Jump to content

LANÇAMENTO
Curso Completo - Dominando o ACBrMonitor

Conheça o Curso

Balança SM100 performance surpreendente

Tecnologia Japonesa   Teclado e Visor resistentes a água
Consumo inteligente de etiquetas   Baixo custo de manutenção
Comunicação Ethernet e WIFI independentes

Saiba mais

Impressora de Etiquetas ELGIN - L42 PRO

Protocolos PPLA, PPLB, ZPL, EPL (automático)
Porta USB padrão Opcionais: Ethernet, Serial, Paralela
Sensor de Etiquetas Móvel Garantia de 18 meses

Saiba mais

Leaderboard


Popular Content

Showing content with the highest reputation since 01/13/2020 in all areas

  1. 15 points
    Olá pessoal, É com muita satisfação que comunicamos que agora os Fontes do Projeto ACBr, já foram ajustados para suportar o OpenSSL na versão 1.1.1 Antes de prosseguir, o que é OpenSSL ? "O OpenSSL é um kit de ferramentas robusto, de nível comercial e completo para os protocolos Transport Layer Security (TLS) e Secure Sockets Layer (SSL). É também uma biblioteca de criptografia de uso geral" https://www.openssl.org/ No Projeto ACBr, usamos o OpenSSL para diversas tarefas, como por exemplo: Comunicação Segura: Ele será necessário se você usa o componente ACBrMail, ou os componentes da aba ACBrTCP, que fazem comunicação Segura com sites, pelo protocolo HTTPS. A ACBrDFeSSL, que é usada por todos os componentes de Documentos Eletrônicos do ACBr, também podem usar o OpenSSL para comunicação Segura (como uma das opções) Criptografia: Ele é usado nos componentes ACBrEAD e pela ACBrDFeSSL para calcular e Verificar Hashs e Assinaturas digitais, usando diversos padrões de Criptografia O OpenSSL é uma excelente opção... na verdade, é a minha recomendação de uso, para quem usa certificados do tipo A1 A vantagem principal, é que com o OpenSSL, você está livre da necessidade de sempre manter o seu Windows Atualizado para que a comunicação segura com TLS1.2 funcione. Com o OpenSSL você poderia ter suporte a TLS1.2, mesmo no Windows XP. Como desvantagem, no ACBr, o OpenSSL, apenas suporta Certificados do tipo A1 Porque essa atualização é importante ? O principal motivo, é que as versões anteriores deixarão de ser suportadas e não mais receberão atualizações e correções, conforme podemos ver nessa página Mas outro motivo igualmente importante, é que atualmente é muito difícil de instalar uma versão antiga do OpenSSL em alguns sistemas Operacionais. Isso poderia ser um impedimento, para executar o ACBr em várias distribuições de Linux... A atualização dos fontes não foi um processo trivial, pois a API do OpenSSL recebeu modificações substanciais, desde a versão 1.0.x https://www.openssl.org/blog/blog/2018/09/11/release111/ https://wiki.tizen.org/Security/Tizen_5.X_Migration_from_OpenSSL_1.0.2_to_OpenSSL_1.1.1_guide Preciso atualizar meu cliente Final ? Não necessariamente... o código fonte do ACBr, é esperto o bastante para suportar todas as versões do OpenSSL, desde a série 0.9.8 até a 1.1.1.x. Mas é altamente recomendado que você atualize seus Scripts de Build, para usar e distribuir a última versão do OpenSSL no seu instalador automatizado... (veja como distribuir, abaixo) Lembre-se que se você precisa usar recursos mais novos, como comunicação segura com TLS1.2, precisará ter o seu OpenSSL atualizado, para versões mais novas... Todos os Scripts que geram os instaladores do ACBrMonitorPLUS e os pacotes da ACBrLib, assim o ACBrInstall_trunk2.exe, já foram atualizados para usar e distribuir as DLLs da nova versão 1.1.1.x Como o OpenSSL é distribuído ? Você pode encontrar versões compiladas do OpenSSL para praticamente qualquer Sistema Operacional existente... No SVN do ACBr, você encontrará as últimas versões das Bibliotecas compiladas para Windows em: http://svn.code.sf.net/p/acbr/code/trunk2/DLLs/OpenSSL/ Repare que em cada diretório, temos as pastas x86 (32 bits) e x64 (64 bits)... Se você compila seu programa em 32 bits, então você deve usar a versão 32 bits da DLL O OpenSSL é distribuído em em 2 arquivos. Sempre mantenha os dois arquivos juntos, e sempre use o par de arquivos da mesma versão. No Windows: Até a versão 1.0.x, os nomes dos arquivos eram: ssleay32.dll e libeay32.dll, e não havia distinção nos nomes das DLLs, entre as versões 32 e 64 bits. A partir da versão 1.1.0, os nomes dos arquivos mudaram para: libssl-1_1.dll e libcrypto-1_1.dll (32 bits) e libssl-1_1-x64.dll e libcrypto-1_1-x64.dll (64 bits) Tudo que você precisa fazer, é copiar o par de arquivos (libssl-1_1.dll e libcrypto-1_1.dll) para a mesma pasta do seu binário, ou seja, na mesma pasta onde está o seu .EXE (sim, você poderia copiar esses arquivos para o diretório System do Windows, mas isso deve ser evitado, pois pode causar conflitos com outras aplicações) No Linux: libssl.so.x.x.x - exemplos: libssl.so.1.1, libssl.so.10, libssl.so.1.1.1, libssl.so.1.1.0, libssl.so.1.0.2 , libssl.so.0.9.8, etc libcrypto.so.x.x.x - exemplos: libcrypto.so.1.1, libcrypto.so.10, libcrypto.so.1.1.1, libcrypto.so.1.1.0, libcrypto.so.1.0.2, libcrypto.so.0.9.8, etc O OpenSSL já vem instalado por padrão em várias distribuições Linux, caso contrário, use o seu gerenciador de pacotes, e instale o pacote "openssl" Veja mais sobre a distribuição de Bibliotecas em: https://acbr.sourceforge.io/ACBrLib/ComoInstalarDistribuir.html A nova rotina de Carga dinâmica das Bibliotecas do OpenSSL, que foram implementadas na Unit OpenSSLExt.pas, irá procura por vários nomes de arquivos, dando preferência para os arquivos mais novos. Ou seja, ela irá procurar pelas bibliotecas na versão 1.1.1.x, e não encontrando, procurará e pelas bibliotecas na versão 1.0.x ou inferiores Quer saber mais sobre como o ACBr usa o OpeSSL na criação e transmissão de Documentos Seguros ? Então de uma olhada nesse vídeo:
  2. 7 points
    Olá Pessoal, Já se encontra em nossa biblioteca a NT 2020/001 da NF-e segue abaixo um resumo sobre ela. Resumo: Este documento substituirá as Notas Técnicas(NT) 2012.002 e 2013.001 e tem por objetivo unificar as informações referentes à manifestação do destinatário na Nota Fiscal eletrônica (NF-e) modelo 55 e estender o serviço para ser usado também por Pessoa Física (CPF). A manifestação está prevista na cláusula décima-quinta-A do Ajuste SINIEF 7/2005, a qual permite que o destinatário da Nota Fiscal eletrônica confirme a sua participação na operação acobertada pela Nota Fiscal eletrônica emitida para o seu CNPJ/CPF, através dos eventos tratados a seguir. Conclusão: Não existe nenhuma implementação a ser feita no componente, simplesmente agora a pessoa física que possui um e-CPF (Certificado Digital) poderá realizar a Manifestação do Destinatário, ou seja, enviar para a SEFAZ um dos 4 tipos de eventos que engloba a Manifestação do Destinatário. O componente já esta apto a gerar o XML do respectivo evento com o CPF do destinatário em vez do CNPJ.
  3. 5 points
    Reabri o tópico, pois creio que agora seja necessário ajustar os relatórios de DANFE do ACBr, para destacar o Frete no Item, conforme imagem abaixo, extraída do manual...
  4. 3 points
    Para que a Impressão em Fortes com "FormularioContinuo := True" funcione, é necessário ajustar as configurações no Driver de Spool da Impressora, definindo uma página Longa... Abaixo tem um exemplo da tela de Spool da Epson
  5. 2 points
    Tive o mesmo problema ao salvar XML através do componente da Tecnospeed (nfe), resolvi adicionando o EXE a uma Exception do Kaspersky:
  6. 2 points
    Enviei um Ajuste para o SVN... https://sourceforge.net/p/acbr/code/18858/
  7. 2 points
    @Juliana Tamizou essa modificação já foi discutida aqui, quanto a problema de algumas agencias que pede com zero, outras não: Luciano, veja se não é seu caso.
  8. 2 points
    Anexe (não cole o conteúdo) o arquivo de remessa gerado.
  9. 2 points
    Como você está usando o ACBrMonitorPlus, pode anexar também o arquivo ini que usou para gerar esse xml? PS.: A propósito, a rejeição do valor é porque não estão indo os dados de endereço do destinatário mesmo. Mas notei que há outros erros no seu XML, como por exemplo um NCM inválido. Talvez você queira validar depois no site https://www.sefaz.rs.gov.br/NFE/NFE-VAL.aspx
  10. 2 points
    Aparentemente o problema é a falta do nosso número no seu .ini.
  11. 2 points
    Precisei de criar um novo modelo de DAMDFe em Fast, exibindo melhor algumas informações do modal aquaviário. Em anexo o arquivo do relatório e o fonte pois precisei criar um CDS para exebição de algumas informações. O arquivo fr3 em vez de alterar os já existentes apenas adicionei o novo. ACBrMDFeDAMDFEFR.pas DAMDFe_Retrato_mod3.fr3
  12. 2 points
    A partir desta postagem os fontes ACBr passaram por ajustes, ficando compatível com a versão 1.1.1 da lib OpenSSL. Sendo assim desconsidere as configurações acima, se a sua Distro Linux já utiliza a versão 1.1 da OpenSSL. Se a sua Distro utiliza a versão anterior da OpenSSL , vai funcionar da mesma forma, porém apenas a versão 1.1 será mantida atualizada pelo projeto OpenSSL, até mesmo por isso o ACBr atualizou-a no Projeto. Saiba mais detalhes no post abaixo:
  13. 2 points
    Ainda não temos previsão... Antes, devemos iniciar um refactoring no componente ACBrNFSe... o que deve ocorrer em Fevereiro, e deve levar várias semanas...
  14. 2 points
    Bom dia a todos, Gostaria de agradecer a todos que colaboraram com a implementação e com os testes. Postei uma noticia sobre o novo layout de impressão. Douglas, vou fechar esse tópico, assim que você fizer as correções com relação aos labels favor criar um novo tópico.
  15. 1 point
    Boa tarde a todos, estava usando o componente ACBrSPEDFiscalImportar, e senti falta do registro 0220. Segue em anexo fonte alterado para implementação. ACBrEFDBloco_0_Importar.pas
  16. 1 point
    Diogo, Boa noite! Para responder as suas perguntas, preciso saber qual o modelo de balança seu cliente esta usando? Ou se esta querendo encontrar um hardware que tenhas as funcionalidades acima.
  17. 1 point
  18. 1 point
    Bom dia a todos, Em princípio hoje, o sefaz regularizou o horário. Ajustei o horário correto do computador e os cupons estão emitindo normal. Obrigado a todos pelo apoio
  19. 1 point
    Modifique a compilação do Pckage do Boleto, para adicionar os Logos... e dos Packages NFe, CTe e MDFe, para adicionar os Schemas
  20. 1 point
    Esta mensagem é gerada quando você está emitindo o XML sem envio para SEFAZ, ou seja, o XML não foi autorizado com o Protocolo de Envio, precisa ver no log se realmente não está sendo enviado ou se está recebendo algum erro...
  21. 1 point
    Bom dia, Nós aqui temos o acionamento Kaspersky - Suporte INC000011122495 junto a eles. Kaspersky não passou um método de resolução exceto a desativação do Módulo, eles ainda estão em analise, o que foi atualizado foi a seguinte informação : Sobre o Inspetor do Sistema O Inspetor do Sistema coleta informações sobre as ações de aplicativos no computador e as repassa a outros componentes com o objetivo de garantir uma proteção confiável. Padrões de atividades perigosas (BSS) Os Padrões de atividades perigosas (BSS) contêm sequências de ações de aplicativos que o Kaspersky Endpoint Security classifica com perigosas. Se a atividade de um aplicativo corresponder a um padrão de atividades perigosas, o Kaspersky Endpoint Security executará a ação especificada. A funcionalidade do Kaspersky Endpoint Security com base em padrões de atividades perigosas fornece Defesa Proativa ao computador. Por padrão, se a atividade do aplicativo combina com uma assinatura de fluxo de comportamento, o Inspetor do sistema move o arquivo executável daquele aplicativo para a Quarentena. Reverter as ações de malware Com base nas informações coletadas pelo Inspetor do Sistema, o Kaspersky Endpoint Security pode reverter ações realizadas pelo malware no sistema operacional enquanto realiza a desinfecção. Revertendo a atividade de malware no sistema operacional, o Kaspersky Endpoint Security toma medidas nos seguintes tipos da atividade de malware: Atividade de arquivo. O Kaspersky Endpoint Security exclui arquivos executáveis que foram criados por um programa malicioso e localizados em qualquer mídia, exceto de rede. O Kaspersky Endpoint Security exclui arquivos executáveis que foram criados por um programa no qual um programa malicioso penetrou. O Kaspersky Endpoint Security não restaura arquivos modificados ou apagados. Atividade de registro. O Kaspersky Endpoint Security exclui partições e chaves do registro que foram criadas pelo malware. O Kaspersky Endpoint Security não restaura partições modificadas ou apagadas e chaves do registro. Atividade de sistema. O Kaspersky Endpoint Security termina processos que foram iniciados por um programa malicioso. O Kaspersky Endpoint Security termina processos nos quais um programa malicioso penetrou. O Kaspersky Endpoint Security não reinicia processos que foram pausados por um programa malicioso. Atividade de rede. O Kaspersky Endpoint Security bloqueia a atividade de rede de programas maliciosos. O Kaspersky Endpoint Security bloqueia a atividade de rede de processos nos quais um programa malicioso penetrou. A reversão de ações de malware pode ser iniciada pelo Antivírus de Arquivos ou durante uma verificação de vírus. O procedimento de reverter operações de malware afeta um conjunto de dados definido rigidamente. A reversão não possui efeitos adversos sobre o sistema operacional ou sobre a integridade dos dados do computador. ================== PROCEDIMENTOS ================== Ativar e desativar o Inspetor do Sistema Por padrão, o Inspetor do Sistema é ativado e é executado no modo recomendado pela Kaspersky Lab. É possível desativar o Inspetor do Sistema, se necessário. Não é recomendado desativar o Inspetor do Sistema a menos que seja absolutamente necessário, pois isso afetará o desempenho dos componentes de proteção. Os componentes de proteção podem solicitar dados coletados pelo Inspetor do Sistema para identificar uma ameaça detectada com maior precisão. Existem duas maneiras para ativar e desativar o Inspetor do Sistema: Na guia Proteção e Controle da janela principal do aplicativo Na janela de configurações do aplicativo Para ativar ou desativar o Inspetor do Sistema na guia Proteção e Controle da janela principal do aplicativo: Abra a janela principal do aplicativo. Selecione a guia Proteção e Controle. Clique na seção Proteção. A seção Proteção é exibida. Clique com o botão direito do mouse para exibir o menu de contexto da linha com as informações sobre o componente Inspetor do Sistema. Será aberto um menu para a seleção de ações. Execute uma das seguintes ações: Para ativar o Inspetor do Sistema, selecione Iniciar. O ícone de status do componente limitations_group_pict.bmp, exibido à esquerda na linha do Inspetor do Sistema, muda para o ícone trusted_group_pict.bmp. Para desativar o Inspetor do Sistema, selecione Interromper. O ícone de status do componente trusted_group_pict.bmp, exibido à esquerda na linha do Inspetor do Sistema, muda para o ícone limitations_group_pict.bmp. Para ativar ou desativar o Inspetor do Sistema na janela de configurações do aplicativo: Abra a janela de configurações do aplicativo. Na parte esquerda da janela, na seção Proteção antivírus, selecione a subseção Inspetor do Sistema. Na parte direita da janela, serão apresentadas as configurações do componente Inspetor do Sistema. Execute uma das seguintes ações: Para ativar o Inspetor do Sistema, marque a caixa de seleção Ativar Inspetor do Sistema. Para desativar o Inspetor do Sistema, desmarque a caixa de seleção Ativar Inspetor do Sistema. Para salvar as alterações, clique no botão Salvar. Depois das alterações no Antivirus, a aplicação precisa ser reinicializada, caso continuar, reinicie o sistema operacional. Qualquer novidade coloco a informação aqui Forte Abraço
  22. 1 point
    Primeiro deve ser feita a anulação do CTe, de uma das seguintes formas: - O tomador contribuinte pra o qual o CTe foi emitido envia o evento de Prestação de Serviço em Desacordo, após isso a transportadora gera um CTe de anulação; - O tomador contribuinte gera uma NFe de anulação de valores referenciando o CTe; - O tomador não contribuinte gera uma declaração de anulação de valores mencionando o CTe, e a transportadora gera um CTe de anulação referenciando a declaração; - O tomador caso transportadora emite um CTe de anulação de valores. Após isso a transportadora emite um CTe de substituição, referenciando o CTe original e o documento de anulação gerado no primeiro passo, e informando a tag indAlteraToma = 1 para indicar que houve alteração do tomador.
  23. 1 point
    Enviei correção para o repositório para compilação no D7. Favor atualizar os fontes novamente.
  24. 1 point
    Complementando com o que achei no manual publicado em Dezembro de 2019 ( Manual de especificações técnicas do DANFE_NFC-e e Qr_Code Versão 5.1 ) onde ouve alteração justamente em relação ao frete: Possibilidade de inclusão no DANFE NFC-e de informações IDs: I15, I16, I17 e I17a, tags: vFrete, vSeg, vDesc e vOutro, a critério da UF, poderem estar descriminadas por item. (página 2) Acréscimos (frete, seguro e outras despesas) /Desconto R$: somatório dos valores dos itens dos acréscimos (frete, seguro e outras despesas) e dos descontos (deve ser impresso a linha apenas se existir acréscimo ou desconto) ) (IDs: W08, W09, W10 e W15, tags: vFrete, vSeg, vDesc e vOutro); OBS.: Estas informações, a critério da UF, podem estar descriminadas por item (IDs: I15, I16, I17 e I17a, tags: vFrete, vSeg, vDesc e vOutro). (página 10)
  25. 1 point
  26. 1 point
    Veja rejeição 753: NFC-e com Frete e não é entrega a domicílio (tag:modFrete<>9 e indPres<>4) IndPres 4=NFC-e em operação com entrega a domicílio; Toda via, para ocorrer entrega a domicilio com NFC-e existiam limitações quanto ao ramo de atividade até onde eu lembre.
  27. 1 point
    Bom dia Leandro, Já enviei para o repositório.
  28. 1 point
  29. 1 point
    Atualize seus fontes.. já foi corrigido para a nova URL há algumas semanas
  30. 1 point
    Muito obrigado, pretendo fazer assinatura ao suporte pago, no entanto tinha essa duvida! Novamente muito obrigado!
  31. 1 point
    Boa tarde Atualizado no SVN, obrigado pelo ajuste!
  32. 1 point
    Tem várias formas de capturar a exceção gerada pra outra rotina, além do try..except. Suites como o MadExcept e EurekLog fazem isso, o componente do Delphi ApplicationEvents, ou qualquer implementação do evento TApplication.OnException. Veja se tem algo disso no seu projeto. O debug deve ajudar bastante.
  33. 1 point
    Bom dia Leandro, Muito obrigado pela colaboração, ainda esta semana vamos analisar e estando tudo OK, vamos enviar para o repositório.
  34. 1 point
    De acordo com os mesmos, deve-se usar o valor de 0,01.
  35. 1 point
    Qual SEFAZ UF não permite a segunda nota? Para gerar uma nota em contingência deve-se usar a próxima numeração justamente pelo fato de que a primeira nota pode ter ficado em Lote em Processamento e ser autorizada pelo SEFAZ. Como o cliente levou a nota em contingência, em tese, essa é a nota válida. Sendo assim, quando essa nota em contingência for autorizada, a nota anterior enviada em modo normal deve ser cancelada. Se o cliente está de posse da nfc-e com chave incorreta, acredito que deverá ser enviado a ele o xml da nota correta, mas isso é complicado em se tratando de consumidor final.
  36. 1 point
    Bom dia, essa implementação precisará ser testada com calma para não quebrar outras parametrizações já existentes na impressão dos itens dos produtos.
  37. 1 point
    @José M. S. Junior Boa tarde, já baixei a nova LibBoleto, e vi que foram feitas as alterações, testei e ficou show obrigado a equipe.....
  38. 1 point
    Use o objeto ESCPOS e envie o comando abaixo ESCPOS.ImprimirCmd( "</abre_gaveta>") https://acbr.sourceforge.io/ACBrMonitor/ESCPOSImprimirCmd.html Veja as Tags disponíveis em: https://acbr.sourceforge.io/ACBrMonitor/ESCPOSImprimirTags.html
  39. 1 point
    Para emitente optante pelo Simples Nacional (CRT = 1) não é usado CST e sim o CSOSN. E o CSOSN 101 não permite destaque de ICMS na nota, pode ser informado apenas o valor de aproveitamento de crédito nas tags pCredSN e vCredICMSSN. Para destaque do ICMS com CRT = 1 apenas usando o CSOSN 900.
  40. 1 point
    Bom dia Jair, O ambiente de homologação do provedor Infisc não funciona, em vez de retornar o resultado do envio, retorna o WSDL do webservice, por outro lado o ambiente de produção retorna o resultado do envio. Para esse provedor a única solução é enviar a nota para o ambiente de produção e depois cancelar pois trata-se de um teste.
  41. 1 point
    Bom dia a todos, Com os fontes disponibilizados pelo Guilherme a impressão do boleto ocorreu sem nenhum problema em uma impressora Epson TM-T20X. A impressão ficou um pouco falha, acredito que deva ser o papel que estou usando que é de má qualidade. Hoje em dia, são poucos que vão até ao banco pagar um boleto e quando vão realiza o pagamento nas maquinas de autoatendimento. Sendo assim hoje o que realmente o que interessa para efetuar o pagamento do boleto é o seu código de barras ou a linha digitavel e é claro o boleto estar registrado. Portanto se o boleto foi impresso em papel A4 ou Carta ou Bobina, pouco interessa. A única questão de imprimir o boleto em uma impressora térmica é o clareamento da imagem, na empresa que eu trabalhava o pessoal tinha o costume de tirar um fotocopia de todos os documentos impressos em impressora térmica. Gostaria de saber se mais alguém consegui ou esta com problemas de imprimir o boleto na impressora térmica usando o programa exemplo do componente ACBrBoleto.
  42. 1 point
    Bom dia pessoal. A Nota Premiada MS já está valendo e tem prêmios de até R$ 300 mil, vejam noticia publicada na página Top Midia News. https://www.topmidianews.com.br/cidades/nota-ms-premiada-esta-valendo-e-tem-premio-de-r-300-mil/122582/ Att.
  43. 1 point
    03/01/2020 Liberado ambiente de produção da SVRS O ambiente autorizador da Sefaz Virtual está disponível para emissão em produção da NF3e. As empresas interessadas deverão contatar a Unidade Federada de sua circunscrição para verificar condições para habilitação à emissão deste documento eletrônico.
  44. 1 point
    Olá pessoal, Uma atualização sobre esse assunto. Consegui melhorar o sistema de detecção do quadro Dados Adicionais e continuação dos Dados Adicionais. Se você alguma vez pensou que poderia caber mais dados no quadro informações adicionais, provavelmente estava certo. Caso queira mais informações veja o que estava acontecendo tópico aqui. Também fiz uma alteração para adequar o DANFe Paisagem com as propriedades que criamos. Acabei de enviar as alterações para o SVN na Revisão 18105.
  45. 1 point
    A chave de acesso é gerada baseada nos valores informados para os campos que a compõe. - UF do emitente - Mês e ano da emissão - CNPJ do emitente - Modelo - Série - Número - Tipo de emissão (tpEmis) - Código numérico (cNF) - Dígito verificador. Então, exceto para o dígito que é calculado, basta informar o valor de cada um desses campos individualmente que você terá a mesma chave de acesso.
  46. 1 point
    Seguem as novas urls do efrete versão 5.0 Lista de URLs dos WebServices: https://dev.efrete.com:6061/Services/LogonService.asmx https://dev.efrete.com:6061/Services/MotoristasService.asmx https://dev.efrete.com:6061/Services/ProprietariosService.asmx https://dev.efrete.com:6061/Services/VeiculosService.asmx https://dev.efrete.com:6061/Services/PefService.asmx https://dev.efrete.com:6061/Services/FaturamentoTransportadoraService.asmx
  47. 1 point
    Boa tarde Darlana. Como vai!? Primeiramente, recomendo procurar as administradoras, recomendo a E-frete pois é a unica que integra via webservice GRATUITAMENTE, as demais só no PEF pago. Gera sim um documento, com informações da viagem e de pagamento do motorista, onde a ANTT pode consultar se está tudo sendo seguido conforme a lei. (pagamentos, descontos, inss...)
  48. 1 point
    Boa tarde, Estou tentando consultar o retorno do processamento de um lote enviado ao eSocial e está retornando o erro: Método enviar não implementado em TDFeSSLHttpClass Este erro está ocorrendo na linha 1149 do ACBrDFeSSL : Result := FSSLHttpClass.Enviar(ConteudoXML, AURL, ASoapAction, AMimeType); e a função que está sendo chamada está na linha 821 do ACBrDFeSSL: function TDFeSSLHttpClass.Enviar(const ConteudoXML: String; const AURL: String; const ASoapAction: String; AMimeType: String): String; begin {$IFDEF FPC} Result := ''; {$ENDIF} raise EACBrDFeException.Create('Método "Enviar" não implementado em: '+ClassName); end; Alguém pode me orientar nesse erro ? Grato Pedro
  49. 1 point
    Ok, setando o ssllib, funcionou. Muito obrigado. Pedro
  50. -1 points
    Prezados, ainda não consegui entender a emissão CIOT. Alguém tem alguma informação do que estão esperando com a Resolução ANTT nº 3.658? Teremos documentos para emitir, assim como é feito com CTe, MDF-e, terá também CIOT? Ou continuará apenas a geração do número anexado ao MDFe/CTe? Apenas entendi que será necessario a contratação das administradoras para pagamento do PEF. Alguem pode me orientar como fazer.
×
×
  • Create New...