Jump to content

Delphi chamada_delphi.png acbr.png

C6 chamada_c6.png botao.png

Importacao de txt que o programa da receita importa


Go to solution Solved by José M. S. Junior,
  • Este tópico foi criado há 1357 dias atrás.
  • Talvez seja melhor você criar um NOVO TÓPICO do que postar uma resposta aqui.

Recommended Posts

Ola Srs do Acbr , ja sei que o arquivo TXT que o programa gratuito da receita Importa é

diferente do txt do Acbr , o arquivo deles esta desatualizado, mas enfim os clientes geram

os txt  apatrtir dele e na hora que vou importar pelo acbr nao funciona, é claro , pois o layout do acbr esta

completo e o deles nao...

Teria alguma forma de adaptar o txt deles para o padrao acbr antes de importar, seria uma variavel criada para

fazer somente isso , na hora de importar , seria ligada para converter o txt da receita no padrao do acbr, sei que isso é obrigacao deles

mandar correto, mas no Brasil é sempre assim , colocam um bando de estagiarios, para fazer uma coisa seria e dá nisso...

ja vi o txt deles nao tem os campos de fcp, nao tem cest, nao tem um monte de campos necessarios na nfe4, e ainda eles colocam la versao 4.00

alguem precisa avisar pra eles que isso foi mudad e que eles precisam rever o layout, mas enquanto eles nao arrumam isso , estamos tendo muitos casos

de txt de clientes naquele padrao que quando precisamos importar é uma confusao, estamos importando la no programa deles , fazer o que né..

mas daria para fazer uma rotina que faria a conversao, incluindo no arquivo deles os campos que faltam(mesmo em branco)  pra ficar como o layout do acbr...

Eu fiz na mao os ajuste e importou...

Edited by geanjesus
complemento
Link to comment
Share on other sites

  • Consultores
  • Solution

Bom dia, o ACBr está permitindo importar no padrão abaixo, já adaptado para versão 4.0:

https://sourceforge.net/p/acbr/code/HEAD/tree/trunk2/Doctos/Manuais/Layout_TXT_NFe_NFCe_4_00.pdf?format=raw

 

Consultor SAC ACBr

José Junior
Ajude o Projeto ACBr crescer - Assine o SAC

Projeto ACBr     Telefone:(15) 2105-0750 WhatsApp(15)99790-2976.

Link to comment
Share on other sites

Em 24/08/2018 at 18:19, Daniel Port disse:

Só uma curiosidade por que tu precisa importar esse txt ?

Simples....porque tenho varios , dezenas de fornecedores que mandam para os meus clientes o layout da nota no padrao do programa da sefaz-sebrae.....

 

Edited by geanjesus
ajustes
Link to comment
Share on other sites

Olhe deixem pra lá , eu mesmo vou desenvolver uma rotina para ler o arquivo do sebrae e colocar no padrao do acbr e pronto, estará resolvido....ja que os srs acham tao complicado...simples, somente ler um txt num padrao incompleto   e adaptá-lo num outro.. completo..do acbr....só isso... eu só postei aqui pois achei que outros tambem estariam recebendo txt incompleto do sebrae para importação, mas pelo visto saõ só meus clientes,que estao recebendo....sendo assim 

vou fazer somente aqui para resolver meu problema... 

mas muito obrigado pela atenção.....

Link to comment
Share on other sites

  • Consultores
1 hora atrás, geanjesus disse:

Olhe deixem pra lá , eu mesmo vou desenvolver uma rotina para ler o arquivo do sebrae e colocar no padrao do acbr e pronto, estará resolvido....ja que os srs acham tao complicado...simples, somente ler um txt num padrao incompleto   e adaptá-lo num outro.. completo..do acbr....só isso... eu só postei aqui pois achei que outros tambem estariam recebendo txt incompleto do sebrae para importação, mas pelo visto saõ só meus clientes,que estao recebendo....sendo assim 

vou fazer somente aqui para resolver meu problema... 

mas muito obrigado pela atenção.....

Chegou a ver link que postei acima? já foi adaptado no padrão SEBRAE, apenas adicionando os campos novos da NFe 4.0... (Como eles não adaptaram, foi adicionado os novos campos). Com o padrão acima conseguirá importar...

Consultor SAC ACBr

José Junior
Ajude o Projeto ACBr crescer - Assine o SAC

Projeto ACBr     Telefone:(15) 2105-0750 WhatsApp(15)99790-2976.

Link to comment
Share on other sites

5 minutos atrás, José M. S. Junior disse:

Chegou a ver link que postei acima? já foi adaptado no padrão SEBRAE, apenas adicionando os campos novos da NFe 4.0... (Como eles não adaptaram, foi adicionado os novos campos). Com o padrão acima conseguirá importar...

mas é aí que está o problema.... eles nao atualizaram os campos como cest, fcp e etc..como ja disse no post inicial, e porisso nao aceita a importacao no padrao acbr, pois o padrao acbr esta esperando esses campos e no txt deles nao tem entao , o acbr pega campo totaamente errado se for importar  a partir do txt deles...isso é obvio..sao padroes diferents...

Link to comment
Share on other sites

mas é aí que está o problema.... eles nao atualizaram os campos como cest, fcp e etc..como ja disse no post inicial, e porisso nao aceita a importacao no padrao acbr, pois o padrao acbr esta esperando esses campos e no txt deles nao tem entao , o acbr pega campo totaamente errado se for importar  a partir do txt deles...isso é obvio..sao padroes diferents...

ex: veja entre o campo I (item) , do NCM ate o CFOP no padrao acbr espera os campos CEST|indEscala|CNPJFab|cBenef

que no arquivo do sebrae nao tem ,  isso é obvio que vai quebrar .... são incompativeis....

veja....

padrao do sefaz-sebrae

I|CATALOGO|SEM GTIN|CATALOGO - CATALOGO DE CERAMICA|49111090||3102|UN.|200.0000|32.8791353760|6575.83|SEM GTIN|KG|110.0000|59.7802727273||||702.98|1||
 

padrao do acbr

I|cProd|cEAN|XProd|NCM|CEST|indEscala|CNPJFab|cBenef|EXTIPI|CFOP|UCom|QCom|VUnCom|VProd|CEANTrib|UTrib|QTrib|VUnTrib|VFrete|VSeg|VDesc|vOutro|indTot|xPed|nItemPed|nFCI| 
 

entendeu agora?  ....

Link to comment
Share on other sites

I|CATALOGO|SEM GTIN|CATALOGO - CATALOGO DE CERAMICA|49111090||3102|UN.|200.0000|32.8791353760|6575.83|SEM GTIN|KG|110.0000|59.7802727273||||702.98|1||
 

para importar basta  adaptar os campos que faltam 

I|CATALOGO|SEM GTIN|CATALOGO - CATALOGO DE CERAMICA|49111090||||||3102|UN.|200.0000|32.8791353760|6575.83|SEM GTIN|KG|110.0000|59.7802727273||||702.98|1||
basta colocar os 4 campos no txt deles,  entre o NCM e o CFOP , e agora sim esta no padrao do acbr...isso devera ser feito nos demais

campos que faltam...esse é somente um exemplo...senão nao vai importar pelo acbr...

Link to comment
Share on other sites

  • Administradores

Boa tarde.

Acredito que a implementação atual do ACBr é a mais correta..como sugestão, você poderia criar uma rotina na sua aplicação que trate o arquivo e deixe no formato esperado pelo ACBr.

Att.

  • Like 3
Consultora SAC ACBr

Juliana Tamizou
Ajude o Projeto ACBr crescer - Assine o SAC

Projeto ACBr     Telefone:(15) 2105-0750 WhatsApp(15)99790-2976.  Discord

Projeto ACBr - A maior comunidade Open Source de Automação Comercial do Brasil


Participe de nosso canal no Discord e fique ainda mais próximo da Comunidade !!

Link to comment
Share on other sites

  • Consultores

Bom dia Gean,

Segundo a legislação o emitente da nota deve disponibilizar ao destinatário da mercadoria o XML assinado e com o protocolo de autorização.

Bem antes de se falar em NF-e a empresa que eu trabalhava recebeu a vista do Fisco e solicitou todas as notas de um determinado período de um dos seus fornecedores.

Veja bem pediu as notas do fornecedor.

Como naquela época não existia NF-e a empresa fez uma cópia autenticada de cada nota e entregou ao Fisco as originais.

Se o Fisco bater na porta da empresa do seu cliente, hoje o Fisco vai solicitar os XMLs.

Quero ver a desculpa que o seu cliente vai dar ao Fisco, pois ele não tem o XML e sim um arquivo texto enviado pelo seu fornecedor.

Você esta vendo a gravidade da situação?

O Fisco não bate na porta só de quem emite a nota (quem vende), pode também bater na porta de quem compra.

Você deve orientar os seus clientes a não aceitarem esse arquivo texto como nota e nem o DANFE, pois esta escrito em negrito no DANFE que ele nada mais é do que um Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica, se é um Documento Auxiliar, conclui-se que não é a nota propriamente dita.

Ajuste SINIEF 05/07 - paragrafo primeiro da clausula primeira:

§ 1º Considera-se Nota Fiscal Eletrônica - NF-e o documento emitido e armazenado eletronicamente, de existência apenas digital, com o intuito de documentar operações e prestações, cuja validade jurídica é garantida pela assinatura digital do emitente e autorização de uso pela administração tributária da unidade federada do contribuinte, antes da ocorrência do fato gerador.

No meu entendimento, se o seu cliente recebe a mercadoria sem o XML assinado e protocolado, esta recebendo uma mercadoria sem nota fiscal.

  • Like 2
Consultor SAC ACBr Italo Giurizzato Junior
Ajude o Projeto ACBr crescer - Assine o SAC

Projeto ACBr

Analista de Sistemas / e-mail: [email protected] / Fone: (16) 9-9701-5030 / Araraquara-SP

Link to comment
Share on other sites

  • Moderadores

Boa tarde..

Perfeito Italo.. tu falou tudo. 

alem do que, caso o cliente, nao receba o xml via email, ele ainda pode baixar, as notas pelo Sefaz, e assim.. ter todos os xmls disponiveis.

Hoje, sem xml, nao vale nada..

No Sistema que temos ErpMatos, alem de guardar o xml das vendas, sao guardados no banco tambem os xml das entradas, tanto vindo do sefaz ou pelo 

email.

 

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

Para que sistemas mais antigos que não tem como gerar xml possam usar o programa da SEFAZ para enviar e também transformar o xml em txt para eles poderem usar no programas para atualizar as bases de dados apenas por isso.

  • Like 1
Consultor SAC ACBr Rafael Dias
Ajude o Projeto ACBr crescer - Assine o SAC

Projeto ACBr

Desenvolvedor ACBrLib.

 

Link to comment
Share on other sites

  • Consultores

Bom dia Gean,

O programa gratuito da SEFAZ pode ser utilizado de duas formas.

1. Você digita todas as informações nele e depois manda emitir a nota.

Note que usei o termo emitir e não imprimir.

Emitir significa, gerar o XML, assinar, validar, enviar para SEFAZ, aguardar o seu processamento e atualizar o XML com o protocolo de autorização.

Ao emitir se tudo ocorrer bem, ou seja, a nota foi autorizada, devemos então imprimir o DANFE e exportar o XML, pois o programa da SEFAZ guarda o XML assinado e protocolado no banco de dados.

Por fim você deve enviar um e-mail ao destinatário da mercadoria anexado o XML exportado pelo programa da SEFAZ.

A forma descrita acima é usado pelas penas empresas que não possuem nenhum outro software de controle, por exemplo: Estoque, Contas a Pagar/Receber, etc.

2. Para as empresas que já possui um software de controle, más em função da linguagem utilizada no seu desenvolvimento não permite estabelecer conexão com a internet, por exemplo o GWBasic (lembra, vinha junto no disquete do MS-DOS), neste caso é possível criar nesse software uma rotina que gere um arquivo TXT segundo o layout da SEFAZ que contem todos os dados referente a venda.

Com o arquivo TXT gerado, basta executar o programa da SEFAZ e solicitar a sua importação, desta forma não se faz necessário a digitação.

Arquivo importado, basta emitir a nota, imprimir o DANFE, exportar o XML e enviar por e-mail para o destinatário o XML exportado.

 

Você notou que de uma forma ou de outra no final devemos enviar ao destinatário o XML?

Esses fornecedores do seu cliente que manda o arquivo TXT em vez do XML, não estão exportando o XML para enviar por e-mail.

 

Quer resolver esse problema com esses fornecedores?

É muito simples, compra, recebe a mercadoria, se chegar o arquivo TXT em vez do XML, liga para o fornecedor e diga o seguinte: Lhe devo não nego, te pagarei quando me enviar o XML assinado e protocolado.

  • Like 2
Consultor SAC ACBr Italo Giurizzato Junior
Ajude o Projeto ACBr crescer - Assine o SAC

Projeto ACBr

Analista de Sistemas / e-mail: [email protected] / Fone: (16) 9-9701-5030 / Araraquara-SP

Link to comment
Share on other sites

Eu nao estou questionando a condicao de obrigatoriedade de envio do xml pelo fornecedor, mas isso ele pode estar fazendo numa etapa posterior, mas o cliente precisa urgente importar aquela nota , existe umaq dinamica aí, entao o fornecedor pede para o contador dele mandar um txt para ele importar os dados , principalmente com produtos de importação  do exterior , e ai campos I, nDi , e outros campos  , no caso layout no padrao sefaz-sebrae,

que  nao esta atualizado ainda com os novos campos como eu ja disse.... e como o layout do acbr ja tem os novos campos , ai nao importa corretamente, isso é meio que obvio né?....

 

Quer resolver esse problema com esses fornecedores?

É muito simples, compra, recebe a mercadoria, se chegar o arquivo TXT em vez do XML, liga para o fornecedor e diga o seguinte: Lhe devo não nego, te pagarei quando me enviar o XML assinado e protocolado.

ah  se o mundo comercial fosse simples assim, tudo seria resolvido , jamais vou dizer para um cliente tomar esse tipo de atitude...                                                                                                                               

Link to comment
Share on other sites

  • Consultores

Bom dia Gean,

Deixa eu ver se entendi.

O cliente (seu no caso) necessita da nota, o fornecedor dele pede para o contador mandar o TXT que contem os dados da nota.

Que o contador tem haver com essa história?

É ele que emite a nota para o fornecedor do seu cliente?

Se sim, não seria mais fácil o fornecedor pedir para o contador o XML da nota em vez do TXT?

Visto que o XML segue um padrão nacional e é a Nota Fiscal propriamente dita, já o arquivo TXT até o momento a SEFAZ/SEBRAE não divulgaram um documento com o layout para a versão 4.00, além de não ser a nota.

Uma observação, você não leu com atenção a postagem do nosso amigo Amarildo?

Você já leu sobre o Distribuição de Documentos Fiscais Eletrônicos - DistribuicaoDFe e sobre os eventos de Manifestação do Destinatário?

Se não leu, lhe recomento a leitura das notas técnicas: 2014/002 versão 1.02b que trata sobre o DistribuicaoDFe e a 2012/002 versão 1.02 que trata sobre a Manifestação do Destinatário.

No programa exemplo do componente existe botões que exemplificam as suas utilizações e no fórum temos diversas postagens sobre esses dois assuntos.

Com essa dupla dinâmica, a sua aplicação vai ser capaz de baixar da SEFAZ os XML completos das notas de todos os fornecedores do seu cliente.

Ficando livre desse arquivo TXT que só da dor de cabeça.

  • Like 2
Consultor SAC ACBr Italo Giurizzato Junior
Ajude o Projeto ACBr crescer - Assine o SAC

Projeto ACBr

Analista de Sistemas / e-mail: [email protected] / Fone: (16) 9-9701-5030 / Araraquara-SP

Link to comment
Share on other sites

  • Este tópico foi criado há 1357 dias atrás.
  • Talvez seja melhor você criar um NOVO TÓPICO do que postar uma resposta aqui.
Guest
This topic is now closed to further replies.
×
×
  • Create New...

Important Information

We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue.