Jump to content

Promoção 25 Anos de Delphi
25% de desconto em todas as versões

Saiba mais

Ganhe o curso Tributação NF-e para Desenvolvedores

Assinando o SAC Anual este mês
botao.png

 

Balança SM100 performance surpreendente

Tecnologia Japonesa   Teclado e Visor resistentes a água
Consumo inteligente de etiquetas   Baixo custo de manutenção
Comunicação Ethernet e WIFI independentes

Saiba Mais

Impressora de Etiquetas ELGIN - L42 PRO

Protocolos PPLA, PPLB, ZPL, EPL (automático)
Porta USB padrão Opcionais: Ethernet, Serial, Paralela
Sensor de Etiquetas Móvel Garantia de 18 meses

Saiba mais

edjal

Membros
  • Content Count

    18
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

3 Neutral

1 Follower

About edjal

  • Rank
    Novato

Profile Information

  • Sexo
    Masculino
  • Localização
    Recife

Recent Profile Visitors

406 profile views
  1. Errei no título do post, era para ser EFD ICMS/IPI mesmo. Obrigado a todos pela ajuda.
  2. Os componentes que citei acima juntos têm sim todos os blocos necessários, mas eu posso usar dois componentes para gerar uma declaração?
  3. Prezados, Qual componente devo usar para gerar a "EFD ICMS IPI"? Baixei a NT 2019.001 v1.0 e comparei com os programas exemplo (Sped Fiscal e SpedPisCofins) e percebi que na NT existem blocos dos dois. (Que são exigidos, mas não estão presentes num ou no outro). Exemplo: Se usar o ACBrSpedFiscal tenho "BLOCO 0" e "BLOCO C", mas não tenho o "BLOCO B" (no programa exemplo) Já no ACBrSpedPisCofins tenho "BLOCO 0", "BLOCO B", mas não o "BLOCO E" obs: Quando digo: "não tenho" estou me referindo ao botão nos programas exemplo do Lazarus.
  4. Prezados, Gostaria da opinião dos colegas sobre como proceder para lidar com a seguinte situação: Um cliente compra um produto "A" de uma loja de varejo, arrepende-se e volta para trocar esse produto por outro R$ 10,00 mais caro. Nesse caso, a loja recebe a mercadoria e recoloca na prateleira, dando ao cliente um Voucher, Vale-Crédito ou similar no valor da mercadoria de entrada para uma nova compra que pode ser feita imediatamente ou numa data futura, data esta que pode ultrapassar o exercício de apuração do ICMS (mensal). Ex. Devolução no dia 30, nova compra no dia 1º. Pergunto: a) A loja emite a nota de entrada por devolução referenciando a NFC-e de saída, mas quais são os dados que devem constar nos campos do destinatário? O cliente (Pessoa física, não contribuinte) ou a própria loja - Pergunto porque já vi/ouvi as duas possibilidades. b) Essa nota de entrada pode ser subtraída do faturamento do mês para fins de cálculo de ICMS, visto que empresas do SIMPLES Nacional não apuram o imposto pelo resultado das Entradas X Saídas? O motivo dessas perguntas básicas e talvez já discutidas nesse espaço, é que não consigo encontrar respostas uniformes na internet nem mesmo com alguns contadores, por incrível que pareça. Também entendo que essa questão parece mais para um fórum de contabilidade, mas percebo que, a cada dia que passa, nossa profissão, ou nossos produtos, se confundem com uma assessoria contábil, tanto para os nossos clientes quanto para o Estado. Desde já peço desculpas pela delonga e fico no aguardo de qualquer comentário que possa nos ajudar. Abraço.
  5. Prezados, Estou tendo dificuldade com máscaras para os TStringFields no Lázarus. O problema é o seguinte: Tenho um form com um DBEdit ligado ao TStringField cujo campo é um número de telefone; Estou atribuindo a máscara: "(99)9999.9999;0;_" à propriedade "EditMask" desse componente TStringField como faço no Delphi, porém o comportamento do DBEdit no Lazarus, não é o mesmo do Delphi. O DBedit só fica formatado com máscara " (91)8181.8181 " enquanto o está sendo editado, perdendo a formatação assim que o foco sai do componente. Ex.:" 9181818181 ". Existe alguma propriedade que estou deixando de configurar no DBEdit ou TStringField? ou esse é o comportamento "normal" desses componentes no Lazarus? OBS.: Uso Lazarus 1.8.2; Firebird; Zeos (Windows 8.1)
  6. Sim. Já tenho tef a bastante tempo. O comentário que fiz foi sobre a incoerência de exigir TEF num projeto que prevê a contingência offline para NFC-e. Não é possível realizar um TEF ofline.
  7. Prezados, Alguém instalou RxLib no Lazarus 2.0.0? Tentei fazer isso, mas ocorreu um erro de dependência conforme mostrado na imagem:
  8. Entendo que inutilizar seria a operação correta. Porém gostaria de saber se o reaproveitamento do número pode gerar algum tipo de penalidade para o cliente, ou seja, se ele estaria transgredindo alguma norma simplesmente por enviar a nota de número 10 numa data posterior a de número 20 sendo ambas da mesma série. Caso isso seja proibido, vou adicionar uma inutilização automática em meu aplicativo, de modo que, se a nota não for autorizada de imediato a numeração da mesma seja inutilizada automaticamente. Ai o usuário teria que gerar um novo pedido, realizar uma nova venda e emitir uma nova nota depois que consertar o erro. Eu sei que posso emitir em contingência offline automaticamente também, mas para isso preciso gerar outra nota incrementando o número, para inutilizar o anterior ou fazer o cancelamento por substituição no prazo determinado. Resumindo, qual é a implicação legal de se enviar uma nota com numeração anterior às atuais.
  9. Prezados, Se um usuário emissor de NFC-e emite a nota número 10 numa data posterior a número 20, por exemplo. Digamos que o cliente fique aguardando um operador consertar o cadastro do produto - NCM, GTIN... isso acontece bastante num cliente nosso - Nesse interim, foram emitidas outras notas. Posso deixar a nota pendente de envio e enviá-la posteriormente? Qual a implicação disso para o contribuinte?
  10. Prezados, A partir desse mês, todos os contribuintes de Pernambuco, exceto bares, restaurantes e assimilados, estão obrigados a usar TEF para as transações com cartão de crédito, podendo o contribuinte que for flagrado utilizando o POS, ter o equipamento apreendido e ainda ser multado! Nesse caso, como o TEF depende de internet, essa decisão do governo de Pernambuco estaria inviabilizando a contingência offLine , uma vês que o TEF (geralmente IP) depende exclusivamente da internet para realizar a transação. No meu entendimento, há uma incoerência nessa exigência da SEFAZ-PE ou deveria haver uma exceção para o uso do POS quando a nota for emitida em contingência OffLIne.
  11. Amigo, você estava certo. Fazia essa configuração em tempo de execução na hora do envio e na consulta não fazia. Coloquei configurado no componente e ficou ok. Obrigado pela ajuda. Não sei como colocar [Resolvido] no título..rs
  12. Já está na 4.0 sim desde 1o de Outubro. Caso contrário não estaria autorizando a versão 3.10
  13. Prezados, Não consigo mais consultar uma nota carregando o xml ou a chave. Sempre recebo o retorno da imagem abaixo: Isso passou a acontecer de um dia desses pra cá. As notas são autorizadas normalmente, mas se preciso consultar, por exemplo, quando fica pendente (timeout) e preciso consultar para saber se já foi autorizada ou não, sempre dá esse erro.
  14. Prezado, O que fazer para autalizar o XML com o protocolo da autorização da NFC-e quando dá erro de TimeOut? Quando isso acontece, não tenho o xml autorizado e o DANFC-e sai com a observação de "não enviada a SEFAZ", pois não tem o protocolo. Se realizo a consulta, recebo os dados da autorização, mas o xml fica como antes, ou seja, sem o protocolo. Como os senhores resolvem isso? Desde já agradeço a atenção.
×
×
  • Create New...