Jump to content
Notícias do ACBr

click.png

click.png

click.png

click.png

click.png

click.png

click.png

click.png

click.png

consultoria_sticker.png

Conteúdo para desenvolvedores
 ao vivo de terça a quinta!
Saiba mais

dev.png

logo_acbr_paygo.png

TEF ACBr PayGo
Seja um revendedor e ofereça uma solução completa para seu cliente.


botao.png

beneficios.png

stefan

Membros
  • Content Count

    20
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

1 Neutral

About stefan

  • Rank
    Novato

Contact Methods

  • Website URL
    http://www.intelipost.com.br

Profile Information

  • Sexo
    Masculino
  • Location
    São Paulo

Recent Profile Visitors

882 profile views
  1. stefan

    CT-e 3.0

    Obrigado Juliomar. Nao tem nenhum comentário sobre a versao 3.0 mas na ultima nota técnica de Marco 2016 fala "*Suspensa validação 746 até a versão 3.00".. ..
  2. stefan

    CT-e 3.0

    Prezados, boa tarde! Recentemente ouvi falar que será introduzida uma versão 3.0 do CT-e. Porem nao consegui achar nenhuma informação mais especifica online. Alguém sabe mais? Obrigado!
  3. Obrigado pela ajuda Luis Claudio! Vamos fazer assim então e ver como funciona!
  4. Essa verificação é dentro de um sistema próprio que é separado do emissor de CT-e. O melhor seria via XML porque é o documento oficial e padronizado. Você não acha viável?
  5. Obrigado! Trabalhamos com várias transportadoras que emitem CT-e de várias operações físicas: Entrega normal, Devolução, Reentrega, Logística Reversa. Queremos verificar se o custo de frete que está no CT-e está conforme o contrato que foi fechado (auditoria de frete). Como cada uma operação física tem um outro custo, precisamos analisar o CT-e para automaticamente detectar qual tipo de operação física é. Depois vamos verificar se o custo cobrado está certo. Seguem alguns exemplos: Entrega de A para B = R$ 10 Devolução de B para A = R$ 15 Reversa de B para A =
  6. Alguém poderia me ajudar com isso?
  7. Prezados, boa tarde! Estou querendo desenvolver um mecanismo para automaticamente auditar os CT-e das nossas transportadoras. Não tem problemas para os CT-e "normais" de entrega. Os CT-e de devolução ou re-entrega estão mais difíceis. Li a documentação do CT-e 2.0 e parece que não existe um campo oficial que define o tipo físico de operação (entrega/devolução/re-entrega/outro). Parece que preciso deduzir o fluxo físico da constelação de dados (CFOP, CIF/FOB, Remetente/Destinatário, etc.) numa maneira genérica que funciona para varias transportadoras. Estou com bastante dificuldade!
  8. Caros, boa tarde! Para a emissão dos CT-e, estamos comparando uma integração direta com uma integração via um gateway/emissor de CT-e- Existem varias empresas nesse ramo, facilitando o processo com varias funcionalidades: Avaliação XML, envio para SEFAZ, re-tentativas, armazenagem dos XMLs, etc. Na sua experiencia, quais são as vantagens e desvantagens das duas maneiras? Obrigado e abraços!
  9. Obrigado Scott pela explicação!
  10. Boa noite senhores! Parece que existem 2 formatos diferentes para sinalizar um cancelamento de um CT-e. Quais são as diferenças? Recebemos as seguintes formatos. Obrigado, Stefan ---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- <?xml version="1.0" encoding="UTF-8" ?> <procCancCTe versao="2.00" xmlns="http://www.portalfiscal.inf.br/cte"> <cancCTe xmlns="http://www.portalfiscal.inf.br/cte" versao="2.00"> <infCanc Id="ID3515102XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX2">
  11. Ah entendi. Não preciso colocar os volumes individuais (com peso & cubagem) no CTe para destacar exatamente o que foi despachado? Caso não va só informar o total (peso & cubagem) e a quantidade de volumes. Estou perguntando porque algumas transportadoras cobram diferente caso o pedido seja multi-volume. Para conferir a cobrança preciso então as informações dos volumes individuais...
  12. Entendi Italo! Obrigado. Infelizmente isso funciona só quando todos os volumes tem o mesmo peso/cubagem. Ex. Entregar um ar condicionado: Tem um volume pesado/cubagem maior e um volume menos pesado/menos cubagem. Como posso discriminar isso no XML?
  13. Boa tarde. E como você coloca isso no CTe? Por exemplo, tenho o seguinte CTe: <infCarga> <vCarga>300.18</vCarga> <proPred>Cerveja</proPred> <infQ> <cUnid>01</cUnid> <tpMed>PESO BRUTO</tpMed> <qCarga>8.0000</qCarga> </infQ> <infQ> <cUnid>00</cUnid> <tpMed>METROS CUBICOS</tpMed> <qCarga>0.0260</qCarga> </infQ> </infCarga> Aqui parece que tem 2 volumes mas na verdade não tem. Obrigado, Stef
  14. Obrigado Italo! Tenho uma visão um pouco diferente vindo do mercado de e-commerce. Os consumidores estão poucos incentivados manifestar a entrega. Mas pode mudar e talvez uma aplicação seja o melhor caminho! Abs, Stefan
×
×
  • Create New...