Jump to content

Eduardo Arruda Pimentel

Membros
  • Content Count

    3
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

0 Neutral

1 Follower

About Eduardo Arruda Pimentel

  • Rank
    Novato

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

  1. Rodrigo, dei uma pausa no projeto. Apesar de muito material aqui ainda, e sem querer reclamar, ainda não encontrei aquele material que desse o caminho das pedras. Não quero a resposta pronta, mas acabei parando de pesquisar.
  2. (Não consegui editar o post acima, nem excluir. Moderação poderia colocar esta resposta no conteúdo do tópico acima?) Colegas, bom dia. Depois de muita pesquisa sobre como implementar meu programa de automação comercial, cheguei a conclusão que as coisas são muito confusas, pouco direcionadas e pouco documentadas. Por isso, gostaria de retirar algumas dúvidas e atualizar este tópico para documentar o caminho das pedras que o iniciante em automação comercial precisa tomar. 1. Histórico Tudo começou quando surgiu a necessidade de integrar a máquina da Cielo (móvel) que existe em um estabelecimento cliente com o sistema a ser utilizado por ele. Aparentemente, a ideia é apenas comunicar com a máquina para saber se a transação foi feita. O comprovante é dado pelo próprio cartão, assim como já é hoje. Sendo assim, como não tenho conhecimento, realizei diversas pesquisas sobre como integrar esta máquina ao sistema. Sem sucesso, nenhuma documentação. No site da cielo, existe um portal do desenvolvedor mas que não diz nada sobre a integração com a máquina que ele oferecem. Cheguei a conclusão de que caso a máquina fosse móvel, então os dados deveriam ser feitos no sistema manualmente e depois feitos manualmente na máquina de cartão. Como já vi em estabelecimentos (padarias, por exemplo) existe uma máquina de cartão conectada ao computador. Em pesquisa feita, descobri que estes leitores de cartão são chamados de "Pin Pad". Empresas como a "Gertec", são exemplos de fornecedoras deste equipamento. Restava saber como comunicar com esta máquina, pois assim, eu leria os dados do cartão e enviaria pelo webservice da Cielo. Erro meu, não consegui nada a respeito. Aparentemente os dados dos "pinpads" são criptografados por medida de segurança e precisaria de um software terceiro, homologado, para tal. Ainda não entendi como funciona corretamente. Descobri também que é preciso ter uma impressora de cupom fiscal, mais um monte de comunicação, envolve legislação e soou bastante complicado. 2. Sopa de Letrinhas Durante a pesquisa, me deparei com uma sopa de letrinhas complicadas por danadas. E tenho certeza que existe muitas por aí. Exemplos: PAF, PDV, ECF, TEF, TEF Dedicado, TEF Discado, Pay&Go, Pay&Go Wifi...... e por aí vai. Aqui mesmo no fórum existe este tópico para auxiliar nas dúvidas gerais e materiais para estudo. Porém os links estão obsoletos, apesar de termos tirados algumas dúvidas como: PAF - Programa Aplicativo Fiscal (ou seja, o seu programa PDV quando precisa agir de acordo com as normas estabelecidas pela receita.) ECF - é o Emissor de Cupom Fiscal (em geral, a Impressora Fiscal) TEF - O TEF é a comunicação com programas das operadoras de cartões... Pelo meu entendimento, então, estamos aqui para fazer um PAF. E se meu programa não é um PAF, ou seja, ele não quer realizar transações com as empresas de cartão, ele apenas quer ler estas transações. É possível? Quais os custos? É preciso comunicar com empresas integradoras? Para entramos em vigor com a legislação, todos os programas precisam estar integrados com ECF? Cada estado possui sua própria legislação? Precisamos apenas da Impressora Fiscal? Existem outros custos? Quais? É preciso comunicar com empresas integradoras? E as NF-e? É o mesmo processo? E se quisermos integrar a máquina de cartões (POS) com o PAF, devemos utilizar o TEF? É preciso ter impressora de cupom fiscal? Existe solução móvel? É preciso comunicar com empresas integradoras? Quais equipamentos precisamos? Quais são e para que servem as modalidades do TEF? Discado, Dedicado, TEF IP.... Pay&Go é uma modalidade TEF? Como implementar? Sou obrigado a utilizar os serviços de empresas como NTK, Software Express, Gertec, para utilizar TEF? Colegas, são muitas dúvidas, preciso de um norte. Não preciso das respostas mastigadas, mas queria pelo menos o caminho para ler e entender o funcionamento da Automação Comercial no Brasil. Editarei o POST aos poucos, com as informações colhidas por mim e novas perguntas que surgirem quando o conhecimento melhorar.
  3. Colegas, bom dia. Depois de muita pesquisa sobre como implementar meu programa de automação comercial, cheguei a conclusão que as coisas são muito confusas, pouco direcionadas e pouco documentadas. Por isso, gostaria de retirar algumas dúvidas e atualizar este tópico para documentar o caminho das pedras que o iniciante em automação comercial precisa tomar. Histórico Tudo começou quando surgiu a necessidade de integrar a máquina da Cielo (móvel) que existe em um estabelecimento cliente com o sistema a ser utilizado por ele. Aparentemente, a ideia é apenas comunicar com a máquina para saber se a transação foi feita. O comprovante é dado pelo próprio cartão, assim como já é hoje. Sendo assim, como não tenho conhecimento, realizei diversas pesquisas sobre como integrar esta máquina ao sistema. Sem sucesso, nenhuma documentação. No site da cielo, existe um portal do desenvolvedor mas que não diz nada sobre a integração com a máquina que ele oferecem. Cheguei a conclusão de que caso a máquina fosse móvel, então os dados deveriam ser feitos no sistema manualmente e depois feitos manualmente na máquina de cartão. Como já vi em estabelecimentos (padarias, por exemplo) existe uma máquina de cartão conectada ao computador. Em pesquisa feita, descobri que estes leitores de cartão são chamados de "Pin Pad". Empresas como a "Gertec", são exemplos de fornecedoras deste equipamento. Restava saber como comunicar com esta máquina, pois assim, eu leria os dados do cartão e enviaria pelo webservice da Cielo. Erro meu, não consegui nada a respeito. Aparentemente os dados dos "pinpads" são criptografados por medida de segurança e precisaria de um software terceiro, homologado, para tal. Ainda não entendi como funciona corretamente. Descobri também que é preciso ter uma impressora de cupom fiscal, mais um monte de comunicação, envolve legislação e soou bastante complicado. 2. Pessoal ainda estou editando o post, por algum motivo ele enviou.
×
×
  • Create New...