Jump to content

[email protected]@

Moderadores
  • Content Count

    1,997
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    26

Community Reputation

825 Excellent

About [email protected]@

  • Rank
    Membro Intermediário
  • Birthday January 7

Profile Information

  • Sexo
    Feminino
  • Localização
    - Uberlândia/MG
  • Interesses
    Delphi, Java, SQL Server, Angular, Rest

Recent Profile Visitors

7,991 profile views
  1. se não me engano, o validador de xml do RS não contempla MDF-e. Tentei um xml meu que está correto e dá o erro de schema desconhecido.
  2. aqui em MG era necessário solicitar liberação no órgão competente (SIARE). Verifique se não é o seu caso.
  3. ACBrMDFe1.configuracoes.Geral.GerarInfMDFeSupl := fgtSempre;
  4. CSOSN 500 não permite destaque de ICMS ST, porque é ref a Substituição Tributaria recolhida anteriormente. (as tags totais vBCST e vST tem que ser = 0). Como o @BigWingssó o CSOSN 900.
  5. Na minha opinião, só se o fisco exigir que seja feita alguma alteração, o que deverá constar em NT´s. A priori o que se sabe é que Organizações públicas e privadas só poderão coletar dados pessoais se tiverem consentimento do titular. A solicitação deverá ser feita de maneira clara para que o cidadão saiba exatamente o que vai ser coletado, para quais fins e se haverá compartilhamento. Como os documentos eletrônicos exigem a informação dos dados pessoais do destinatário não há como fugir a regra, a não ser que o Fisco mude as normas. Isso tem que ficar claro ao destinatário, quem são as pessoas que terão acesso aos dados dos documentos eletrônicos. Isso já está previsto na tag AutXML + envolvidos no documento (destinatrio,remetente,transportadora,...) O cuidado que a empresa tem que ter é como ela utiliza os dados coletados dos clientes e fornecedores, se é usado para outros fins como marketing ou envio dos dados a outros para fins não informados ao cidadão.
  6. Tem que ver a legislação do seu estado. MG é permitido, desde que informe os dados do cartão (adm,bandeira)
  7. Essa mensagem é emitida pelo próprio Windows, não se trata de uma falha da rotina. Este erro poderá ser gerado quando nome ou caminho do arquivo for longo ou este arquivo estiver em edição. -Reduza o nome do arquivo que está sendo gerado; -Diminua o nome das pastas ou altere a cujo arquivo está sendo gravado -Se o arquivo estiver em edição por algum usuário da rede ou localmente feche o programa e finalize a edição do arquivo;
  8. Estou compilando em 32 bits. Não adicionei a plataforma 64 no delphi XE3. Só o windows que é 64.
  9. Fiz o teste sugerido: Executei como administrador (windows defender não está rodando)-> também não deu certo Tenho esse mesmo aplicativo em Delphi7 (ele foi feito originalmente em D7 e migrado para XE3) e ele executa com sucesso. Já substitui os componentes DBGrid, ClientDataset para ter certeza que não seria resquicio do D7. E também fiz o aplicativo do zero no XE3. Única coisa que falta é assinar o executável. Meu XE3 é original registrado, mas não assino o executável.
  10. Sim, é o TClientDataSet usado em memória. Porém os dados que deveriam ser mostrados não passam de 100 registros.
  11. Passei a compilar meus projetos usando um micro com windows 64bits. Utilizo o Delphi XE3 Enterprise. Notei que o componente dbgrid, em alguns micros de clientes, mostra apenas um registro (quando deveria mostrar vários, como mostra na maioria dos micros). Nos campos de soma dá pra perceber que todos os registros do DataSet estão sendo lidos, porém não são mostrados no DBGrid. Isso começou a ocorrer, por exemplo, num micro windows server 2008 e alguns notebooks. Declaro a MidasLib na uses do form principal do projeto. Pode ser algo a ver com versão do midas? O midas.dll do XE3 é de 2013.
  12. Complementando a resposta do Italo: NT 2018.001 06. Serviço: Pedido de Inutilização de numeração (item 4.4 do MOC) 06.1 Leiaute do Pedido de Inutilização (Item 4.4.1 do MOC) Para as empresas (pessoa jurídica) existe a operação de Inutilização de Numeração, que registra a numeração da Nota Fiscal que foi inutilizada pela empresa. Ou seja, a empresa informa que esta numeração não será utilizada. O controle de Inutilização de Numeração não será aplicado para o emitente pessoa física. Nota: O leiaute atual do Pedido de Inutilização não prevê a informação do CPF do emitente.
  13. Geralmente este erro é causado pelos seguintes fatores. Infecção por vírus. Incompatibilidade dos drivers instalados. Falhas no hardware. Sistema operacional corrompido. Em qualquer caso, um técnico especializado poderá resolver seu problema. Já tivemos esse erro aqui e o problema era a placa de vídeo.
×
×
  • Create New...