Jump to content
Notícias do ACBr

click.png

click.png

click.png

click.png

click.png

click.png

clube mobile


Cursos grátis para toda base ACBr
+ Promoção Clube Mobile para o ACBr Pro

Saiba mais

adriano santos

click.png

click.png

click.png

click.png

click.png

click.png

Rafael Dal Bosco

Membros
  • Content Count

    21
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

7 Neutral

About Rafael Dal Bosco

  • Rank
    Novato

Recent Profile Visitors

531 profile views
  1. Está validando o CNPJ da administradora, agora é necessário enviar o CNPJ correto da administradora de cartões
  2. Validei o seu XML, e as única rejeição constante é sobre o CFOP, conforme imagem:
  3. Bom dia Daniel Então cara, conforme seu XML: cobr> <fat> <nFat>0000000137</nFat> <vOrig>18.00</vOrig> <vLiq>18.00</vLiq> </fat> </cobr> <pag> <detPag> <tPag>01</tPag> <vPag>18.00</vPag> </detPag> </pag> Você só informou a fatura, mas não informou as duplicatas... é necessário informar as f
  4. Boa tarde Edvilson! Então cara, com as últimas modificações das notas técnicas a partir de 02/07 (Homologação), a resposta para as suas dúvidas são: 1. Quando informar a tag <fat> (Fatura)? Você poderá informar as tags de faturas a qualquer momento, ANTES (Nota técnica 1.42) só era possível informar as Faturas/Duplicatas se o tipo de pagamento fosse 14 (duplicata mercantil). 2. Quando informar a tag <dup> (Duplicata)? O grupo de fatura nada mais é que o cabeçalho das DUPLICATAS, ou seja, a soma dos valores das duplicatas deve ser igual o valor da Fatura
  5. Bom dia Ted Então, no valor da partida eu coloquei o valor final do produto sem o ICMS apenas, este campo não existe validação atualmente. Sobre o GLP, GNN e GNI não existe nenhum site que diz a porcentagem, no entanto por algumas consultas na internet referente as refinarias de GLP, descobri que o GLP no Brasil é 100%, já os outros não obtive qualquer informação.
  6. Apenas consultando o site da Receita na parte de avisos, eu entro todo dia lá e dou um F5 na página para verificar se alguma nota técnica foi liberada kk
  7. Bom, ali está escrito que a desativação vai ser dia 02/08/2018, agora não sei kk mas essa SEFAZ ta de brincadeira, daqui a pouco vai sair junto com a NFC-e...
  8. Boa tarde a todos! Segue alterações da nova nota técnica: Altera a data de desativação da versão 3.10 para 02-ago-2018. Altera os prazos da versão 2.0 do QR-Code da NFC-e para sincronizar com os prazos das alterações trazidas por essa versão da NT. Alterado a coluna tamanho do campoI05f “Código de Benefício Fiscal na UF aplicado ao item” (id:I05f). Criado novo grupo opcional dentro do CST 60 e CST 500 com campos relativos a dados para cálculo da restituição ou complemento da ST. Incluída na coluna de observação do campo Número de parcela (tag:nDu
  9. Boa tarde, pelo que vi no seu XML as tags estão corretas, no entanto o cálculo do FCP ST está incorreto: No XML: Bc FCP ST : 418,88 p FCP ST: 2 v FCP ST: 3,87 O correto seria: (418,88 / 100) * 2 = 8,37 Ou seja, o valor de v FCP ST é 8,37 e não 3,87! Espero ter ajudado, abraços
  10. Neste caso como vocês já removeram o código do ERP, qual banco de dados vocês utilizam? Cria uma trigger na tabela que salva as duplicatas no banco, para realizar um update na tabela de pagamentos setando o valor 14. Mas a minha dica é: Coloca de volta o 14 pois até os estados que implementaram a NT 1.50 continuam aprovando as NF-es com o tipo 14 (Está nos Schemas das UFs), e pelo que vi na internet, a SEFAZ de SP e RS, vão continuar recebendo o tipo 14, mesmo que a SEFAZ Nacional tenha removido tal opção. Então meu amigo, se a SEFAZ SP/RS vão continuar (são as SEFAZ mais importantes pr
  11. Não realizei o teste, mas pelos comentários anteriores está claro que a SEFAZ MG ainda está validando a partir da NT 1.42, se você não quer afetar o funcionalidade dos seus clientes na questão das duplicatas, você vai ter que colocar um IF no seu código indicando que, se é pra enviar duplicatas, então a forma de pagamento vai ser por regra 14 (duplicata mercantil) só assim a NF-e vai ser aprovada neste ambiente de MG. Agora se você está enviando a forma de pagamento DIFERENTE de 14 e ainda assim está enviando as duplicatas, essa rejeição sempre vai ocorrer.
  12. Se eu não me engano, MT não liberou a emissão de NFC-e em Produção para a versão 4.0.
  13. SEFAZ de MS ainda não está validando as rejeições da nota técnica V.150 pelo que eu pude ver
  14. As rejeições 894 e 898 dizem que se a data de vencimento for menor que as datas de autorização/emissão do documento fiscal, apresentará a determinada rejeição. Acredito que a SEFAZ tenha pensado da seguinte forma: Se a data de vencimento da parcela é no mesmo dia que emitiu o documento fiscal, por que tem uma parcela então? O Pagamento deve ser a vista e não parcelado! Apenas uma teoria, o negócio é aguardar a NT V1.60!
×
×
  • Create New...