Jump to content

jjw.roberto

Membros
  • Content Count

    135
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by jjw.roberto

  1. Leia http://partners.bematech.com.br/bemacast/Paginas/post.aspx?idPost=5790 O valor deve ser colocado no item de maior aliquota e maior valor (se houverem mais itens, selecione o primeiro item da ordem de lançamento).
  2. Olá. Amigo, como falei, você deve fazer esses cálculos para distribuir os descontos sobre os itens do cupom assim que o mesmo é fechado em seu sistema. Basicamente é pegar o desconto e acréscimo gerais dados no cupom e distribuí-los aplicando esta regra http://partners.bematech.com.br/bemacast/Paginas/post.aspx?idPost=5790 . Depois, na hora de gerar o maldito BlocoX, basta exportar os valores salvos e ser feliz. Desde que implementei esse cálculo, só alegria.
  3. Legal, parabéns! Aproveitando, e tem previsão de liberar um lib para fazer as DFe (transmissão de notas de serviços para os municípios) ???
  4. Pessoal, bom dia. Gostaria de saber se existe alguma previsão de ser feita a ACBrLib para ECFs (impressoras fiscais).
  5. bom dia. Amigo, não tem nada haver com "arredondamento abnt". Tens que implementar esta regra aqui http://partners.bematech.com.br/bemacast/Paginas/post.aspx?idPost=5790 Fiz e resolveu
  6. Então amigo, deixando ligado ou desligado o problema continua. Inclusive, tem mais um caso ali. Quando eu abro as configurações e ligo ou desligo essa marca o botão "salvar" não funciona! Gravei um vídeo pra mostrar
  7. Mais uma coisa amigo. Notei que o ACBrMonitor está iniciando minimizado (como sempre fez) só que está ficando agora a window principal no canto esquerdo da tela no Windows. Para resolver tenho que clicar 2 vezes no ícone do ACBr na bandeja e depois minimizar novamente. Veja na screen abaixo o problema circulado com vermelho: Isso é um BUG ou uma configuração faltante/desatualizada? PS.: acabei de atualizar os fontes e recompilar o ACBr no Lazarus.
  8. Isso, trunk. Estou acostumado com GIT que no caso seria o MASTER.
  9. Pessoal, bom dia. Estou tentando compilar o ACBR Monitor Plus do branch master e estou com o seguinte erro: C:\acbrmonitorplus\tmp\acbr\Projetos\ACBrMonitorPLUS\Lazarus\ACBrMonitor1.pas(9317,47) Error: (5038) identifier idents no member "DownloadNFe" C:\acbrmonitorplus\tmp\acbr\Projetos\ACBrMonitorPLUS\Lazarus\ACBrMonitor1.pas(9318,47) Error: (5038) identifier idents no member "DownloadNFe" C:\acbrmonitorplus\tmp\acbr\Projetos\ACBrMonitorPLUS\Lazarus\ACBrMonitor1.pas(9336,47) Error: (5038) identifier idents no member "DownloadCTe" C:\acbrmonitorplus\tmp\acbr\Projetos\ACBrMonitorPLUS\Lazarus\ACBrMonitor1.pas(9337,47) Error: (5038) identifier idents no member "DownloadCTe" C:\acbrmonitorplus\tmp\acbr\Projetos\ACBrMonitorPLUS\Lazarus\ACBrMonitor1.pas(9351,48) Error: (5038) identifier idents no member "DownloadMDFe" C:\acbrmonitorplus\tmp\acbr\Projetos\ACBrMonitorPLUS\Lazarus\ACBrMonitor1.pas(9352,48) Error: (5038) identifier idents no member "DownloadMDFe" C:\acbrmonitorplus\tmp\acbr\Projetos\ACBrMonitorPLUS\Lazarus\ACBrMonitor1.pas(9366,47) Error: (5038) identifier idents no member "DownloadBPe" C:\acbrmonitorplus\tmp\acbr\Projetos\ACBrMonitorPLUS\Lazarus\ACBrMonitor1.pas(9367,47) Error: (5038) identifier idents no member "DownloadBPe" ACBrMonitor1.pas(10170) Fatal: (10026) There were 8 errors compiling module, stopping Fatal: (1018) Compilation aborted Error: C:\lazarus\fpc\3.0.4\bin\i386-win32\ppc386.exe returned an error exitcode Error: (lazarus) Compile Project, Mode: Release, Target: ACBrMonitor.exe: stopped with exit code 1 Error: (lazbuild) failed compiling of project C:\acbrmonitorplus\tmp\acbr\Projetos\ACBrMonitorPLUS\Lazarus\ACBrMonitor.lpi Procurei por algum desses métodos (DownloadMDFe) e realmente só existe a chamada dentro do ACBRMonitor.pas, em nenhum lugar existe a declaração. Será que alguém esqueceu algum arquivo no commit ?
  10. Complementando o BUG de não ativar os botões, me parece que quando é informada uma porta serial que não esteja na listagem do ComboBox é quando o botão fica desativado. Por exemplo, aqui estou usando um conversor USB para serial. Ele está instalado e funcionando no Windows, mas não é listado no ComboBox e por isso o botão acho que não habilita.
  11. Veja na imagem abaixo que não é possível clicar em "Desativar". O mesmo acontece quando por acaso o botão está com o título "Ativar". O mesmo ocorre quando a serial configurada não existe, o botão ATIVAR não habilita depois que eu troco a porta serial: Caso eu desconecte o cabo (conversor USB > Serial) começam a ocorrer vários erros de leitura da serial e tenho que "matar" o ACBr Monitor Plus, veja abaixo: Desprezem a versão do título do acbr monitor plus, testei também com a versão 1.2.0.63 e o problema persiste.
  12. Não no caso desses 2, eles tem conexão serial. São bem antigos, mas estou conseguindo utilizá-los por dentro do ACBr Monitor Plus. Lá tem umas configurações que fazem esses leitores trabalharem como se fosse um leitor desses USB que emitem pressionamento de teclas. Basicamente o acbr monitor fica lendo a serial e quando vem um código de barras lido, ele emite o pressionamento das teclas com um ENTER no final, muito show.
  13. Pessoal, bom dia. Gostaria de saber se o ACBr Monitor Plus tem integração com os seguintes leitores de código de barras: NCR 3000 (serial) Datalogic Magellan Seguem em anexo os 2 modelos. PS.: caso exista alguma DOC que contrata quais os equipamentos/leitores que são compatíveis com o ACBr, por favor me desculpem (mas não encontrei), podem compartilhar o link?
  14. Deixe-me pedir outra coisa.... E se eu tiver 2 itens um %7 e outro N1, aonde o item 7% tem o valor de 10,00 e o N1 tem o valor de 200,00 No caso de aplicar um desconto, o residual vai para o N1 ou para o 7% ? Na doc diz "somar este resíduo com o desconto da alíquota com maior valor acumulado", neste caso seria o N1, certo?
  15. Esse seu link é parecido com o artigo que eu cito no primeiro post aqui. A grande dúvida é quando se tem itens I1, S1, N1.... Vou fazer o que o Daniel sugeriu, utilizar um emulador para verificar como ele se comporta na LX...
  16. Daniel, tá então vamos la: Ecf vende um item 2050,27 na aliquota 18% e depois um item a 1288,43 na aliquota 7%. Dou um desconto de 298,82 sobre o total que é 3338,70. A ECF está no formato ARREDONDAMENTO. Neste caso o percentual proporcional de desconto para os itens é 8,950190193788001 que arredondando fica 8,95 Então para o item 2050,27 * 8,95% fica 183,499165 que arredondando fica 183,50. Então para o item 1288,43 * 8,95% fica 115,314485 que arredondando fica 115,31. Agora somando 183,50 + 115,31 fica 298,81 O que eu faço com o 0,01 que está faltando para fechar certinho o valor do desconto que é 298,82 ?
  17. Amigo muito obrigado pelo retorno. O caso realmente é que não quero ficar fazendo "IF ECF = XXXXX" para mudar o cálculo de rateio. Acho que isso é realmente um problema mais sério pertinente ao fisco, pois são eles que estão fazendo a validação do "o total da aliquota = soma dos itens vendidos" sendo que não existe padronização/regra entre as marcas. O que estou pensando em fazer é: - ao fazer a redução Z, e ao gerar o Bloco X ver se o total da aliquota bate com o total da soma dos itens, se "faltar" ou "sobrar" fazer o acerto do valor no último item e vida que segue!
  18. Amigo, até agora 100% resolvido nas ECFs que tenho aqui: Epson TM-T81FB III, Epson TM-T900F e Bematech MP 4000 TH FI. Obrigado até o momento.
  19. Bem, mesmo utilizando o https://docs.oracle.com/javase/7/docs/api/java/math/BigDecimal.html#ROUND_HALF_EVEN que é compatível com a ABNT NR 5891 continuo com o problema de não saber como as ECFs distribuem o desconto entre os itens.
  20. Não é o caso de "eu já saber tudo". Quero então que você explique como "Arredondamento ABNT" resolve o meu caso. Tem um cenário descrito acima, mostre-me aonde e como devo aplicar as regras ABNT para que eu resolva o problema citado.
  21. Cara, me desculpe mas isso não tem nada haver com Arredondamento ABNT. Não tenho problemas com os valores (valor unitario x quantidade) de itens lançados. Tenho problemas é com o valor total do item e o valor de desconto proporcional vindo do cupom. Veja o exemplo abaixo e responda: CUPOM FISCAL ITEM CÓDIGO DESCRIÇÃO QTD.UN.VL UNIT(R$$) ST VL ITEM(R$$) ———————————————— 001 0293116 ALMOF FUZZI PTO 70CM 1UN T18,00% 119,90G 002 0400180 KIT POTE DOBRAVEL SILICONE PRE 1UN F1 89,99G 003 0331032 CABIDE GRAVATA HUG PTO 1UN T18,00% 35,99G 004 0309409 ORGANIZADOR PREMIUM PTO 11CM 1UN X 25,99 T18,00% 25,99G 005 0394031 POLTRONA RECLI EGG II JEANS AZ 1UN X 1499,90 T12,00% 1499,90G 006 0402574 MESA LATERAL HARIPUR MARSALA D 1UN X 249,90 T12,00% 249,90G —————— Subtotal R$$ 2.021,67 desconto -100,00 —————— TOTAL R$$ 1.921,67 CARTAO DE CRED 1.921,67 Quanto é o valor de venda líquida da alíquota 12% ?
  22. Posso estar errado, mas ao meu ver o fisco não deveria fazer a validação e então ter 3 campos: - valor de venda líquida do item = aqui ficaria o valor do item lançado na ECF - valor proporcional desconto = aqui ficaria o valor proporcional do desconto sobre o cupom que o sistema calculou - valor proporcional acréscimo = aqui ficaria o valor proporcional do acréscimo sobre o cupom que o sistema calculou
  23. Meu problema não é arredondamento, meu problema é saber quanto é o valor proporcional de acréscimo e desconto cada item recebeu pela ECF. Por exemplo, leia o cenário descrito pela bematech sobre estes cálculos http://bematechpartners.com.br/wiki/index.php/2017/12/05/cupom-fiscal-exemplo-de-calculo-de-rateio-de-desconto-2/ Digamos, o cupom dá um total de 2.021,67. O operador dá um desconto de 100,00, que equivale à 4,94% (100,00 dividido por 2.021,67 = 0,0494640569430224) do valor total. Sendo assim, cada item deve receber 4,94% de desconto proporcional. Aqui mora o problema..... Vai ser bem comum ter um residual do desconto, por causa das decimais, que deve ser "jogado" em algum ou alguns itens. E isso quem decide é a MARCA e MODELO da ECF, se bobiar até a versão do SB. Piore o caso, adicionando vários itens com alíquotas diferentes no cupom. E na hora de exportar o Bloco X Redução Z, tenho que listar todos os itens e seus valores de venda (com os proporcionais considerados). Aí o fisco começa a rejeitar o XML (ridiculamente) porque a soma dos itens não bate com o valor apurado na alíquota.
  24. Bom dia pessoal. É normal acontecer em meus clientes, por exemplo, o total do cupom ficar em 151,63 e o operador dar 1,63 de desconto sobre o total do cupom para fins de facilitar o pagamento e troco. Agora com esse maldito BLOCO X que está aqui em Santa Catarina (PAF-ECF ), se não conseguirmos calcular corretamente esses descontos proporcionais para os itens, vamos ter problemas de transmissão relacionados aos valores das alíquotas vs produtos vendidos. Tivemos um cliente que já teve problema com isso. Nosso sistema atualmente fazia o seguinte: - Calcula a proporção de desconto para cada item - O residual, o sistema distribui de centavo em centavo, item a item ( exemplo: residual de 0,10 com 4 itens, o primeiro e segundo item recebem 0,03 e o outros 2 itens recebem 0,02) No fim, o fisco acaba rejeitando o arquivo XML de redução Z pois a soma dos valores líquidos dos itens não bate com o valor apurado na redução Z. Isso tudo por causa desse "rateio" proporcional que é feito dentro da ECF de forma "secreta". Encontrei então esta fórmula da Bematech ( http://bematechpartners.com.br/wiki/index.php/2017/12/05/cupom-fiscal-exemplo-de-calculo-de-rateio-de-desconto-2/ ) e implementei. Gerei novamente os XMLs de um cliente que só tem uma Bematech MP 4200 TH FI para que a rotina fosse idêntica à documentada pela própria Bematech. Mesmo assim ainda estou com 4 centavos de diferença. O que vocês dizem a respeito (assumindo-se de que eu preciso ter suporte à desconto no total do cupom) ? Como posso resolver isso? Neste tópico também foi debatido isso, mas achei melhor criar um novo, pois esse assunto vai dar dor de cabeça para os estados que tem PAF-ECF.
×
×
  • Create New...