Jump to content

hugoleo2000

Membros
  • Posts

    6
  • Joined

  • Last visited

Contact Methods

  • Website URL
    http://www.softlinesolucoes.com.br

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

hugoleo2000's Achievements

Rookie

Rookie (2/14)

  • First Post
  • Conversation Starter
  • Week One Done
  • One Month Later
  • One Year In

Recent Badges

1

Reputation

  1. Tem razão Daniel, eu não estava entendendo corretamente o enunciado do teste 17, nem da documentação sobre o reajuste de valor e achei que era pra diminuir o valor da forma. Vou prosseguir conforme suas orientações. Deixo aqui registrado meus agradecimentos pela atenção dada e os esclarescimentos.
  2. O que ocorre na transação: O componente não envia o CNF para o gerenciador padrão. O que deveria ocorrer: O componente deveria ajustar internamente o valor do pagamento retornado pelo TEF e enviar um CNF para o gerenciador padrão. Como o reajuste não é feito fica uma diferença de 50% restante para completar o valor do pagamento e o ACBrTefD não prossegue. Como mencionei anteriormente quando havia depurado os passos detectei que no final do método TACBrTEFDClass.ProcessarRespostaPagamento há uma condição que só finaliza o cupom e imprime as transações pendentes se TACBrTEFD(Owner).RespostasPendentes.SaldoRestante for menor o igual a zero e o resutado está dando 5 (tendo em vista que na chamada a ACBrTED.CRT foi passado o valor 10). Consequentemente também acredito que o envio do CNF está sujeito a essa mesma condição.
  3. Tanto a minha aplicação quanto o TEFDemoNF estão devidamente configurados com PayGo e marcadas as opções "Suporta Desconto", "Suporta Saque", "Suporta Reajuste Valor" e "Múltiplos Cartões", conforme imagem da tela de configurações em anexo. Para preparar este teste inicialmente abri as opções administrativas do TEF e configurei os passos de certificação para começar a partir do Teste 17. Iniciei uma venda de R$10,00 no cartão de crédito e quando o TEF retornou os dados da operação o TEFDemoNF nao fez o devido processamento e o log parou na linha "PagGo FinalizarResposta: CRT", conforme pode ser visto no arquivo de log anexo. Quando acionei a opção "ESC - Cancelar" o TEFDemoNF acionou um NCN e anulei a operação. Em um segundo momento, repeti a operação e ao invés de acionar a opção "ESC - Cancelar" eu inclui uma nova forma de pagamento em dinheiro com o valor restante da operação e aí sim o TEFDemoNF gerou o CNF e imprimiu os comprovantes. O que observei é que o TEFDemoNF não processou o retorno do teste 17 e, consequentemente, não reajustou o "Total Operação" para R$5,00 para obedecer o teste. Reforço o que já havia percebido nos métodos TACBrTEFDRespTXT.ConteudoToProperty e TACBrTEFDClass.ProcessarRespostaPagamento relatados na minha pergunta inicial. logtef.log
  4. Quando tento executar o passo 17 do roteiro de testes da certificação PayGo, que envolve a questão de venda com valor reajustado em 50% menor que o original, a operação não está sendo processada. No teste faço uma venda no valor de R$10,00 e o TEF me retorna um valor de R$5,00 para ser ajustado no valor da venda. A configuração TEFPayGo.SuportaReajusteValor está True, assim como SuportaDesconto e SuportaSaque. Percebi que o método TACBrTEFDRespTXT.ConteudoToProperty não faz tratamento do registro 744 (reajuste do valor). A questão é que no final do método TACBrTEFDClass.ProcessarRespostaPagamento há uma condição que só finaliza o cupom e imprime as transações pendentes se TACBrTEFD(Owner).RespostasPendentes.SaldoRestante for menor o igual a zero e o resutado está dando 5 (tendo em vista que na chamada a ACBrTED.CRT foi passado o valor 10). Fiz um teste também com o TEFDemoNF e não passou. Há algum procedimento que preciso fazer para prosseguir com este teste?
  5. Tive o mesmo problema quando mudei a configuração de capicom para openssl e no meu caso foi questão de permissão pois os schemas ficavam no servidor e quando coloquei para uma pasta local ele acessou normalmente. Depois foi só alterar as permissões de rede que o sistema não exibiu mais o erro.
  6. A Secretaria Municipal de Tributação do município de Natal (SEMUT) ainda não disponibilizou webservices para automatizar o envio das NFSe. Todo o preenchimento das notas é feito manualmente através de um portal específico (http://directa.natal.rn.gov.br:8086/) ou pelo envio do xml de lote, seguindo o padrão ABRASF. Utilizando o ACBrNFSe implementamos todo o mecanismo necessário para o nosso sistema gerar os arquivos xml de lote a serem carregados no portal. O arquivo xml gerado segue os mesmos padrões de um arquivo de exemplo disponibilizado no site da SEMUT, todavia ao realizar um teste de validação do xml de lote através do portal Directa este retorna uma crítica informando que assinatura do documento não é compatível com a tag InfRps. No nosso xml foi usada apenas um RPS como exemplo e a assinatura foi feita com um certificado digital válido. Alguém tem ideia do que possa estar acontecendo com as assinaturas ou passou por algo semelhante? Desde já agradeço a colaboração. 5-env-lot.xml
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.