Jump to content

kanedasam

Membros
  • Content Count

    39
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

6 Neutral

About kanedasam

  • Rank
    Membro

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

  1. Desculpe a demora pois hj é sexta e sabe como é.... A Natureza da Operação precisa ser 2 = NF-e complementar de tributo, preço e quantidade, conforme for o caso, mas o CFOP do produto deve permanecer o mesmo enviado na nota a ser complementada. Dados do Destinatário/Remetente completos e os mesmos dados da nota original. Dados dos Impostos Código do Produto utilizar o mesmo código da nota emitida com erro. CFOP utilizar o mesmo código da nota emitida com erro. Quantidade do Produto 0 (zero) ou a quantidade a ajustar. Valor total 0 (zero) ou valor a ajustar. Código de Situação Tributária = utilizar o mesmo código da nota emitida com erro. Modalidade de determinação da Base de cálculo ‘Valor da operação’. BC ICMS - Valor do ICMS a complementar, referente ao item ou 0 (zero) caso não seja complemento de ICMS Alíquota ICMS - 100 | Obs.: campo será preenchido somente para permitir a validação da NF-e; ou 0 (zero) caso não seja complemento de ICMS Valor do ICMS Valor do ICMS - Valor do ICMS a a complementar, referente ao item; ou 0 (zero) caso não seja complemento de ICMS BC ICMS ST - Valor do ICMS ST a complementar, referente ao item ou 0 (zero) caso não seja complemento de ICMS ST Alíquota ICMS ST - 100 | Obs.: campo será preenchido somente para permitir a validação da NF-e; ou 0 (zero) caso não seja complemento de ICMS ST Valor do ICMS ST - Valor do ICMS ST a complementar, referente ao item; ou 0 (zero) caso não seja complemento de ICMS ST Valor Total dos Produtos - Valor dos produtos, caso seja complemento de valor ou 0 (zero) caso seja outro tipo de complemento Valor total da Nota Fiscal - Valor dos produtos, caso seja complemento de valor; ou Valor do ICMS ST, caso exista complemento de ST; ou 0 (zero) caso seja outro tipo de complemento; Atualização manual de integração v4.00 A nota fiscal complementar de icms serve para ajustar/complementar dados de um ou mais produtos que porventura vieram a serem emitidos com dados inferiores aos reais. Atualmente ela pode ser complementar de valor, quantidade ou ICMS. Seu uso deve observar os seguintes critérios estabelecidos no manual de integração v.4.0: Tem de se referenciar em campo próprio a qual nota se refere o complemento; Pode ser complementado tanto uma NF-e como uma Nota modelo 1/1ª; Os dados do destinatário/emissor te de ser idênticos ao da nota referenciada; CFOP do cabeçalho pode ser alterado; Transportadora: devem-se informar a modalidade de frete por conta do emitente, dispensando o preenchimento as demais informações; Campo Informações Complementares: podem-se informar as notas referenciadas ou qualquer outra informação de interesse; Deve possuir o(s) mesmo(s) produto(s) das notas referenciadas. Caso exista algum produto que foi remetido e não constou na NF-e normal, deve emitir uma nova NF-e normal constando este produto; É utilizada sempre para complementar, ou seja, para acrescentar e nunca para debitar/subtrair. Para tais fatos devem-se utilizar carta de correção e/ou nota fiscal de devolução de acordo com cada caso. Segue abaixo um post do forum sobre o assunto com um exemplo do XML, apesar que eu acho um pouco defasado mas serve... Fonte : ativasoft
  2. 1 = NF-e normal. 2 = NF-e complementar. 3 = NF-e de ajuste. 4 = Devolução de mercadoria. No seu Xml a tag <FinNfe> esta com o valor 3. A NFe de Ajuste serve para ser utilizada em operações sem circulação de produtos, como uma NF de transferência de crédito, crédito de ativo permanente, entre outros, conforme definições do RICMS. Por exemplo, o balanço da empresa no fim do mês não bate, falta ou sobra uma quantia, por isso é preciso que seja feita a NFe de Ajuste do valor que faltou ou que sobrou. Geralmente, a nota de ajuste é emitida no período de análise da contabilidade para gerar as guias de pagamento dos impostos. Texto explicativo completo Se esta nota esta vinculada a uma outra nota de devolução emitida anteriormente, o mais certo e emitir como complementar se no caso estiver o valor do imposto faltando... agora se o imposto declarado na nota estiver acima do real, ai acho melhor fazer isso no fechamento da apuração do mês na contabilidade solicitando o estorno do valor como credito a ser usado no mês sequente.
  3. Ok, vou elaborar um texto argumentando sobre o assunto e posta-lo no fórum para um discussão aberta aos membros neste final de semana, obrigado pela orientação...
  4. Primeiro obrigado pelo retorno e em segundo concordo plenamente com a colocação técnica exposta por você. Realmente coloquei o meu ponto de vista sobre a questão de retorno das mensagens e dos prefixos dos nomes dos arquivos gerados automaticamente pelo ACBR sem usar como base os manuais da NFe e NFCe. Porém quando estava realizando os meus testes na NFCe achei um pouco estranho receber mensagens de referencias a NFe e não a NFCe, como também a geração automática pelo componente dos DFs quando o mesmo estava setado para NFCe e me gerava os arquivos com o prefixo "-nfe.xml" ou "-nfe.txt", sendo que se o prefixo reference ao tipo de documento gerado, o correto seria "-nfce.xml" ou "-nfce.txt" e por consequência as mensagens deveriam referenciar ao tipo de DF que está sendo trabalhada no momento, isso no meu ponto de vista. Sei que que os sufixos dos nomes estão baseados nos manuais correspondentes mas também não seria a primeira vez que o SEFAZ cria incoerências em seus manuais e também não seria a primeira vez que os membros do ACBR, você entre eles, apontarem estas incoerências. Em suma, sei que é uma proposta de mudança boba porém penso que apesar da NFCe e NFe usarem exatamente a mesma estrutura são documentos diferentes com objetivos distintos e no meu ver como programador, faz todo o sentido tratar mensagens e os prefixos conforme a cada DF, independente dos manuais do SEFAZ. Mais uma vez agradeço a oportunidade oferecida por esta grande comunidade...
  5. Sim e me desculpe.... Ok, só queria enfatizar os pontos de mudanças mas irei adotar a foma correta... E o "Imputbox" estou ajustando além de varias Imputs, cada imput terá o seu formato próprio com Edit, Data, Spin, ListBox e outros.. e se possível com algumas validações... Vamos ver se ficará viável...
  6. Alguém poderia me ajudar qual é o pulo do gato no momento de salvar as configurações ACBRNFE em ini, não encontrei o momento em que grava o arquivo e quando o nome é definido pelo componente de forma automática.
  7. Gostaria de fazer uma nova sugestão na demos da NFe/NFCe em relação as "imputbox" individualizadas. Original : Novo Código Basicamente ficaria assim, invés de tela a telas
  8. Boa noite Vê por coincidência em um outro tópico que o caro colega Italo Jurisato Junior não enxerga necessário definir a estrutura sintática do arquivo na pós identificação do id do arquivo gerado como necessário, no caso eu discordo dele. Apesar que o argumento dele citado e totalmente consistente eu encaro essa necessidade como um forma de boas pratica de programação e de normatização dos arquivos gerados automaticamente pelo ACBR, por exemplo : "-nfse.xml", "-mde.xml", "-cte.xml", "-ane.xml", "-bpe.xml", "-nfe.xml", "-nfce.xml" e outros. Isto também teria que se aplicar na geração de arquivo textos, exemplo : "-nfe.txt", "-nfce.txt" e outros...
  9. JEDIs, como eles conseguem ver erros assim ??? Realmente uma total falta de atenção da minha parte pois o indicador que iria dar erro estava logo em cima : "if Self.Count < 1 then" e mesmo assim estava considerando dentro do "IF" (01) um documento na posição de indice (0) zero... Neste caso vou considerar a parametrização do componente, pois no meu entendimento quando eu for gerar, salvar, imprimir, importar, enviar e-mail, exportar qualquer documento do ACBRNFE em qualquer formato, XML ou TXT, sou obrigado a parametrizar primeiro o meu componentes, pois no meu caso as NFe e NFSe não seguem todos os mesmos parâmetros, além dos óbvios. Aproveitando e te faço a mesma pergunta que fiz a "Juliana Tamizou" , devo fazer um novo post com estas mudanças propostas já corrigidas e deletar este aqui para não poluir o fórum ? Muito obrigado pela orientação . ACBrNFeNotasFiscais.pas
  10. Boa Noite Estudando um pouco mais realizei outros pequenos ajustes que atendem a proposta : linha 211 Alterada Ref: Create(Collection2: TCollection); De : FNFe.Ide.verProc := 'ACBrNFe'; Para : FNFe.Ide.verProc := IfThen(FNFe.Ide.modelo=65,'ACBrNFCe','ACBrNFe'); linha 240 alterada - Ref : Imprimir De : raise EACBrNFeException.Create('Componente DANFE não associado.') Para : raise EACBrNFeException.Create('Componente '+ifThen(NFe.Ide.modelo=65,'DANFCE','DANFE')+' não associado.') linha 252 alterada Ref : ImprimirPDF De : raise EACBrNFeException.Create('Componente DANFE não associado.') Para : raise EACBrNFeException.Create('Componente '+ifThen(NFe.Ide.modelo=65,'DANFCE','DANFE')+' não associado.') linha 2571 alterada Ref : GerarNFeIni De : raise EACBrNFeException.Create('NFe Inconsistente para gerar INI. Chave Inválida.'); Para : raise EACBrNFeException.Create(ifThen(NFe.Ide.modelo=65,'NFCe','NFe')+' Inconsistente para gerar INI. Chave Inválida.'); linha 3460 alterada Ref : EnviarEmail De : NomeArq_temp := PathWithDelim(DANFE.PathPDF) + NumID + '-nfe.pdf'; Para : NomeArq_temp := PathWithDelim(DANFE.PathPDF) + NumID +ifThen(FNFe.Ide.modelo=65,'-nfce.pdf','-nfe.pdf'); linha 3466 alterada Ref : EnviarEmail De : NumID +'-nfe.xml', sReplyTo); Para : NumID +ifThen(FNFe.Ide.modelo=65,'-nfce.xml','-nfe.xml'), sReplyTo); Linha 3550 alterada Ref: CalcularNomeArquivo De : NomeXML := '-nfe.xml'; Para : NomeXML := IfThen(Self.FNFe.Ide.modelo=65,'-nfce.xml','-nfe.xml'); Linha 3786 alterada Ref: VerificarAssinatura De : Erros := 'Nenhuma NFe carregada'; Para : Erros := 'Nenhuma '+ifThen(Self.Items[0].FNFe.Ide.modelo=65,'NFCe','NFe')+' carregada'; Linha 3968 alterada Ref: GravarTXT De : TACBrNFe(FACBrNFe).Configuracoes.Arquivos.PathSalvar) + 'NFe.TXT'; Para : TACBrNFe(FACBrNFe).Configuracoes.Arquivos.PathSalvar) + TACBrNFe(FACBrNFe).GetNomeModeloDFe+'.TXT'; Realizei os testes aqui e funcionou normalmente... Acha que devo repostar todo o conteúdo completo e deletar o post anterior ? Muito obrigado pela atenção. ACBrNFeNotasFiscais.pas
  11. Boa noite a todos Realizei um ajuste bem simples na função CalcularNomeArquivo presente na unit "ACBrNFeNotasFiscais.pas" alterando a sintática do nome para facilitar a identificação do arquivo xml salvo conforme o seu modelo. Trecho da função alterado : De : NomeXML := '-nfe.xml'; Para : NomeXML := IfThen(Self.FNFe.Ide.modelo=65,'-nfce.xml','-nfe.xml'); Mudança simples mas ajuda a quem armazena todos os xml processados no mesmo local quando usa o nome do arquivo gerado automaticamente pelo ACBRNFE, como eu.
  12. Boa Noite Marcos Este é um erro persistente dos servidores de MG, estou começando a acreditar que este erro é intencional do SEFAZ-MG ou é somente comodismo deles já que nós temos um dos piores serviços de emissão do país. Mas ele só ocorre somente no ambiente de homologação. Faz um teste com valores bem simbólicos, tipo R$ 1,00 para cada item, uns 3 itens no ambiente de produção e posta o resultado, Boa Sorte.
  13. Muito obrigado meu caro... Estarei estudando o material e depois postarei os resultados...
  14. Boa Tarde Obrigado pelo retorno, como vou ter que desenvolver a solução estava pensando de usar a base ACBRBOLETO pois a estrutura e praticamente a mesma por isso que achei que fosse possível. Então gostaria de lhe pedir mais orientações sobre se isso é possível, estava pensando em algo do tipo : Disso... [Configuração do componente Boleto] ... titulo := AcbrBoleto.CriarTituloNaLista; with titulo do Begin ... end; Para algo parecido... [Configuração do componente Boleto]+[Dados da conta de debito]... Pagamento := Acbrpagamento.CriarPagamentoNaLista; with pagamento do Begin ... end; Assim tenho algumas perguntas : 1 - E possível ou viável implementar isso dentro do próprio ACBRBOLETO ? 2 - A instrução de pagamento pode ir junta no arquivo de remessa dos títulos ?
×
×
  • Create New...