Jump to content

luisclaudio_jr

Membros
  • Posts

    567
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by luisclaudio_jr

  1. a tag é opcional, logo não vai dar o erro até vir uma NT que exija ela.
  2. Bom dia pessoal. Só pra titulo de curiosidade, na sefaz do RS, através do link: https://dfe-portal.svrs.rs.gov.br/cte é possivel fazer pra todas as unidades federadas agora, anteriormente eles aceitavam apenas para as UFS que tinham sido emitidos pela uf do RS Segue noticia abaixo, publicada lá em 2021. (eu fiquei sabendo recentemente apenas) 21/12/2021 Gerador do Evento Prestação de Serviço em Desacordo O evento de prestação de serviço em desacordo pode ser gerado neste portal no menu serviços, utilizando o certificado digital eCNPJ para tomadores de serviço dos CT-e que são autorizados pela SEFAZ Virtual RS. A Novidade é que o serviço agora permite gerar o evento para qualquer Unidade Federada, mesmo as que tem autorização própria. O procedimento é o mesmo, o tomador deverá acessar a transação com seu certificado digital (ter a chave privada instalada no computador), ele será enviado a uma transação onde instala um assinador (instruções na página) e informa uma chave de acesso de CT-e que receberá o evento de Prestação de Serviço em Desacordo.
  3. Boa tarde tudo bem? Note que eles apenas indicaram o mÊs na norma técnica, infelizmente não tem o dia, então tem até o final do mês pra entrar em produção. Mas outro ponto, a observar no trecho abaixo, a Tag é opcional, então recomendo entrar lá pra agosto.. (provavelmente no futuro será obrigatória) " 1 Resumo Esta Nota Técnica promove ajustes nas regras de validação do CT-e e CT-e OS objetivando permitir a geração do evento de Prestação de Serviço em Desacordo para tomadores de serviço não contribuintes pessoa física através da assinatura realizada pelo sistema da SEFAZ Virtual RS mediante identificação do CPF do tomador pelo login e senha da plataforma gov.br. Também cria a tag da informação do Código de Regime Tributário (CRT) no CT-e e CT-e OS com preenchimento opcional. A Nota técnica modifica a regra de formação do Recibo de Lote e Protocolo de Autorização do CT-e permitindo a SEFAZ Autorizadora disponibilizar um ambiente alternativo de autorização e maior garantia de disponibilidade"
  4. Boa noite pessoal Só pra avisar, que hoje saiu uma nova norma técnica http://www.cte.fazenda.gov.br/portal/listaConteudo.aspx?tipoConteudo=Y0nErnoZpsg=
  5. é chamado de CST... Não pode simplesmente mudar a mensagem, precisa saber em qual se enquadra, veja que pra cada cst tem um tipo de tratamento diferente quanto ao ICMS... abaixo é como chamo aqui o cst40.... Imp.ICMS.SituTrib := CST40; Imp.ICMS.ICMS45.CST := CST40; // CST 40ISENTO ICMS Imp.ICMS.ICMS00.vBC := 0; Imp.ICMS.ICMS00.pICMS := 0; Imp.ICMS.ICMS00.vICMS := 0; //aqui 41... Imp.ICMS.SituTrib := CST41; Imp.ICMS.ICMS45.CST := CST41; // CST 40 NÃO TRIBUTADA Imp.ICMS.ICMS00.vBC := 0; Imp.ICMS.ICMS00.pICMS := 0; Imp.ICMS.ICMS00.vICMS := 0; //60... e por ai vai.. Imp.ICMS.ICMS60.vBCSTRet := Imp.ICMS.ICMS60.pICMSSTRet := Imp.ICMS.ICMS60.vICMSSTRet :=
  6. Não existe nenhuma documentação oficial do DT-e, porém, segundo algumas empresas que passaram pelo piloto e emitiram os primeiros em teste(no papo ACBRPro), existem poucas diferenças entre o DT-e e o MDF-e, resta nós aguardarmos sair algo oficial. Lembrando que teremos prazo pra homologação e produção e ainda Obrigatóriedade do DT-e... então é algo que em tese vai longe.
  7. Uma dica é o Amazon simple Email, você pode colocar como origem o e-mail do seu cliente, custa 1 dolar pra 1000 envios..
  8. Bom dia amigos, tudo bem? Cenario: ACBR atualizado, fast report, ultimo dacte disponivel nos fontes. O problema é o seguinte, o cte no XML está declarado a chave do cte que antecedeu o transporte, porém na impressão não aparece. Vi um tópico antigo, que outra pessoa havia relatado o mesmo problema: Agradeço desde Já.
  9. O contador está equivocado, quem indica isso é a operação e não a transportadora estar ou não em outro estado.
  10. Nesse caso, após encerrar o primeiro MDF-e, você abre um novo, porém a origem é em ES, colocando tudo pro destino final, nesse caso é gerado um ES x BA porém com a origem sendo onde o caminhão está no momento... Não necessariamente a cidade de carregamento vai ser a do cte..
  11. Eu consigo esses eventos, mesmo não estando citado na NF? Que o nosso problema é que em algumas notas quem foi citado na NF é outra transportadora.. Ai que complica a situação.
  12. Boa tarde. Um cliente meu levou uma multa, porque segundo o fiscal aquela NF ja havia passado pelo estado por outro transportador. Pergunta: Existe como saber se uma nf ja possui cte/mdfe(por outro transportador)? Algum evento que permita eu consultar isso como transportador? Obrigado
  13. Ué, 50mil é um valor baixo... rs tenho clientes que averbam carga de 5milhões... pra cima, mas o que manda é a apolice... Se a apolice do seu cliente não cobrir o valor que ele manda, eles recusam.
  14. Esse bloqueio vem sim da seguradora, provavelmente é ATM, o que ocorre é que seu valor de mercadoria ultrapassa o seu valor contratado.
  15. TAC apenas pra pessoa fisica, etc pra juridica quando a mesma não for cooperativa, cooperativa sempre CTC.
  16. Não, o infcontratante nesse caso é o EMITENTE do mdfe... Ou seja, a transportadoa que ta contratando esse TAC. (emissor do mdfe). Sempre que não for propria, vc informa o emissor, quando for propria, vc informa os tomadores.
  17. Opa, tudo bem? passei por isso também ontem. Seguinte: No infcontratante, quando a transp contratar um terceiro, seja etc ou tac ou ctc, você deve informar o proprio emitente la... Se for frota propria, você informa no infcontratante o cnpj dos tomadores de serviço. Ahhh e outra situação, o rodo, você só informa quando não for frota propria. Espero ter ajudado.
  18. Opa, consegue me dizer onde está? tentei localizar aqui e não achei, pra ter uma base fiscal para argumentar com o meu cliente, pois no dacte2vias o campo ainda se encontra lá... O que acaba gerando essa solicitação.
  19. Boa tarde Juliomar. Tem sim, inclusive, ao abrir o dacte2vias ele mesmo mostra exatamente esse campo(vicmsstret), porém ele não carrega, carrega no campo normal: Vicms, como se não tivesse passando pra dentro do dataset essas informações quando preechidas.
  20. Boa tarde pessoal. Estou usando a opção 2vias, atualizei os fontes e o dacte hj, porém, ao imprimir não está saindo no campo ICMS ST, peguei o mesmo xml e imprimi pelo FSIST, lá está saindo conforme orientação do contador, porém ao imprimir pelo ACBR, ele consta no Campo ICMS normal, o xml encontra-se assim: Impressão viafast report: Impressão do mesmo xml pelo fsist: Notei que na impressão retrato, esse campo não existe também, é algum erro?
  21. Ahhh pode ser isso sim, vou confirmar, caso esteja, só deixar em branco?
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.