Jump to content

dev botao

MD5 do PAF-ECF diferente no cliente


leomcl
  • Este tópico foi criado há 2208 dias atrás.
  • Talvez seja melhor você criar um NOVO TÓPICO do que postar uma resposta aqui.

Recommended Posts

Bom dia pessoal, tou com um problema sério. Em Minas utilizamos PAF-ECF ainda, e tem aquiele arquivo com a lista de MD5 dos arquivos exe e dll que é gerado ao entrar no sistema. Esse MD5 tem que ser impreso no cupom. Mas pode ser que na máquina do cliente vai estar com alguma dll com versao diferente da que foi usada na máquina de desenvolvimento, logo o MD5 do PAF-ECF registrado no site da receita vai ser diferente do MD5 que sai no cupom do cliente.
 
Alguém sabe como proceder nesse caso? Estou com um fiscal me pedindo esse md5 e versão, e não bate com o que saiu no relatório gerencial do cliente q ele está fiscalizando.
 
Obrigado,
 
Leandro
 
Link to comment
Share on other sites

@leomcl Impossível um sistema não sofrer modificação alguma durante o período vigente da homologação, se a cor de alguma label for alterada ou até mesmo a correção ortográfica de alguma tela no sistema haverá alteração no valor do MD-5.

- Em alguns estados é possível realizar modificações e atualizar o seu MD-5 no estado vigente.

- Outra saída é você pegar os executáveis que você lacrou na homologação e colocá-los em seu cliente.

- Existem lugares que deixam o MD-5 fixo(MD-5 extraído no dia da homologação, mas pode ocorrer do fiscal passar o hash e capturar a diferença) 

Eduardo de Santana da Silva                                                              logomoura.jpgspace.jpgsite.jpg  ytb.jpg plusicon.jpg fbicon.jpg

 
Link to comment
Share on other sites

Boa tarde @esantana,

Não é executável de homologação. Aqui em MG, toda vez que a gente faz uma alteração no PAF-ECF, a gente mesmo vai lá no sistema da Receita e registra a versão e seu MD5. A questão é que o MD5 que registrei lá no site, está diferente do MD5 que está sendo impresso no cupom do cliente, embora o executável do PAF-ECF seja o mesmo.

Isso acontece por que na máquina do cliente tem dll's diferente do ambiente desenvolvimento. Por exemplo, o pc onde desenvolvmentos é 64 bits e lá no cliente é windows 32 bits. Aí as dll's são diferentes.

 

Link to comment
Share on other sites

  • Moderadores
1 hora atrás, leomcl disse:
Bom dia pessoal, tou com um problema sério. Em Minas utilizamos PAF-ECF ainda, e tem aquiele arquivo com a lista de MD5 dos arquivos exe e dll que é gerado ao entrar no sistema. Esse MD5 tem que ser impreso no cupom. Mas pode ser que na máquina do cliente vai estar com alguma dll com versao diferente da que foi usada na máquina de desenvolvimento, logo o MD5 do PAF-ECF registrado no site da receita vai ser diferente do MD5 que sai no cupom do cliente.
 
Alguém sabe como proceder nesse caso? Estou com um fiscal me pedindo esse md5 e versão, e não bate com o que saiu no relatório gerencial do cliente q ele está fiscalizando.
 
Obrigado,
 
Leandro
 

Não existe mais esse requisito em Minas Gerais, a regra é baseada na Versão MG.002 vigente hoje na legislação. Mostre esse documento, referente ao que foi alterado de uma especificação para a outra no site: http://www.fazenda.mg.gov.br/empresas/ecf/informacoes/Compatibilidade_ER0203_e_ERMG002.pdf, informe para o mesmo que diante do documento, informa que não é mais exigido esses requisitos em Minas Gerais.

O requisito é Requisito XXIV, itens 1, 3, 4, 5, 6, 7, 8 e também Requisito VII, itens 4, 5, 5a, 7, 9, 10, 11, 13, 14, 15, 18, 19, 20, 21 e 22 Não exigido

1 hora atrás, leomcl disse:

Boa tarde @esantana,

Não é executável de homologação. Aqui em MG, toda vez que a gente faz uma alteração no PAF-ECF, a gente mesmo vai lá no sistema da Receita e registra a versão e seu MD5. A questão é que o MD5 que registrei lá no site, está diferente do MD5 que está sendo impresso no cupom do cliente, embora o executável do PAF-ECF seja o mesmo.

Isso acontece por que na máquina do cliente tem dll's diferente do ambiente desenvolvimento. Por exemplo, o pc onde desenvolvmentos é 64 bits e lá no cliente é windows 32 bits. Aí as dll's são diferentes.

 

Qualquer coisa, pegue o cd que você fez a gravação dos fontes e dlls, la terá a ultima compilação. Com isso o MD-5 vai bater.

Edited by Felipe E. Resende Mesquita
Equipe ACBr

Felipe Eduardo Resende Mesquita

Ajude o Projeto ACBr crescer - Assine o SAC

Projeto ACBr     Telefone:(15) 2105-0750 WhatsApp(15)99790-2976.

 

 

 

Link to comment
Share on other sites

5 minutos atrás, leomcl disse:

Boa tarde @esantana,

Não é executável de homologação. Aqui em MG, toda vez que a gente faz uma alteração no PAF-ECF, a gente mesmo vai lá no sistema da Receita e registra a versão e seu MD5. A questão é que o MD5 que registrei lá no site, está diferente do MD5 que está sendo impresso no cupom do cliente, embora o executável do PAF-ECF seja o mesmo.

Isso acontece por que na máquina do cliente tem dll's diferente do ambiente desenvolvimento. Por exemplo, o pc onde desenvolvmentos é 64 bits e lá no cliente é windows 32 bits. Aí as dll's são diferentes.

 

O problema ai foi você ter amarrado a DLL na geração do MD-5. Nesse caso não seria viável você formatar o PC do cliente pra uma versão 64x? 

 

Eduardo de Santana da Silva                                                              logomoura.jpgspace.jpgsite.jpg  ytb.jpg plusicon.jpg fbicon.jpg

 
Link to comment
Share on other sites

Obrigado Felipe, vou apresentar isso pro fiscal se ele reclamar de algo.

Sobre formatar, @esantana, não é viável toda vez que formos instalar um sistema formatarmos a máquina. Cliente vai preferir nem trocar rsrsrs

Obrigado,

Leandro

De qualquer forma, o fiscal pediu o MD5 da versão anterior que estava lá, então eles usam pra alguma coisa. 

Se alguém souber como proceder nos casos que falei acima de dlls diferentes, eu agradeceria.

Obrigado,

Leandro

Link to comment
Share on other sites

  • Moderadores
1 hora atrás, leomcl disse:

Obrigado Felipe, vou apresentar isso pro fiscal se ele reclamar de algo.

Sobre formatar, @esantana, não é viável toda vez que formos instalar um sistema formatarmos a máquina. Cliente vai preferir nem trocar rsrsrs

Obrigado,

Leandro

Sim, se ele criar caso, peça que mostre a onde está na legislação essa cobrança. 

Sugiro que atualize o seu sistema para a especificação vigente: MG002.

Boa sorte.

Equipe ACBr

Felipe Eduardo Resende Mesquita

Ajude o Projeto ACBr crescer - Assine o SAC

Projeto ACBr     Telefone:(15) 2105-0750 WhatsApp(15)99790-2976.

 

 

 

Link to comment
Share on other sites

3 minutos atrás, leomcl disse:

Obrigado Felipe, vou apresentar isso pro fiscal se ele reclamar de algo.

Sobre formatar, @esantana, não é viável toda vez que formos instalar um sistema formatarmos a máquina. Cliente vai preferir nem trocar rsrsrs

Obrigado,

Leandro

Boa sorte! 

Eduardo de Santana da Silva                                                              logomoura.jpgspace.jpgsite.jpg  ytb.jpg plusicon.jpg fbicon.jpg

 
Link to comment
Share on other sites

24 minutos atrás, Felipe E. Resende Mesquita disse:

Sim, se ele criar caso, peça que mostre a onde está na legislação essa cobrança. 

Sugiro que atualize o seu sistema para a especificação vigente: MG002.

Boa sorte.

Já está na MG002. Ao menos isso rsrs obrigado.

  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

  • Moderadores
2 horas atrás, leomcl disse:

Já está na MG002. Ao menos isso rsrs obrigado.

Uma dúvida, se está na MG002, como ele tirou o relatório de identificação do PAF-ECF? como saiu o MD-5 no cupom?

Equipe ACBr

Felipe Eduardo Resende Mesquita

Ajude o Projeto ACBr crescer - Assine o SAC

Projeto ACBr     Telefone:(15) 2105-0750 WhatsApp(15)99790-2976.

 

 

 

Link to comment
Share on other sites

No nosso PDV sai o MD5, por que inicialmente foi feito pro Requisito 02.02, depois que foi adaptado pro MG002 não tiramos tudo. De qualquer forma, deu tudo certo, recebemos resposta do auditor,

já estamos sem problemas com eles.

Obrigado!!!

Link to comment
Share on other sites

  • Moderadores

Ele aceitou a explicação do documento, referente ao link no post acima? Sua contribuição de como foi resolvido, seria importante para outros desenvolvedores, que por ventura, poderão passar pelo mesmo problema.

Equipe ACBr

Felipe Eduardo Resende Mesquita

Ajude o Projeto ACBr crescer - Assine o SAC

Projeto ACBr     Telefone:(15) 2105-0750 WhatsApp(15)99790-2976.

 

 

 

Link to comment
Share on other sites

Na verdade, ele não discutiu que o md5 do cupom estava diferente do md5 registrado no sistema da receita. Só pediu pra corrigir o que ele disse que não estava dentro da lei, que era um relatório gerencial. Menos mal rsrsrs.

Leandro

  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

  • 3 months later...
  • Moderadores

@leomcl

Só um adendo à discussão. O MD5 impresso no cupom é referente ao arquivo que contem a lista dos principais executáveis do PAF-ECF. O MD5 que consta no AITe é somente do .exe do programa.

Sendo assim, não vai bater nunca mesmo. O AITe só pede isso. Basta abrir o txt dos arquivos executáveis e mostrar que o MD5  na linha do principal .exe é o mesmo que está no AITe.

  • Like 1

Cleber C. Ferreira
Analista de Sistemas e Consultor
Email e
Skype: [email protected]
Formiga-MG

Link to comment
Share on other sites

  • Este tópico foi criado há 2208 dias atrás.
  • Talvez seja melhor você criar um NOVO TÓPICO do que postar uma resposta aqui.

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.