração fonte ACBrBlocoX_Estoque.pas: Inserido controle para setar vazio a alíquota quando a alíquota for zero e a situação tributária for: Isento, Não Tributado ou Substituição Tributária, pois ocorre erro se for zero. Alterações fonte ACBrBlocoX_ReducaoZ.pas: Grupo Ecf: Removido os campos NumeroCredenciamento, Tipo, Marca, Modelo, Versao, Caixa que foram removidos do layout. Grupo DadosReduzaoZ: Inserido controle para o tipo de convênio gerar 6 ou 9 dígitos e alterado formato dos campos VendaBrutaDiaria e GT, pois não podem ter virgula e deve ter zeros a esquerda em virtude da validação que ocorre erro. Alteração fonte pcnConversao.pas: Inserido tcNumStr no tipo de campo, utilizado na geração dos campos VendaBrutaDiaria e GT do arquivo da Redução Z. Alteração fonte pcnGerador.pas: Inserido tratamento para o tipo tcNumStr, para inserir zeros a esquerda. Informativo repassado pela secretária de Estado da Fazendo de Santa Catarina com resumo dos ambientes: Homologação – XSD Redução Z : https://sathomologa.sef.sc.gov.br/tax.NET/sat.dfe.siv.web/xsd/reducaoz.xsd Estoque: https://sathomologa.sef.sc.gov.br/tax.NET/sat.dfe.siv.web/xsd/estoque.xsd Homologação – XML Página: https://sathomologa.sef.sc.gov.br/tax.NET/sat.dfe.siv.web/validacao.aspx Webservice: http://webservices.sathomologa.sef.sc.gov.br/wsDfeSiv/Recepcao.asmx Produção – XSD Redução Z: https://tributario.sef.sc.gov.br/tax.NET/sat.dfe.siv.web/xsd/reducaoz.xsd Estoque: https://tributario.sef.sc.gov.br/tax.NET/sat.dfe.siv.web/xsd/estoque.xsd Produção – XML Página: https://tributario.sef.sc.gov.br/tax.NET/sat.dfe.siv.web/validacao.aspx Webservice: http://webservices.sef.sc.gov.br/wsDfeSiv/Recepcao.asmx Layout Bloco X atualizado (obs: ainda não é a versão final, sendo assim poderá sofrer alterações sem aviso prévio) sharingSLzijD81OPeJzh9FqE/edit?usp=1yez14gry9Mi4rTpwDRDf–bR-google.com/document/d/https://docs. OBS: Peço que utilizem o ambiente de produção para testes somente até o dia 15/11. Após esta data, isso iremos excluir todos os registros e deixá-lo pronto para recepcionar os dados, conforme os prazos estabelecidos em legislação. O ambiente de homologação continuará disponível. Att. Bruno Nogueira Auditor Fiscal da Receita Estadual Secretaria de Estado da Fazenda de Santa Catarina Diretoria de Administração Tributária – DIAT Gerência de Sistemas e Informações Tributárias – GESIT Fonte: http://bell.unochapeco.edu.br/lts/?p=3171 Obs: ainda não é a versão final do layout. Fontes.rar Arquivos.rar
  37. 2 pontos
    ola , se você informar a versaoevento vai funcionar no envio. como esta descrito no link que deixei acima.
  38. 2 pontos
    Segundo o help do WinRar, basta inserir o modificador -p. Compactando com senha: WinRar.exe a -pMinhaSenha meuarquivo.rar meuarquivo.txt Descompactando com senha: WinRar.exe e -pMinhaSenha meuarquivo.rar
  39. 2 pontos
    kkkkkkkk Ah meu Deus! Eu não programo em Delphi. Achei q isso tinha ficado bastante claro Outra: Achei que haviam pedido opiniões e sugestões sobre o projeto.
  40. 2 pontos
    Pode ser que eu esteja falando besteira, mas... Acredito que a graannnnde maioria dos usuário SAC são os que programam em outras linguagens e não tem conhecimento técnico em Lazarus/Delphi para fazer alterações, ainda que pequenas. Aos que programam em Delphi e, ao meu ver não assinam SAC, recebem tudo prontinho e de uma forma instantânea após os commits. Já os que assinam SAC (programam em outra linguagem) e usam o Monitor tem que ficar pedindo, lembrando e as vezes "implorando" rsrsrs para que as coisas feitas para a comunidade Delphi sejam colocadas tbm no monitor. Claro que sempre colocam. Mas digo que as vezes isso não eh rápido, nem mesmo para aqueles que sabem compilar o monitor. As adaptações necessárias as vezes demoram a acontecer. O último caso que tenho lembrança foi a Impressão Fortes em apenas uma linha do Extrato SAT que para o pessoal do delphi foi implementado numa data, mas para o monitor somente foi cerca de duas semanas depois, mesmo para o pessoal do SAC. Estou apenas tentando responder a pergunta feita pelo Daniel: "Pq a taxa de assinatura do SAC eh tao baixa?" Imagino que uma das causas seja esse delay para implementação no monitor que, imagino, seja a maioria dos assinantes SAC. Agora com a dll torço para que mude! Antes que alguém jogue pedra rsrsrs, sei que a comunidade Delphi faz suas contribuições ao projeto de outra forma, o que tbm é importante! Janio
  41. 1 ponto
    Boa Tarde Ítalo, Passo assim, ACBrNFe1.DistribuicaoDFePorChaveNFe(CodigoEstado, ACBrNFe1.SSL.CertCNPJ, EditChave.Text), o CNPJ é do Cerfificado. Tentei passar o CNPJ da filial no lugar do certificado, ACBrNFe1.DistribuicaoDFePorChaveNFe(CodigoEstado, vCNPJFilial, EditChave.Text);, mas retorna erro Chave de acesso invalida. Quanto ao DistribuicaoDFe não preciso dele completo, somente dados do remetente e destinatário, se entendi voce quer dizer que se a transportadora estiver informada no XML da NFe no grupo transporta, ela consegue ler. Vou dar uma olhada melhor no exemplo do DistribuicaDFe .
  42. 1 ponto
    Bom dia Filipe, Como lhe disse não sou eu que cuido do DACTE feito em Fast ou Fortes Report, sendo assim vamos aguardar que os demais Moderadores que conhecem bem o Fast possa avaliar e estando tudo OK enviar para o repositório. Desde já muito obrigado pela colaboração.
  43. 1 ponto
    A via do consumidor é a impressão normal. Enviando em contingência off-line é quando é preciso imprimir a via do estabelecimento também. Seu PDF indica um XML autorizado (com protocolo de autorização) então mesmo informando o parâmetro bViaConsumidor não será impressa a informação da via.
  44. 1 ponto
    @Renato Rubinho Vou estar fazendo alterações para pode usar nos dois casos. @RenatoE Não use capicom use o wincrypt capicom não é compativel, apenas Wincrypt e Openssl. Wincrypt funciona com certificados A1 e A3. OpenSSL apenas com A1.
  45. 1 ponto
    Estava com este problema GZIPUtils, // <- Apontando o erro pra essa linha. A solução encontrada foi modificar o arquivo ACBr.inc que está em fontes ACBrComum. Linha 68 {.$DEFINE USE_ZLibExGZ} alterar para {$DEFINE USE_ZLibExGZ}
  46. 1 ponto
    @arce pelo que eu li me parece, empresas acima de 78 MI em mai/18
  47. 1 ponto
    Ola amigos! estou com essa mensagem ao fazer o cancelamento de uma nfe, <cStat>492</cStat><xMotivo>Rejeicao: O verEvento informado invalido não sei como resolver. ja atualizei os acbr, os schemas e mesmo assim continuo com a mensagem ... alguem saberia como resolver?
  48. 1 ponto
    Dá pra acessar via WayBackMachine: https://web.archive.org/web/20120425065621/http://www.forumweb.com.br/foruns/topic/74093-pequenos-problemas-com-acbr/ Também tem o exemplo do Delphi. "\ACBr\Exemplos\ACBrSerial\ACBrECF\Delphi\uVendaFrenetica.pas" Acho que não está no exemplo do Lazarus...
  49. 1 ponto
    Oi Juliomar e Daniel, Sim, ele funciona para linux, o que não funciona é quando faz a compilação cruzada. Não irei fazer um Fork. Percebi que o ACBr não me atende no que eu preciso de curto prazo, apenas continuarei estudando o código que, aliás, parabenizo à toda a equipe pelo excelente trabalho. Gostei muito do projeto, e concordo com o Daniel: Se há motivação para manter a compatibilidade com o D7, mantenha o Código compatível com o D7. Não há necessidade de manter uma equipe para satisfazer uma necessidade tão pontual. Eu procurava soluções para o Reinf e optei em usar o WebService ToolKit e fazer a assinatura pelo xmlsec. Importante: Minha decisão não foi baseada na falta de qualidade do ACBr, pelo contrário, admiro o trabalho feito aqui, e com uma qualidade muito alta. Minha decisão foi apenas por uma questão de atender a minha necessidade pontual a curto prazo. Quanto à submeter fontes para a análise. Para converter para UTF8, está mais para um refactoring que um Fork.
  50. 1 ponto
    Bom dia André, Na pasta ...\Exemplos\ACBrIBPTax\tabela você encontra uma tabela para cada UF. Alem dos produtos os serviços também possui um código NCM, por exemplo o código 1050113 ( UF = SP ) se refere a Serviços de transporte rodoviário de carga geral. As alíquotas são: Nacional Federal = 13.45% Importados Federal = 14.05% Estadual = 0.00% Municipal = 2.45% Para calcular o valor aproximado dos tributos federias basta calcular o percentual 13,45 ou 14,05 (depende da situação) sobre o valor total da prestação (frete), idem para os tributos estaduais e municipais, exemplo: Valor do frete R$ 500,00 Nacional Federal = 500 * 13,45 % = R$ 67,25 ou Importados Federal = 500 * 14,05 % = R$ 40,25 Estadual = 500 * 0,00 % = R$ 0,00 Municipal = 500 * 2,45 % = R$ 12,25 Eu faço desta forma, se por acaso estiver errado, por favor me corrigem.
×