Jump to content

110.png

Curso Gratuito para todos Usuários
+ Super Treinamento Assinando o SAC Anual

botao_campanha_thulio.png

sem_ttulo-620.fw_-e1583866078274.png 

Curso Dominando o ACBrMonitor
Novo Módulo Soluções de Varejo
Assine o SAC ACBr em qualquer plano e tenha acesso

Saiba Mais

Balança SM100 performance surpreendente

Tecnologia Japonesa   Teclado e Visor resistentes a água
Consumo inteligente de etiquetas   Baixo custo de manutenção
Comunicação Ethernet e WIFI independentes

Saiba Mais

Impressora de Etiquetas ELGIN - L42 PRO

Protocolos PPLA, PPLB, ZPL, EPL (automático)
Porta USB padrão Opcionais: Ethernet, Serial, Paralela
Sensor de Etiquetas Móvel Garantia de 18 meses

Saiba mais

Sign in to follow this  
ArbSis

Dúvida em Código de Regime Tributário - NT2015.002

Recommended Posts

Boa Tarde pessoal, no trecho abaixo extraído da "NT2015.002_v1.10_WS_Consulta_Situação_Outros.pdf" consta apenas 2 códigos CRT:

Código de Regime Tributário do emitente divergentedo cadastrado na SEFAZ (tag:emit/CRT):
 - CRT=”1-Simples Nacional” para Contribuinte cadastrado como Regime Normal na UF;
 - CRT=”3-Regime Normal” para Contribuinte cadastrado como Simples Nacional na UF;

Sendo que no ajuste sinief constam 3:

TABELA A - Código de Regime Tributário - CRT
1 - Simples Nacional
2 - Simples Nacional - excesso de sublimite da receita bruta
3 - Regime Normal

O CRT 2 não deve ser usado para NFe ou NFCe? Alguém sabe algo sobre isso?


Anderson Rogerio Bejatto

Bacharel em Sistemas de Informação

Londrina - Paraná

http://www.saacsoftware.com

Colaborador do Projeto ACBr - Automaçao Comercial Brasil

http://acbr.sourceforge.net

Share this post


Link to post
Share on other sites

Bom dia @ArbSis,

Procure um escritório contábil e realize uma análise disso, sim o CRT deve ser utilizado, podendo o seu não uso causar transtornos ao emitente do documento fiscal quando for exigido. Em suma os emitentes enquadrados no CRT 1 (Simples Nacional) têm um limite monetário definido para emissão de documentos fiscais, resumindo é definido o valor que suas vendas podem chegar, e se passar desse valor automaticamente o mesmo deve ir para CRT 2 querendo dizer que era um Simples Nacional e por haver excedido o limite que define o regime passou a emitir como CRT 2 - causando no ano em questão uma outra forma de tratamento contabilista.

Lhe sugiro que procure um escritório contábil para poder ter uma melhor compreensão do mesmo, e talvez dependendo do ramo dos seus clientes e do seu plano de expansão talvez nem seja necessário realizar este tratamento.

Att.

Rômulo Mayworm 


"Não me envergonho de mudar de opinião, porque não me envergonho de pensar" (Blaise Pascal)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boa Noite Rômulo, com relação ao conceito eu entendo o seu funcionamento, só não consigo entender se existem 3 CRTs, por que a norma só trata de 2, essa foi a minha dúvida maior.


Anderson Rogerio Bejatto

Bacharel em Sistemas de Informação

Londrina - Paraná

http://www.saacsoftware.com

Colaborador do Projeto ACBr - Automaçao Comercial Brasil

http://acbr.sourceforge.net

Share this post


Link to post
Share on other sites
47 minutos atrás, ALA disse:

Boa tarde Arb, esto com a mesma duvida.

Boa tarde,

veja que o tópico é antigo, e como vc não marcou o outro usuário dificilmente ele saberá da tua pergunta...

Qual é exatamente tua dúvida? tem algumas UF que nem aceitam CRT=2

Att

Ricardo

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this  

×
×
  • Create New...