Jump to content

Cristiano Caritá

Membros
  • Content Count

    57
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

27 Excellent

About Cristiano Caritá

  • Rank
    Membro

Profile Information

  • Sexo
    Masculino
  • Localização
    Vinhedo / SP

Recent Profile Visitors

887 profile views
  1. Você está colocando o convênio (7338678 no seu caso) na propriedade CodigoCedente? Já homologuei com o Santander e tive que colocar o convênio na propriedade CodigoCedente.
  2. Na época das ECF, a regra do TEF era imprimir antes e confirmar depois. Agora com o SAT/NFC-e, a regra se inverteu: confirmar antes e gerar o documento fiscal / imprimir depois. Homologuei SiTEF dessa maneira no final do ano passado.
  3. Veja que muitas vezes o software que gerou o XML do cliente é que não está fazendo o arredondamento correto. Não assuma automaticamente que é a sua conta que está errada. Já encontrei muitos casos onde o XML da NF estava com arredondamento divergente do cálculo que o RoundABNT efetua.
  4. Os arquivos de remessa são processados de um dia útil para o próximo. Isso ocorre no Bradesco também (e creio que nos demais bancos). O único meio de fazer o registro imediato do boleto seria usar o webservice de registro que o banco disponibiliza.
  5. Cada computador possui um arquivo TXT de configuração onde constam vários parâmetros, e um deles é a série de NFC-e a ser utilizada. Ao inicializar, o programa lê esse arquivo e usa a série informada no arquivo. Basta tomar os devidos cuidados, certificando-se de que não existam dois terminais com a mesma configuração de arquivo.
  6. Use uma série para cada PDV no seu caso. É a única solução caso não deseje depender de um servidor central para controlar a numeração.
  7. Daniel, agora ficou melhor ainda com os ajustes. Já estou usando o novo tema como padrão. Mais uma sugestão: No menu superior, existem 3 itens que possuem sub-itens ("Suporte Pago", "Filtros Ativos" e "Sobre"). Note que em "Suporte Pago" e "Filtros Ativos" há o símbolo da "seta pra baixo" que indica isso. No caso do "Sobre", não há essa pista na interface, além de estar bastando passar o mouse "por cima" do "Sobre" para mostrar os sub-itens dele, enquanto que nos outros dois precisa clicar no item para aparecer os sub-itens. O que sugiro seria uniformizar a aparência e o comportamento do "Suporte Pago", "Filtros Ativos" e "Sobre" para ficar uma interface mais consistente. O que acha?
  8. Ficou muito bom. Gostei das cores. Duas coisas que notei: 1) No novo tema a largura da página no browser está menor, e também com um fundo de imagem da cidade do Rio de Janeiro. Achei que, além de tomar parte do espaço de tela, acaba desviando a atenção e a tela fica com aspecto mais "carregado". 2) No menu superior, faltou traduzir o "MORE" para o português. De qualquer modo, parabéns pelo novo tema.
  9. Pelo que puder ver, essa NF-e foi emitida a partir do RS (cUF=43), e o RS ainda não desativou a versão 3.10 (acabei de verificar e ainda consta "Serviço em Operação" na consulta de status de serviço do webservice 3.10).
  10. Tem que permanecer a versão 3.1 até que os usuários do fórum aprendam a pesquisar os posts existentes antes de criar pela enésima vez um post com um assunto que já foi coberto à exaustão em outros posts...
  11. Pode encerrar o concurso. O arce, com o "desabafo do Menino do TI", com certeza é o ganhador...
  12. Sinto muito, mas há várias UF que não estão mais aceitando NFe 3.1, entre elas estão MT, MS, PR e SP (isso mesmo com o webservice 3.1 ativo). Tente consultar o status de operação para conferir. Outra coisa importante é que quem já emitia NFe 4.0 agora é obrigado a comunicar-se com o webservice usando TLS 1.2. Ao menos em SP não se aceita mais outra opção em produção nem em homologação.
  13. Neste momento o webservice da NFe4.0 de SP (em produção e em homologação) só está aceitando TLS 1.2, ou seja, não funciona mais a configuração LT_all.
  14. Tenho dois ex-clientes que fecharam as portas há mais de um ano (inclusive com CNPJ já baixado no cadastro da Receita Federal, com encerramento de atividades) e os SATs ainda constam como vinculados à minha software-house, quando se consulta a opção " Consultar Contribuintes Usuários do Aplicativo Comercial" no Sistema de Gestão e Retaguarda do SAT-CF-e. Também tenho um caso que o meu ex-cliente ainda está com a empresa aberta na Receita Federal, mas desvinculou o SAT do CNPJ dele, mas o SAT ainda consta na listagem da minha software-house. Temo que, com o passar do tempo, a listagem de SATs fique muito poluída, principalmente para as empresas que tenham muitas idas e vindas de clientes.
  15. O ideal para resolver esse tipo de problema é instalar o sistema do banco numa máquina virtual.
×
×
  • Create New...