Jump to content

click.png

click.png

click.png

click.png

click.png

click.png

click.png

click.png

click.png

click.png

click.png

click.png

click.png click.png click.png

Carta de Correção


  • Este tópico foi criado há 1765 dias atrás.
  • Talvez seja melhor você criar um NOVO TÓPICO do que postar uma resposta aqui.

Recommended Posts

  • Membros Pro

Boa tarde amigos ,

Estou implementando a carta de correção na minha aplicação, não encontrei no Exemplo nada relacionado, encontrei na pasta de Exemplos um arquivo texto como seria feita. Só que surgiu algumas dúvidas, diferente da Carta de Correção da Nfe, preciso informar o grupo, campo e valor, onde na Nfe apenas informo a minha correção em um campo livre, diante disso vou ter que sempre abrir o xml pra identificar qual o grupo que estou alterando, não seria meio inviável, onde poderia apenas digitar direto em um campo livre, estou um pouco confuso pois, teria que habilitar ao usuário identificar sempre esse grupo dentro do xml, onde poderia liberar para digitar livre a sua escolha a correção, alguém poderia me ajudar quanto a isso ?

Link to comment
Share on other sites

A carta de correção da NFe permite apenas a correção de informações que não alteram o valor final da nota. O único campo a ser preenchido é o motivo, uma justificativa da correção.

Olhe este trecho da Nota Técnica que regularizou a CCe, de 2010: NFe_NT2010_008 CCe.pdf

Citar

O evento será utilizado pelo contribuinte e o alcance das alterações permitidas é definido no § 1º do
art. 7º do Ajuste SINIEF S/N, que transcrevemos a seguir:
“Art. 7º Os documentos fiscais referidos nos incisos I a V do artigo anterior deverão ser extraídos
por decalque a carbono ou em papel carbonado, devendo ser preenchidos a máquina ou manuscritos a tinta ou a
lápis-tinta, devendo ainda os seus dizeres e indicações estar bem legíveis, em todas as vias.
(...)
§ 1º-A Fica permitida a utilização de carta de correção, para regularização de erro ocorrido na
emissão de documento fiscal, desde que o erro não esteja relacionado com:
I - as variáveis que determinam o valor do imposto tais como: base de cálculo, alíquota, diferença de
preço, quantidade, valor da operação ou da prestação;
II - a correção de dados cadastrais que implique mudança do remetente ou do destinatário;
III - a data de emissão ou de saída.”

 

Consultor SAC ACBr

Celso Marigo Junior

Conheça o Portal do Projeto ACBr
Ajude o Projeto ACBr crescer - Assine o SAC

Projeto ACBr

 

 

 

Link to comment
Share on other sites

  • Membros Pro

Bom dia Celso

Obrigado pelo esclarecimento, só que estou me referindo a Correção dentro do Cte, apenas fiz uma comparação de como é feita na Nfe. Observei que no Cte tenho que preencher três campos, ai onde esta a minha dúvida, pois terei que repassar para o usuário que sempre que for corrigir abra o xml e verifique qual o grupo a ser informado para correção, não teria uma forma mais simples ?  

Link to comment
Share on other sites

  • Consultores

Boa noite Werner,

A Carta de Correção do CT-e é mais complexa que a da NF-e, como você já deve ter percebido.

No caso do CT-e temos que alem de informar o novo valor, temos que dizer em qual Tag (campo) estamos alterando e em qual grupo ele pertence.

Se esse campo ou grupo se repetem no XML temos ainda de informar o seu índice chamado de nroItemAlterado.

Sugiro que você baixe o Manual da versão 3.00 do CT-e. 

Neste manual na página 225 temos uma tabela dos campos que não podem ser alterados por uma Carta de Correção.

E na página 111 do mesmo manual você vai encontrar toda a estrutura do evento CC-e que foi implementado no componente ACBrCTe.

 

  • Like 2
Consultor SAC ACBr Italo Giurizzato Junior
Ajude o Projeto ACBr crescer - Assine o SAC

Projeto ACBr

Analista de Sistemas / e-mail: [email protected] / Fone: (16) 9-9701-5030 / Araraquara-SP

Link to comment
Share on other sites

×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.