Jump to content

Compre o Delphi
Com até 30% de desconto
e parcelado em até 12x sem juros

Saiba Mais

Balança SM100 performance surpreendente

Tecnologia Japonesa   Teclado e Visor resistentes a água
Consumo inteligente de etiquetas   Baixo custo de manutenção
Comunicação Ethernet e WIFI independentes

Saiba mais

Impressora de Etiquetas ELGIN - L42 PRO

Protocolos PPLA, PPLB, ZPL, EPL (automático)
Porta USB padrão Opcionais: Ethernet, Serial, Paralela
Sensor de Etiquetas Móvel Garantia de 18 meses

Saiba mais

GAC Sistemas

Dúvida sobre ICMS complementar em venda interestadual para consumo próprio (comportamento do cliente MEI diferente do cliente Simples Nacional))

Recommended Posts

Boa noite a todos. Estou com um problema durante a emissão da NF-e, podem ajudar?

O meu emitente é uma indústria do SIMPLES NACIONAL do estado de SP e vende produtos com substituição tributária (utilidades domésticas).

Sendo assim quando efetuamos vendas para o estado do RJ, se o cliente for revender as mercadorias fazemos o cálculo do ST pelo IVA-ST. Porém se o cliente for consumir as mercadorias fazemos o cálculo de complementação/diferença de ICMS entre estados (6% no caso) junto com o cálculo do FCEP (2% no caso), usamos CFOP 6401 e CSOSN 201/202.

Isso sempre funcionou bem porém apareceu um cliente também do RJ que é uma padaria do tipo MEI (micro empreendedor individual) e não tem ID (INSCRIÇÃO ESTADUAL). Nesse caso o cliente vai consumir as mercadorias e faço a NF-e sem o cálculo de complementação/diferença de ICMS usando CFOP 6107 e CSOSN 101/102.

O problema é que o contador quer que eu faça o cálculo de complementação/diferença de ICMS e quando faço a NF-e não passa de jeito nenhum.

Já mudei CFOP, já mudei CSOSN, etc. Por tanto tentar acho que realmente não dá para recolher a diferença de ICMS para MEI pois não tem IE (INSCRIÇÃO ESTADUAL) e essa é a única diferença quando faço a NF-e para cliente simples nacional (tem IE) do RJ que vai consumir as mercadorias. Alguém pode opinar se MEI sem IE realmente não dá para recolher compl/dif. de ICMS? Lembro que o emissor é simples nacional (fabricante) e trabalha com mercadorias que tem IVA. Pelo que sei se o emissor fosse REGIME NORMAL eu teria que recolher o tal do difal. O coisa confusa!!!

Edited by EMBarbosa
Adicionados parágrafos no texto...

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 12/07/2019 at 22:14, GAC Sistemas disse:

O problema é que o contador quer que eu faça o cálculo de complementação/diferença de ICMS e quando faço a NF-e não passa de jeito nenhum.

Qual é a mensagem de erro?

Em 12/07/2019 at 22:14, GAC Sistemas disse:

Já mudei CFOP, já mudei CSOSN, etc.

Você não precisa mudar ou inventar da sua própria cabeça. O contador deve te passar as orientações de tributação apropriada. Esse é o serviço dele... principalmente porque é ele quem está te exigindo isso.

  • Like 1

[]'s

Consultor SAC ACBr

Elton
Ajude o Projeto ACBr crescer - Assine o SAC

Projeto ACBr     Telefone:(15) 2105-0750 WhatsApp(15)99790-2976.

Um engenheiro de Controle de Qualidade(QA) entra num bar. Pede uma cerveja. Pede zero cervejas.
Pede 99999999 cervejas. Pede -1 cervejas. Pede um jacaré. Pede asdfdhklçkh.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Obrigado @EMBarbosa porém com relação a mensagem de rejeição fiz vários testes alterando CFOP/CSOSN, vou postar abaixo as 12 tentativas e suas rejeições. Desculpe-me pela insistência mas o usuário @Agnaldo Prates (perdão mil vezes por te invocar mas lembro-me que vc gosta de legislação tributária/fiscal) pode dar uma dica/opinião? Muito obrigado pela força gente, o problema é que disseram que outros programadores conseguem fazer isso...😥 Mais uma coisa: mandei essa questão para o SEFAZ/SP, assim que tiver uma resposta (espero que seja rápida) eu posto aqui!

emitente: fabricante/indústria simples naciona estado SP com CNPJ e Inscrição Estadual
destinatário: comércio MEI com CNPJ mas sem inscrição estadual que vai consumir as mercadorias
mercadoria em venda: utilidade doméstica com protocolo assinado entre SP-RJ para uso na loja do cliente
valor R$100,00 + complementação/diferença ICMS R$6,00 + FCEP-ST R$2,00 = total da NF-e R$108,00
tentativa de transmissão 01 - CFOP 6401 - situação tributária 202 - rejeição 600-Rejeição: CSOSN incompatível na operação com Não Contribuinte [nItem:1]
tentativa de transmissão 02 - CFOP 6401 - situação tributária 102 - rejeição 533-Rejeição: Total da BC ICMS-ST difere do somatório dos itens
tentativa de transmissão 03 - CFOP 6401 - situação tributária 900 - rejeição 600-Rejeição: CSOSN incompatível na operação com Não Contribuinte [nItem:1]
tentativa de transmissão 04 - CFOP 6401 - situação tributária 400 - rejeição 533-Rejeição: Total da BC ICMS-ST difere do somatório dos itens
tentativa de transmissão 05 - CFOP 6101 - situação tributária 102 - rejeição 533-Rejeição: Total da BC ICMS-ST difere do somatório dos itens
tentativa de transmissão 06 - CFOP 6101 - situação tributária 202 - rejeição 600-Rejeição: CSOSN incompatível na operação com Não Contribuinte [nItem:1]
tentativa de transmissão 07 - CFOP 6101 - situação tributária 400 - rejeição 533-Rejeição: Total da BC ICMS-ST difere do somatório dos itens
tentativa de transmissão 08 - CFOP 6101 - situação tributária 900 - rejeição 600-Rejeição: CSOSN incompatível na operação com Não Contribuinte [nItem:1]
tentativa de transmissão 09 - CFOP 6107 - situação tributária 102 - rejeição 533-Rejeição: Total da BC ICMS-ST difere do somatório dos itens
tentativa de transmissão 10 - CFOP 6107 - situação tributária 202 - rejeição 600-Rejeição: CSOSN incompatível na operação com Não Contribuinte [nItem:1]
tentativa de transmissão 11 - CFOP 6107 - situação tributária 400 - rejeição 533-Rejeição: Total da BC ICMS-ST difere do somatório dos itens
tentativa de transmissão 12 - CFOP 6107 - situação tributária 900 - rejeição 600-Rejeição: CSOSN incompatível na operação com Não Contribuinte [nItem:1]

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 16/07/2019 at 01:23, GAC Sistemas disse:

tentativa de transmissão 09 - CFOP 6107 - situação tributária 102 - rejeição 533-Rejeição: Total da BC ICMS-ST difere do somatório

Boa tarde. Desculpe a demora e responder. Só agora a tarde consegui entrar aqui.

O CSOSN a ser utilizado é o 101, ou seja, é a correlação com a CST 10 da empresa normal.  No teu caso, sendo indústria e o destino é outra unidade da federação, há que se ficar atento às regras da legislação destino. Pelo relato e as rejeições não é possível fazer uma análise mais profunda, isso seria possível olhando o .xml, mas, pelo código 600 me parece que há inconsistência na somatória da BC-ICMS dos itens com o total informado na BC-ICMS da nota. Se tiver o .xml fica mais fácil.

No caso do CFOP deve ser utilizado o 6107 mesmo.

Edited by Agnaldo Prates
duplicidade
  • Like 2

_____________

Prates, Agnaldo

Share this post


Link to post
Share on other sites

Primeiramente muito obrigado pela atenção @Agnaldo Prates, fiz os testes com CFOP 6107 e situação tributária 101 e deu rejeição: 600-Rejeição: CSOSN incompatível na operação com Não Contribuinte [nItem:1]. Coloquei o XML em anexo, se puder analisar e apontar meu erro agradeceria muito. Contudo no XML eu omiti o CNPJ/IE/endereço do emitente e CNPJ/endereço do destinatário. No sintegra o emitente (SP) está como simples nacional indústria com CNPJ e IE completos. O destinatário (RJ) está como MEI comércio (é uma lanchonete) com CNPJ mas sem IE inclusive ele nos informou que o MEI no RJ não tem I.E. Grato novamente pela atenção.

0-env-lot.xml

Share this post


Link to post
Share on other sites
37 minutos atrás, GAC Sistemas disse:

Primeiramente muito obrigado pela atenção @Agnaldo Prates, fiz os testes com CFOP 6107 e situação tributária 101 e deu rejeição: 600-Rejeição: CSOSN incompatível na operação com Não Contribuinte [nItem:1]. Coloquei o XML em anexo, se puder analisar e apontar meu erro agradeceria muito. Contudo no XML eu omiti o CNPJ/IE/endereço do emitente e CNPJ/endereço do destinatário. No sintegra o emitente (SP) está como simples nacional indústria com CNPJ e IE completos. O destinatário (RJ) está como MEI comércio (é uma lanchonete) com CNPJ mas sem IE inclusive ele nos informou que o MEI no RJ não tem I.E. Grato novamente pela atenção.

0-env-lot.xml 7 kB · 0 downloads

esqueci de mencionar, existe protocolo de ICMS firmado entre os estados. Contudo a NF-e que tento emitir é para consumo próprio. Dados do convênio:

Fundamentações Legais da ST:
Protocolo ICMS - 131 - Operações com artefatos de uso doméstico - 06/12/2013;
Decreto - 45768 - 03/10/2016 - RJ;
MVA 80,53%

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
13 horas atrás, GAC Sistemas disse:

esqueci de mencionar, existe protocolo de ICMS firmado entre os estados. Contudo a NF-e que tento emitir é para consumo próprio. Dados do convênio:

Fundamentações Legais da ST:
Protocolo ICMS - 131 - Operações com artefatos de uso doméstico - 06/12/2013;
Decreto - 45768 - 03/10/2016 - RJ;
MVA 80,53%

Bom dia.

Se for destacar o ICMS, então é necessário observar o seguinte:
Caso o CSOSN seja csosn201 ( 201 - Tributada pelo Simples Nacional com permissão de crédito e com cobrança do ICMS por substituição tributária ), neste caso, use o CSOSN900, isso porque, como o destinatário vai utilizar o produto no ativo imobilizado e não a sua comercialização, o imposto será recolhido na origem, ou seja, substituição tributária para frente, desta forma, realize todo o cálculo normalmente. O CSOSN101 não permite o destaque o ICMS e ICMS ST, seria o CSOSN201, mas, como o destinatário não é contribuinte do ICMS, o destaque fica por conta do CSOSN900.

 

  • Like 2

_____________

Prates, Agnaldo

Share this post


Link to post
Share on other sites

Olá novamente @Agnaldo Prates, primeiramente obrigado por continuar ajudando. Posso entrar em contato em privado com vc? Estou disposto a pagar-lhe uma consultoria apenas para essa NF-e passar ou de alguma forma legal afirmar que a SEFAZ/SP não aceita essa operação. Já encaminhei pergunta para o "fale conosco" da SEFAZ/SP e ainda não obtive resposta. Com relação a sua última sugestão fiz várias tentativas e a NF-e não passa, contudo ela passa sem problemas se eu uso um CNPJ do RJ com IE. Veja abaixo as rejeições e em anexo os XMLs. Estou achando que complementação/diferença de ICMS para destinatário sem IE não passa. E se me permitir entrarei em contato para vc me indicar o erro, aguardo sua resposta.

- tentativa 1 - CFOP 6701/situação tributária 101: 600-Rejeição: CSOSN incompatível na operação com Não Contribuinte [nItem:1]
- tentativa 2 - CFOP 6701/situação tributária 201: 600-Rejeição: CSOSN incompatível na operação com Não Contribuinte [nItem:1]
- tentativa 3 - CFOP 6701/situação tributária 900: 600-Rejeição: CSOSN incompatível na operação com Não Contribuinte [nItem:1]
- tentativa 4 - CFOP 6701/situação tributária 102: 533-Rejeição: Total da BC ICMS-ST difere do somatório dos itens
- tentativa 5 - CFOP 6401/situação tributária 900: 600-Rejeição: CSOSN incompatível na operação com Não Contribuinte [nItem:1]
- tentativa 6 - CFOP 6401/situação tributária 202: 600-Rejeição: CSOSN incompatível na operação com Não Contribuinte [nItem:1]
- tentativa 7 - CFOP 6401/situação tributária 102: 533-Rejeição: Total da BC ICMS-ST difere do somatório dos itens

0-env-lot - tentativa 1 - CFOP 6701 sit 101.xml 0-env-lot - tentativa 2 - CFOP 6701 sit 201.xml 0-env-lot - tentativa 3 - CFOP 6701 sit 900.xml 0-env-lot - tentativa 4 - CFOP 6701 sit 102.xml 0-env-lot - tentativa 5 - CFOP 6401 sit 900.xml 0-env-lot - tentativa 6 - CFOP 6401 sit 202.xml 0-env-lot - tentativa 7 - CFOP 6401 sit 102.xml

Share this post


Link to post
Share on other sites
22 horas atrás, GAC Sistemas disse:

Olá novamente @Agnaldo Prates, primeiramente obrigado por continuar ajudando. Posso entrar em contato em privado com vc? Estou disposto a pagar-lhe uma consultoria apenas para essa NF-e passar ou de alguma forma legal afirmar que a SEFAZ/SP não aceita essa operação. Já encaminhei pergunta para o "fale conosco" da SEFAZ/SP e ainda não obtive resposta. Com relação a sua última sugestão fiz várias tentativas e a NF-e não passa, contudo ela passa sem problemas se eu uso um CNPJ do RJ com IE. Veja abaixo as rejeições e em anexo os XMLs. Estou achando que complementação/diferença de ICMS para destinatário sem IE não passa. E se me permitir entrarei em contato para vc me indicar o erro, aguardo sua resposta

Boa tarde. Com certeza sim. Só uma observação. No caso de MVA de 80,53, você precisa revisar os cálculos. Esta nota de 100,00 por exemplo, a base de cálculo co ICMSST é de 180,53 e não 100,00, assim, o ICMS modal será 18,00 se a alíquota for 18% e o valor do ICMS ST é de 14,49. Mais ou menos assim:
Base de cálculo do ICMS = 100,00
Percentual do ICMS          =  18,00%
Valor do ICMS                    =  18,00
MVA                                     =   80,53%
Base de cálculo do ICMS ST = 100,00 + 80,53 = 180,53
Valor do ICMS ST                    = (( 180,53 * 18 )/100 ) - Valor do ICMS 18,00 = 14,49
Este cálculo deve estar na tag Imposto e, caso houver mais produtos ir armazenando a BC ST e o VCST para ser informado na tag Total.

Meu contato está no meu perfil.

 


_____________

Prates, Agnaldo

Share this post


Link to post
Share on other sites

Agora deu dúvida: o cálculo que quero fazer é para complementação/diferença de alíquotas entre estados para destinatário MEI sem IE que vai consumir as mercadorias. É esse mesmo o cálculo? No caso o emitente é indústria/fabricante do simples nacional.

Edited by GAC Sistemas

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 20/07/2019 at 10:41, GAC Sistemas disse:

Agora deu dúvida: o cálculo que quero fazer é para complementação/diferença de alíquotas entre estados para destinatário MEI sem IE que vai consumir as mercadorias. É esse mesmo o cálculo? No caso o emitente é indústria/fabricante do simples nacional.

É este calculo mesmo, o que vai mudar é a alíquota, por exemplo: Se SP a alíquota for 18 e a saída para o RJ for 12, então basta fazer o cálculo com a diferença, ou seja 6%.

  • Like 1

_____________

Prates, Agnaldo

Share this post


Link to post
Share on other sites

Valeu pela ajuda Agnaldo Prates mas o contador discordou e ficou de mandar o XML pra mim. Assim que eu tiver a resposta eu posto aqui. Valeu e obrigado !!!

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pelo que entendo e tenho no meu sistema quando o cliente e consumidor final ele não pode ter as informações com ICMS-ST, apenas o DIFAL

 

  1. Se o cliente é consumidor final: utiliza o CFOP 6108, CSOSN 500 e recolhe o ICMS de partilha (DIFAL).
  2. Se o cliente é contribuinte do ICMS e vai revender a mercadoria: utiliza CFOP 6404, CSOSN 500 e recolhe o ICMS ST com MVA ajustada (se o estado dele possui ACORDO COTEPE) ou negocia com ele para recolher para o estado dele de forma que a guia acompanhe a mercadoria.
  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Concordo com o @dimom, em operação com consumidor final o ICMS-ST não se aplica.

Por isso a nota é rejeitada quando usando os CSOSN 201, 202 ou 203, ou 900.

Na minha opinião, porém, o correto é usar o CSOSN 102 e não o 500, já que, por ser indústria, não houve recolhimento anterior de ICMS-ST.

  • Like 1

Equipe ACBr BigWings
Ajude o Projeto ACBr crescer - Assine o SAC

Projeto ACBr

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

×
×
  • Create New...