Jump to content
Notícias do ACBr

click.png

click.png

click.png

click.png

click.png

click.png

clube mobile


Cursos grátis para toda base ACBr
+ Promoção Clube Mobile para o ACBr Pro

Saiba mais

adriano santos

click.png

click.png

click.png

click.png

click.png

click.png

Adailson Rocha

Membros
  • Content Count

    45
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

11 Good

About Adailson Rocha

  • Rank
    Membro

Profile Information

  • Sexo
    Masculino
  • Location
    Embu das Artes / SP

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

  1. Estou tendo o mesmo problema, verifiquei no arquivo ACBrCTeServicos.ini e o endereço esta "https://dfe-portal.svrs.rs.gov.br/cte/qrCode", mas quando mando transmiti esta retornando "http://dfe-portal.svrs.rs.gov.br/cte/qrCode". No portal o endereço é "https://dfe-portal.svrs.rs.gov.br/cte/qrCode"
  2. Esta parecendo um problema na SEFAZ do RS, pois em SP, AM, PA esta normal tanto com Win 10 quanto 7. Quando o serviço utiliza a SEFAZ do RS esta apresentando esse problema apenas no Win 10, no 7 esta funcionando normalmente.
  3. Ola, a todos Desde que houve a mudança no portal do MDF-e os XML's que nós baixamos do portal estão vindo sem a TAG de autorização "protMDFe" e sem a TAG "mdfeProc" Alguem sabe de alguma coisa? xmlDfe.xml
  4. Se o tipo emitente informado é um Prestador de Serviço de Transporte, deverá incluir apenas chaves de acesso de CT-e . Caso, o tipo emitente informado for Transportador de Carga Própria, apenas serão aceitos incluir apenas chaves de acesso de NF-e. Não esqueça de ficar atento para que cada município de descarregamento relacionado no MDFe, devem estar vinculados aos respectivos documentos que acobertam a carga a ser descarregada no município informado.
  5. Aqui na empresa tb parou, resolvi alterando na Opções da Internet > Avançado> Usar TLS 1.2 (somente esta opção marcada). Certificado A1
  6. Eu utilizo dessa maneira e não me dá nenhum problema with ACBrNFe do begin Configuracoes.Geral.SSLLib := libWinCrypt; Configuracoes.Geral.SSLCryptLib := cryWinCrypt; Configuracoes.Geral.SSLHttpLib := httpWinINet; Configuracoes.Geral.SSLXmlSignLib := xsMsXml; end;
  7. Nós aqui só informamos os seguintes campos with (infCTeNorm.infCTeSub) do begin chCte := (CTe substituido) tomaICMS.refNFe := (NFe de anulação) end;
  8. É possivel sim, basta informar outros no tipo de documento do CT-e with infCTeNorm.infDoc.infOutros.Add do begin tpDoc := tdOutros; descOutros := ''; nDoc := ''; dEmi := Now; vDocFisc := 0; end;
  9. Bom dia, A grande maioria dos contadores são todos folgados e não sabem de nada. A emissão de CTe não dá direito a credito de Pis/Cofins, pelo menos não em São Paulo. O direito a crédido é apenas na entrada (compra) de alguns itens e serviços ex: Combustivel, Serviços relacionados a manutenção dos veiculos, CTe de serviços prestados, conta de luz e depreciação dos veiculos. O CTe é escriturado no Sped Contribuição e Sped Fiscal. Não tem nenhum campo do CTe para aliquotas de Pis/Cofins, essas aliquotas devem ser colocadas quando for gerado os arquivos para o Sped Contri
  10. A versão que esta agora no svn não tem as alterações que indiquei neste topico, com isso o problema dos Documento Originarios que não estão saindo no DACTE continua.
  11. Na versão 3.0 não é mais obrigatório informar o veiculo, então, também não é obrigatorio o RENAVAM. Na versão 2.0 quando o CT-e é lotação é obrigatorio informar os dados do veiculo incluindo o RENAVAM, porem, esta informação não é obrigatoria aparecer no DACTE.
×
×
  • Create New...